fbpx
A Criança Amaldiçoada

Apresentações de Cursed Child são paralisadas por risco de coronavírus

Para tentar interromper a circulação do novo coronavírus (Covid-19), todas as produções de Harry Potter and the Cursed Child ao redor do mundo foram suspensas.

O dinheiro de quem já havia comprado ingressos será devolvido, de acordo com a produção da peça.

  • A primeira produção a anunciar a paralisação foi a de Nova York, nos Estados Unidos, onde o teatro ficará de portas fechadas até 12 de abril;
  • Também nos Estados Unidos, a produção de São Francisco suspendeu as apresentações até 30 de março;
  • Em Hamburgo, na Alemanha, a peça está suspensa até fim de setembro;
  • Em Melbourne, na Austrália, a peça não terá apresentações até 12 de abril;
  • As apresentações em Londres, na Inglaterra, foram suspensas por tempo indeterminado;
  • Em Toronto, no Canadá, a peça estréia em 23 de outubro de 2020. As vendas presenciais de ingresso foram suspensas.

Avanço do coronavírus

Até segunda-feira (23), cerca de 300 mil pessoas haviam sido infectadas pelo coronavírus ao redor do mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, são 1.629 casos confirmados.

O texto foi atualizado às 15h22 do dia 23 de março de 2020

Leia também: