Atores


Confira o trailer de “O Círculo” com Emma Watson

//Por Caroline Dorigon - domingo, 16 de abril de 2017 às 14:42


Emma Watson, nossa eterna Hermione Granger, e Tom Hanks estão no filme “O Círculo”, uma adaptação do livro “The Circle” escrito por Dave Eggers.

No filme, Emma é Mae Holland, uma jovem que trabalha em uma empresa de Internet chamada “The Circle” que conecta os e-mails de seus usuários com suas atividades diárias em seu sistema universal criado pelo personagem de Tom Hanks.

Assista o trailer abaixo:

Com direção e roteiro de James Ponsoldt (“The Spectacular Now”), “O Círculo” tem estreia prevista para 22 de junho no Brasil.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (5 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

10 citações inspiradoras de Emma Watson (e de suas personagens!)

//Por Victor Wulfric - sábado, 15 de abril de 2017 às 19:07


Emma Watson, nossa eterna Hermione, completa hoje seu 27º aniversário! Em comemoração, reunimos dez citações inspiradoras da atriz (e de suas personagens)! Afinal, não é à toa que dizem que ela é a bruxa mais inteligente de sua idade! ❤

Para conferi-las, clique aqui!

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (5 votos, média: 2,60 de 5)
Loading...

Os desafios da dublagem de “A Bela e a Fera”

//Por Kaio Rodrigues - quinta-feira, 13 de abril de 2017 às 15:47


O público brasileiro tem uma forte relação com as versões dubladas de filmes, principalmente aqueles ligados ao universo infantil. Com a chegada de A Bela e a Fera aos cinemas, estrelado por ninguém menos que Emma Watson, o Potterish conversou com a atriz e o diretor de dublagem do live-action da Disney, Giulia Nadruz e Rodrigo Andreatto, que estão muito orgulhosos do trabalho que fizeram.

Por Kaio Rodrigues

Rodrigo, que dubla há 24 anos, chegou até a emprestar sua voz ao nosso querido Rony Weasley em um dos jogos baseados no Mundo Bruxo de J.K. Rowling. Ele reconhece que cada trabalho é diferente e desafiador, mas quando foi convidado a dirigir a dublagem de A Bela e a Fera, sabia que as dificuldades iriam além: “Para honrar a animação na qual o filme foi inspirado, tentamos manter ao máximo as referências. Qualquer mudança visível na tela foi proposital, feita depois de muito debate.”

Para Giulia, acostumada ao teatro musical, a missão ia além: substituir a dubladora anterior de Watson, que, por não cantar, sequer chegou a ser considerada para o papel de Bela. “A Disney tem se empenhado para buscar profissionais que façam tudo na dublagem, evitando uma disparidade entre os diálogos e os números musicais”, explica Giulia, que admira o trabalho de Luisa Palomanes. “Os fãs ficaram decepcionados por ela não ter dublado o filme, e eu super compreendo. Mas a gente tem que se adequar às mudanças.”

Coincidentemente, a atriz nasceu em 1991, ano em que o clássico francês do século XVIII chegou às telas pela primeira vez. “Quando fui convidada para fazer um teste de voz e descobri que era para A Bela e a Fera, quase tive um piripaque”, relembra.

Andreatto não precisou de teste. Desde 2012, ele é o responsável pela dublagem de (quase) todos os longa-metragens da Disney, e apesar da jornada árdua de trabalho, nada diminui sua empolgação pela profissão, que “dispensa qualquer vaidade”. Diferente dos atores, que só têm acesso às próprias falas e gravam trechos muitos pequenos por vez, o diretor de dublagem recebe uma cópia completa do filme. Ainda que em uma qualidade baixíssima e cheia de marcas d’água, é ela que norteia todo o trabalho. “A importância da direção é justamente conseguir passar para quem está dublando tudo o que o ator precisa saber para entrar no personagem”, explica Rodrigo. “Assisti ao filme 5 ou 6 vezes antes de gravar.”

Ao contrário dos demais live-actions da Disney, A Bela e a Fera não foi dublado no Rio de Janeiro. Para manter os vozeiros idênticos aos originais, no estúdio paulistano um aparato especial chegou a ser montado para a captação dos ruídos externos das cenas. Mas o maior cuidado mesmo era com o timbre da interpretação em diálogos e canções, gravados em momentos e espaços físicos diferentes:

“Precisávamos causar a sensação de que o personagem estava conversando e de repente saiu cantando, na mesma emoção. Era uma preocupação muito grande minha, porque estou cansado de ver musicais onde a voz do ator muda, assim como a entonação e a interpretação.”

Para evitar esse tipo de problema, Rodrigo manteve contato diário com o diretor musical da versão brasileira, Nandu Valverde.

E falando sobre dificuldades, qual teria sido o personagem mais difícil de dublar? Hm… A Fera? Não! Para Andreatto, o maior desafio foi adaptar Maurice, o pai da Bela, “porque a interpretação original de Kevin Kline é muito boa, cheia de nuances”. E surpreendentemente, talvez o trabalho mais fácil tenha sido com Giulia: “Ela é muito doce, mas muito firme, exatamente como a Bela. Com os outros personagens, precisei ficar de olho no modo de falar e nos sotaques.”

Essa atenção especial a trejeitos e formas de falar, assim como a preocupação com técnicas e inovações, representa um avanço significativo na dublagem brasileira. Para Giulia, o preciosismo da Disney tem sido fundamental: “Eu considero a dublagem brasileira uma das melhores do mundo, senão a melhor”. Segundo Rodrigo, as sementes para tudo isso começaram a ser plantadas nos anos 1990: “Eu comecei numa época em que os filmes eram gravados por adultos imitando vozes infantis. Fiz parte de uma das primeiras turmas de crianças que dublavam.”

Após mais de um mês em uma rotina intensa de gravações, Giulia já planeja novos trabalhos e sonha com o dia em que poderá encenar seu próprio filme. Já Rodrigo está a todo vapor! Com ares de mistério, fala sobre os próximos longas que dirigirá: “Um é a sequência de uma animação que já tem dois filmes anteriores. Até já gravamos. E outro é uma animação nova, um musical. São desafiadores, mas eu adoro. É o que escolhi para minha vida.”

Dirigido por Bill Condon, A Bela e a Fera chegou às telas em 16 de março e ainda está em cartaz! Se você ainda não assistiu à versão dublada, o que está esperando?!

Kaio Rodrigues é estudante de Letras da UERJ, colunista do Potterish e editor da Seção Granger.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (4 votos, média: 2,00 de 5)
Loading...

Jude Law é escolhido como jovem Dumbledore

//Por Rodrigo Cavalheiro - quarta-feira, 12 de abril de 2017 às 14:32


A equipe de notícias do Pottermore revelou exclusivamente que o ator indicado duas vezes ao Oscar interpretará o futuro diretor de Hogwarts na continuação de “Animais Fantásticos e Onde Habitam”.

O diretor David Yates declarou:

Jude Law é um ator de talento fenomenal cujo trabalho eu admiro há tempos e estou ansioso por finalmente ter a oportunidade de trabalhar com ele. Sei que ele vai capturar brilhantemente todas as facetas inesperadas de Alvo Dumbledore que J.K. Rowling revela nessa época muito diferente de sua vida.

A carreira de Jude Law deslanchou após o filme Wilde, de 1997, onde ele interpretou o poeta Lord Alfred Douglas, se expandido entre trabalhos para o cinema, TV e teatro. Além de duas indicações ao Oscar, o ator também já foi indicado a três Globos de Ouro, dois BAFTAs, três Olivier Awards e dois Tony Awards. Seu trabalho mais recente foi a minissérie da HBO The Young Pope.

O ator já trabalhou com diversos nomes dos filmes de Harry Potter como Ralph Fiennes em O Grande Hotel Budapeste, Helen McCrory, Frances De La Tour e Richard Griffiths em A Invenção de Hugo Cabret e até mesmo com Johnny Depp e Colin Farrell em O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus, onde os três interpretaram o mesmo personagem, Tony Shepherd.

Também foi confirmado que as gravações se iniciam no inverno.

A sequência de Animais Fantásticos e Onde Habitam ainda não tem nome definido mas nos levará a um tempo cada vez mais sombrio da história bruxa, onde Newt e seus amigos deverão decidir suas alianças. Com roteiro de J.K. Rowling, o filme será dirigido por David Yates e estreia em 16 de novembro de 2018.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (11 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

“Harry Potter and the Cursed Child” quebra recorde de mais prêmios recebidos no Olivier Awards

//Por Rodrigo Cavalheiro - domingo, 09 de abril de 2017 às 23:16


Na tarde de hoje, 09, aconteceu a entrega dos Prêmios Laurence Olivier, um dos maiores do teatro britânico. A peça levou nove prêmios ao Palace Theatre, o maior número já concedido a qualquer produção pela premiação.

Na cerimônia, realizada no Royal Albert Hall, Harry Potter and the Cursed Child recebeu os prêmios por Melhor Figurino (Katrina Lindsay), Melhor Iluminação (Neil Austin), Melhor Som (Gareth Fry), Melhor Design de Produção (Christine Fry), Melhor Direção (John Tiffany), Melhor Atriz Coadjuvante (Noma Dumezweni, responsável pelo papel de Hermione Granger), Melhor Ator Coadjuvante (Anthony Boyle, que interpreta Escórpio Malfoy), Melhor Ator (Jamie Parker, que interpreta Harry Potter) e o prêmio mais importante da noite, Melhor Nova Peça.

J.K. Rowling, que não compareceu à premiação, disse através do twitter que “não poderia estar mais encantada por nosso elenco e equipe criativa imensamente talentosos”.

A peça deixou de ganhar os prêmios de Melhor Coreógrafo de Teatro (Steven Hoggett) e Realização Excepcional em Música (Imogen Heap), cujo prêmio foi para as crianças do musical inspirado no filme Escola de Rock, que tocam instrumentos ao vivo.

Em cartaz no Palace Theatre em Londres desde julho de 2016, Harry Potter and the Cursed Child se prepara para conquistar a Broadway, em Nova York, onde será recebido num teatro completamente reformado pela produção e planejado pela designer da peça, Christine Fry e pelo diretor, John Tiffany.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Veteranos de “Harry Potter” são premiados no Royal Television Society Programme Awards

//Por Rodrigo Cavalheiro - quinta-feira, 23 de março de 2017 às 14:20


Os atores Robbie Coltrane e Julie Walters, que deram vida aos papéis de Hagrid e Molly Weasley, foram premiados na noite de ontem, 22, no Royal Television Society Programme Awards, fundado em 1927 e dedicado a difundir as artes e ciências da televisão.

Robbie Coltrane recebeu o prêmio de melhor ator por seu trabalho na série National Treasure, da Hulu, escrita por Jack Thorne, roteirista de Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, que também foi indicado como melhor roteirista, mas perdeu para Sally Wainwright, de Happy Valley.

Julie Walters foi indicada ao prêmio de melhor atriz também por National Treasure, mas perdeu para Sophie Okonedo, de Undercover. A atriz, no entanto, recebeu o prêmio honorário por sua carreira na televisão de “qualidade genuinamente excepcional”, cujos trabalhos incluem “uma das melhores comédias já vistas na televisão britânica” Victoria Wood – As Seen on TV, Boys from the Blackstuff, BBC Shakespeare, G.B.H e outros inúmeros trabalhos.

A atriz, em seu humor habitual, agradeceu por receber o “prêmio de gente velha” e também “todas as pessoas maravilhosas que ela tirou do caminho” para chegar onde chegou.

A série National Treasure também foi premiada como melhor minissérie.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Ator de “Harry Potter” envolvido em grave acidente de carro

//Por Paola Galiano - quinta-feira, 09 de março de 2017 às 19:02


O ator Jim Tavare, que interpretou Tom, o proprietário do Caldeirão Furado no filme de “O Prisioneiro de Azkaban”, está em terapia intensiva depois de um grave acidente de carro.

O ator quebrou o pescoço, teve o pulmão perfurado, 15 costelas quebradas, além de fraturas na perna e peito.

Não temos detalhes de como ocorreu o acidente, nem o que o causou.

A esposa do ator publicou no facebook contando o ocorrido:

“Ele teve 2 transfusões de sangue até agora e está prestes a entrar em sua primeira cirurgia. Isto é real, não um papel de um filme. Por favor, mandem pensamentos positivos para ele enquanto ele luta para sair disto.”

A equipe do Potterish deseja uma boa e rápida recuperação ao ator.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Emma Watson fala sobre Harry Potter e revela que os atores mantêm um grupo de WhatsApp

//Por Ana Beatriz Fontes - terça-feira, 07 de março de 2017 às 18:52


Em uma entrevista para o Entertainment Tonight, Emma Watson revelou a existência de um grupo de WhatsApp só para o elenco de Harry Potter. Ela ainda conta que usou esse grupo para convidar os atores para assistir A Bela e a Fera, onde ela será a atriz principal.

Emma disse que se sente muito apoiada pelos antigos companheiros de trabalho. Eles mantêm contato pelo grupo e, mesmo com os horários complicados, os atores de Neville (Matthew Lewis) e Draco Malfoy (Tom Felton) conseguiram ir a uma sessão de A Bela e a Fera junto com a estrela do filme.

A atriz brincou que tentar reunir os atores de Harry Potter é como pegar Pokémon. Ela está tentando se reunir com Bonnie Wright e Daniel Radcliffe, eternos Gina Weasley e Harry Potter. Porém, é complicado, porque os atores da série estão espelhados pelo mundo.

Emma também falou sobre a saga na entrevista do programa de Jimmy Kimmel, onde ela viu um vídeo dos bastidores de Harry Potter e a Pedra Filosofal. Era uma cena de Harry, Rony e Hermione. Nela, enquanto outros atores falam, Emma fica repetindo as falas baixinho para si.

“Você ri, mas isso, na verdade, é meio traumático para mim, porque eu criei problemas por causa disso” Emma brinca para Kimmel. “Eu costumava arruinar tomadas. O [diretor] Chris ficava ‘corta! Emma, você está fazendo isso de novo. Você está falando as falas do Dan’ e eu ficava, tipo: ‘sinto muito. Eu me sinto tão mal’. Mas eu não conseguia evitar. Eu era uma perdedora tão grande. Eu realmente amava aqueles livros, eu realmente queria fazer um bom trabalho e, então, eu meio que fiz demais“, ela diz.

A Bela e a Fera estréia daqui 9 dias no Brasil, em 16 de março de 2017, e, além de Emma Watson, conta com grandes nomes como Emma Thompson e Ian McKellen no elenco. É dirigido por Bill Condon.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

“Cursed Child” bate novo recorde em nomeações para prêmio

//Por Aline Michel - segunda-feira, 06 de março de 2017 às 15:00


Foi divulgada hoje a lista de nomeados ao prêmio Olivier Awards e Harry Potter e a Criança Amaldiçoada mostrou-se mais uma vez ser um sucesso de crítica.

A peça foi nomeada em 11 categorias, inclusive melhor peça. Esse é um recorde de nomeações para o prêmio. Essa é a segunda vez que a peça bate tal recorde, a primeira sendo no WhatsOnStage Awards.

Confira abaixo as categorias em que a peça está concorrendo:
– Destaque em música
– Melhor coreografia de teatro
– Melhor iluminação
– Design
– Melhor design de som
– Melhor design de figurino
– Melhor design de cenário
– Melhor ator coadjuvante (Anthony Boyle, como Escórpio Malfoy)
– Melhor atriz coadjuvante (Noma Dumezweni, como Hermione Granger)
– Melhor ator (Jamie Parker, como Harry Potter)
– Melhor diretor (John Tiffany)
– Melhor peça nova

O Olivier Awards é uma renomada premiação do teatro britânico, que teve sua origem em 1976. A cerimônia de entre dos prêmios será no dia 9 de abril, no Royal Albert Hall em Londres. Fique de olho no Potterish para mais novidades!

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Novo clipe do audiolivro de “Animais Fantásticos” está disponível

//Por Aline Michel - domingo, 05 de março de 2017 às 06:48


Um novo clipe da narração de Eddie Redmayne para o audiolivro de Animais Fantásticos e Onde Habitam foi divulgado pela ET.

O Pottermore havia divulgado em janeiro desse ano a publicação do audiolivro com narração feita pelo ator que da vida à Newt Scamander no filme. O material de divulgação incluia um vídeo de Eddie Redmayne narrando parte do livro. A notícia, publicada pelo Potterish, você pode conferir aqui.

No novo clipe, podemos apenas escutar a voz de Eddie. No trecho divulgado, ele fala sobre o registro do Basilisco na nova edição atualizada do livro de Hogwarts. A descrição de Newt sobre a criatura mostra a paixão do personagem pelo tema e é acompanhada por efeitos de áudio que fazem com que o leitor imerja na história.

Confira o áudio abaixo:

O audiolivro de Animais Fantásticos e Onde Habitam será lançado em 14 de março de 2017.

Comentários: 0

Nota 1Nota 2Nota 3Nota 4Nota 5 (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...