Não categorizado

Ballet Shoes: Entrevistas, Fotos e Vídeo

Potterish :: Harry Potter, o Ickabog, Animais Fantásticos e JK Rowling Ballet Shoes: Entrevistas, Fotos e VídeoPotterish :: Harry Potter, o Ickabog, Animais Fantásticos e JK Rowling Ballet Shoes: Entrevistas, Fotos e Vídeo

Hoje foi divulgado pela BBC 1 uma prévia do filme Ballet Shoes, protagonizado pela atriz Emma Watson. Na prévia são apresentadas duas cenas contracenadas pela atriz. Ballet Shoes é o primeiro trabalho de Emma fora da série Harry Potter.                                                     
O filme que tem estréia na televisão britânica prevista para o dia 26 de Dezembro, sem data definida para o Brasil, tem a participação de Richard Griffiths – tio Válter na série Harry Potter – no elenco.A primeira cena conta com a participação de Richard Griffiths. Já na segunda cena, Emma interpreta Pauline, a protagonista da peça teatral Alice no País das Maravilhas. Confira o vídeo no link abaixo:

BBC Video
Prévia de Ballet Shoes

Atualizado: Também foi divulgada uma entrevista com a atriz ao jornal britânico The Telegraph, que nossa equipe de tradutores está traduzindo. E a revista inglesa Stella realizou uma matéria sobre a atuação da atriz, que você confere os scans aqui em nossa galeria.

Emma atualizou novamente o seu site oficial, onde postou fotos novas do filme Ballet Shoes, que você confere aqui, clicando em nossa galeria.

Atualizado 2: A tradução da entrevista concedida ao jornal “The Telegraph” já pode ser lida em notícia completa.

Thanks, The Snitch.

EMMA WATSON
O que Emma Watson fez a seguir

The Telegraph
16 de dezembro de 2007
Tradução: Bruna Moreno

Existe vida sem Hermione, a jovem heroína dos filmes da série Harry Potter, para Emma Watson? Agora aos dezessete anos, ela conta a Lucy Cavendish sobre o seu primeiro personagem não mágico, e como ela sente como se tivesse ganhado na loteria.

Emma Watson parece ter estado na mira do grande público desde sempre. Todos nós nos tornamos avisados de sua presença há oito anos quando ela estava escalada para interpretar Hermione Granger no primeiro filme da série Harry Potter, e assim tem sido desde então. Dessa forma, talvez não seja tão surpreendente que sua máquina publicitária esteja caducando. “É a primeira entrevista dela fora da série Harry Potter”, me disse a relações públicas da atriz quando íamos de encontro a ela. “Ela poderá estar nervosa”. Nós caminhamos um pouco mais até encontrar Watson escondida em uma cozinha, tomando, de forma ansiosa, um pouco de suco, e transparecendo sua imagem muito linda e travessa dentro de um uniforme comum adolescente de leggings três-quartos, sapatilhas de pela falsa de leopardo e uma jaqueta de couro leve. Ela tem cabelos longos e loiros, um rosto claro e sobrancelhas bem escuras e delineadas, além de ainda parecer terrivelmente jovem, mesmo com tudo o que ela já vivenciou em sua curta vida.

Em muitos sentidos, é difícil separá-la de Hermione Granger. ‘É mesmo, não é?’, ela diz tudo muito depressa. ‘Às vezes até eu confundo qual das duas eu sou, porque eu conheço a Hermione muito bem. Meu irmãozinho, Toby, que tem três anos, fica bem zangado comigo às vezes porque, quando ele me vê em Harry Potter, ele não consegue entender como eu posso ser Emma e Hermione ao mesmo tempo’, ela diz.

Neste Natal, porém, ela não será Hermione, mas sim Pauline Fossil em Ballet Shoes, uma adaptação do popular romance de Noel Streatfeild na BBC One. Ele é formado por uma equipe brilhante, incluindo Victoria Wood, Richard Griffths (Tio Válter na série Harry Potter), Eileen Atkins, Harriet Walter e Emila Fox. A história das três órfãs pobres, Pauline, Petrova e Posy, as quais triunfaram sobre a desgraça através de seus próprios talentos, tem extasiado gerações de jovens garotas. É um conto de aquecer o coração, cheio de vestidos de organza, penhoares de seda, explosões de raiva e lágrimas. Pauline se revela uma atriz brilhante e Posy, uma grande dançarina, enquanto Petrova é ótima em consertar carros e voar com aviões.

Como seu desempenho é recebido é obviamente terrivelmente importante para Watson. ‘É a primeira vez em que eu sou alguém diferente de Hermione’, ela diz, enquanto se ocupa com as almofadas. ‘Pauline é teimosa, então neste sentido ela é bastante parecida com a Hermione, mas ela não é acadêmica. Na verdade, ela me faz lembrar muito de mim quando eu era criança, muito mais do que a Hermione. Pauline é totalmente obcecada por ser atriz e eu era bem assim quando era mais nova. Eu sonhava com isso. Eu praticava discursos na frente de espelhos. Sempre que tinha uma peça na escola, eu estava lá. Eu provavelmente era muito exibida, já que sempre que eu tinha a chance de aparecer e ser vista, eu a aproveitava’. Ela parecia um pesadelo. ‘Eu era a rainha do drama’, ela diz, corando um pouco. ‘Eu costuma me queixar, me lamentar e chorar, e pequenas coisas se transformavam em coisas gigantescas. Eu não sei como meus pais agüentaram, de verdade.’ Ela diz que não é assim mais, hoje. ‘Eu cresci um pouco’, ela diz. ‘Eu tive que crescer’.

Poderia se dizer que ela está agindo com cautela ao interpretar a bondosa Pauline Fossil, diferentemente de Daniel Radcliffe, que se projetou ao tirar a roupa no palco em Equus. Será que ela não queria fazer alguma coisa mais radical, mudar um pouco mais? ‘Ah, meu Deus, não!’, ela diz. ‘Isso já foi desesperador demais. Eu estava tão nervosa que quase recusei o papel. Eu tinha acabado de filmar o último filme de Harry Potter, e eram férias de verão e eu não tinha parado pra descansar ainda, mas então eu pensei, “Eu realmente quero ser uma atriz, uma atriz decente que quer fazer sua carreira”. Eu sempre espero que me achem, e eu pensei “Se eu não for boa, vai ser o momento de descobrir”.

Será que ela pensa que é boa nisso? Ela me conta que no primeiro ela mal podia falar, mas que assim que se encaixou todo o papel fluiu nela. ‘Isso soa meio maluco?’, ela diz. Também, ela trabalhou tão duro que mal teve tempo de pensar. “Foi filmado em quatro semanas. Os filmes de Harry Potter demoram meses. E eu não sou mais classificada como atriz mirim, então não trabalho por horas restritas; eu fiquei surpresa com quão puxado foi. Mas eu curti.’

Em muitos sentidos, a carreira de Emma Watson tem se tratado de fantasia – a terra fantástica de Harry Potter, o mundo artístico fantástico das crianças Fossil. Até mesmo sua própria vida parece ter sido tão fantástica quanto a de seus personagens. Ela tinha somente nove anos de idade quando os produtores de Harry Potter apareceram na Dragon School em Oxford procurando pela Hermione deles. ‘Eu acho que deviam ter umas 18 de nós,’ ela diz, ‘e nós não tínhamos certeza de que personagem seria a audiência, mas eu sabia que queria ser Hermione. Eu não tinha interesse em nenhum outro papel. Eu sentia que eu era realmente a Hermione.’ Ela, então, passou por uma rigorosa sessão de audiências e testes e logo percebeu que ela era uma das candidatas para o papel de que ela sonhava.

‘Na verdade, eu estava obcecada por ele’, ela diz. ‘Minha mãe estava muito preocupada comigo. Ela tentava conversar comigo sobre como outras oportunidades surgiriam, mas eu não ouvia. Eu tinha muito em que investir.’ Agora ela diz que acha incrível ela ter conquistado o papel. ‘Eu digo a mim mesma que é como se eu tivesse ganhado na loteria, de verdade.’

A conclusão, no entanto, não é somente que a maior parte de sua infância tenha sido documentada em filme, mas sim que ela não teve nenhuma infância. Será que ela a considera anormal? Watson pensa um pouco. ‘Sim, eu acho que sim,’ ela diz. ‘Eu sou bem focada e bem motivada, então eu tentei muito combinar o fato de ser uma atriz e ser uma estudante, e até agora tem dado certo.’ Eu lhe digo que, na realidade, eu não me referia à vida escolar. Ela é obviamente muito inteligente. Não são muitas garotas que poderiam filmar durante nove meses em um ano e, ainda de alguma forma, tirar A em todos os níveis AS[*] como Watson fez no último verão. Ela ainda tem que gravar mais dois filmes de Harry Potter – ela terá 20 anos quando o último capítulo da série se completar – mas pretende cursar Inglês e Filosofia em Cambridge. ‘Eu sinto que é terrivelmente importante continuar com minha educação, no caso de ser atriz não dar certo para mim.’

Eu estou muito mais interessada em seus relacionamentos com seus amigos. Como ela os controla? A maioria dos anos da adolescência se molda a partir de complicados rituais de amizades que envolvem quantidades iguais de curtição e desilusões amorosas, enquanto todos se acotovelam para tentar ser populares. Onde que isso se encaixa na sua vida de estudante de meio-período? ‘Na verdade, tem sido bem difícil,’ ela diz. ‘Quando eu fiquei sabendo que tinha conseguido o papel de Hermione, minha mãe disse que seria muito importante para mim manter as amizades que eu já tinha. Ela me disse que no futuro seria importante conhecer pessoas que gostassem de mim pelo que sou e não por causa da minha carreira. Na época, eu não acreditava nela. Eu estava tão animada que não conseguia ligar para isso, mas agora eu sei exatamente o que ela quis dizer.’

Watson diz que não é só o dinheiro, mas a falta de conseguir se encaixar. ‘Leva tempo para todo mundo se ajustar,’ ela diz. ‘Eu não sou a garota com quem as pessoas pegam o ônibus 19 para tomar um café. Na verdade, sempre que eu tentei levar esse tipo de vida foi muito embaraçoso, porque eu fico confusa. Eu já acabei me escondendo em lugares inesperados, como o departamento de informática em Dixons. É uma experiência desconfortável para qualquer um. Às vezes eu sinto falta do fato de eu nunca ter sido uma adolescente de verdade por ter sido Hermione por tanto tempo.’

Entretanto, o papel a deixou bastante rica – dizem que ela tem mais ou menos £10 milhões – e ela sabe que isso é um campo minado para outros com sua idade. ‘Eu não gasto muito dinheiro’, ela diz. ‘Eu realmente tento não gastar’. Ela diz que a coisa mais cara que já comprou foi um laptop.

Na realidade, enquanto a lista continua com todas as coisas que ela têm perdido, eu começo a sentir pena dela. Já nova, ela teve de se adaptar a uma vida longe de sua família. Seus pais, ela me diz, são ambos advogados muito dedicados, o que significa que nenhum deles tinha muito tempo para visitá-la. Eles se separaram quando ela tinha cinco anos, mas ela é obviamente muito próxima aos dois. Ela cresceu com sua mãe, Jacqueline, em Oxfordshire, mas passou todos os fins de semana na casa de seu pai Chris em Londres. ‘Eu sou uma das sete crianças agora’, ela diz. ‘Meu pai e sua companheira têm Toby e as gêmeas, Lucy e Nina, e o companheiro da minha mãe tem dois meninos’. (As gêmeas dividem a função da jovem Pauline em Ballet Shoes). Ela ainda tem um irmão mais novo, Alexander, do casamento dos seus próprios pais. ‘Ele é quase o único cara com quem eu posso sair e não causa tumulto’, ela diz. Ela não pode ter um relacionamento de verdade, já que todo homem que ela já conheceu é considerado seu ‘namorado’ pela imprensa e, consequentemente, é importunado. Ela não pode beber e arrumar confusão, ou se comportar mal, ou chorar na rua, ou furar seu corpo, ou fazer qualquer coisa remotamente controversa com medo de ter sua privacidade invadida.

Sempre a perguntaram sobre seu relacionamento com Radcliffe e Rupert Grint, que interpreta Rony. ‘Nós somos bons amigos’, ela diz. No verão, correu um rumor de que ela estivesse namorando a jovem estrela do time Wasps de rúgbi, Tom Ducker, depois de que foram vistos juntos em Riviera – de acordo com os relatórios da imprensa, eles desmancharam mês passado. Então ela estourou nas capas das revistas de celebridades quando apareceu em um baile com seu companheiro ator Henry Lloyd-Hughes, que teve um pequeno papel no quarto Harry Potter.

‘Só pensar em toda essa publicidade me arrepia até os ossos’, ela diz. ‘Eu odeio ver meu nome na capa de uma revista. Eu passo na frente de uma estação de metrô e vejo algo sobre mim, e tento não ler mas é difícil. Quem não quer ler sobre si mesmo? Mas sempre está escrito com esse tom – como se a pessoa me conhecesse. Mas eles não conhecem’. Mas essa não é a questão, eu lhe digo. Todos nós sentimos como se a conhecêssemos porque podemos traçá-la desde os seus 11 anos de idade, quando ela usava doces vestidos estilo Fossil para as premiers de Harry Potter. Na realidade, quanto mais eu penso sobre isso, mais ela se parece com Pauline. Ambas mal tiveram uma vida, atuando. Mas certamente devem haver outras coisas no trabalho, ‘Oh, absolutamente,’ diz Watson de maneira firme. ‘Eu conheci atores maravilhosos’.

Ela também gosta de se vestir para o tapete vermelho. ‘Eu gosto bastante do glamour, na verdade’, ela diz. ‘Eu não tenho um estilista, já que parece que eu tenho um problema com eles, mas eu tenho um relacionamento com Chanel’. Ela diz que lhe mandam os designs para que ela olhe e depois possa pedir o que ela gosta. ‘Isso torna a vida muito mais fácil’, ela diz, ‘porque eu não tenho que pensar nisso’. Na verdade, ela diz, a coisa que ela mais espera no momento é ir num desfile da Chanel. ‘Eu nunca fui a um desfile de moda antes,’ ela diz animadamente. ‘Mal posso esperar’.

Ela termina me contando que foi atraída por Ballet Shoes não somente para provar a sim mesma de que poderia fazer mais do que infinitas impressões de Hermione, mas também porque dá ao espectador uma chance de ver um mundo que, na sua opinião, cativa todos que o tocam. Todavia, o livro foi escrito em 1936; fala sobre as conseqüências de uma guerra, sobre o início de outra. Será que Watson acha que isso é remotamente relevante para as garotas de sua geração?

‘Sim, eu acho que é relevante,’ ela diz de forma entusiasmada. ‘Todos amam esse mundo, não amam? O mundo por trás dos panos do que realmente acontece durante os ensaios de uma peça de teatro ou da gravação de um filme. Eu achei que seria tão glamouroso, tão excitante’. E não é? Emma me olha com surpresa. ‘Sim’, ela diz, de olhos bem abertos, ‘é claro’.

[*] AS = Advanced Subsidiary, nível de qualificação educacional britânico. (N.T.)