Não categorizado

Rupert: fotos e entrevista

Potterish :: Harry Potter, o Ickabog, Animais Fantásticos e JK Rowling Rupert: fotos e entrevistaPotterish :: Harry Potter, o Ickabog, Animais Fantásticos e JK Rowling Rupert: fotos e entrevista
O RG.net conseguiu scans de uma entrevista dada por Rupert Grint, Laura Linney e Jeremy Brock em Nova York, para promover o novo filme dos três, “Lições de Vida”. Um trecho da entrevista, você confere logo abaixo.

A parte mais difícil disso foi a mudança de ritmo. Em Harry Potter, nós levávamos semanas para filmar uma mísera cena, enquanto em “Lições de Vida”, eu fazia cenas inteiras em um dia. Foi realmente irritante, mas fora isso, a mudança não foi tão ruim.

O restante da entrevista você lê clicando aqui. O scan, bem como a foto de Rupert, podem ser vistos aqui,  e aqui. respectivamente.

E para os fãs de Rupert, uma foto dele quando era bem pequeno pode ser vista aqui.

Thanks, RG.net.

O filme autobiográfico do diretor Jeremy Brock, “Lições de Vida”, estreiou em salas selecionadas no dia 13 de Outubro. O filme é estrelado por Rupert grint, conhecido por seu papel como Rony Weasley nos filmes de Harry Potter, como o protagonista do filme, Ben, e Laura Linney como sua mãe. The Spectator teve a chance de sentar com Grint, Linney e Brock, que foram a Nova York (Grint: “As pessoas me reconhecem mais aqui do que em casa) para a premiere nacional do filme.

The Spectator: O que atraiu vocês para esse filme em particular?

Rupert Grint: Bom, esse é meu segundo filme fora de Harry Potter. Eu realmente gostei do roteiro, e Jeremy foi muito legal nas conversas por telefone que tivemos.

Laura Linney: O mesmo que eu. Amei o roteiro e quando conheci Jeremy, ele estava tão receptivo. Eu só disse, “Claro que farei seu filme, seu homem maravilhoso.”

T.S.: Rupert, foi ruim mudar de uma mega-produção de Hollywood como “Harry Potter” para um filme independente de baixo orçamento?

R.G.: A parte mais difícil disso foi a mudança de ritmo. Em Harry Potter, nós levávamos semanas para filmar uma mísera cena, enquanto em “Lições de Vida”, eu fazia cenas inteiras em um dia. Foi realmente irritante, mas fora isso, a mudança não foi tão ruim.

T.S.: Laura, você já participou de incontáveis filmes (“O Show de Truman”, “Sobre Meninos e Lobos”). Houve alguma coisa ou experiência nesse filme que vai ficar para sempre?

(…)

R.G.: (…) de interpretar Ben porque ele é muito diferente de mim, e de Rony, que eu tenho interpretado por seis anos. Foi bastante refrescante.

T.S.: Foi complicado trabalhar com Walters, quando ela não está interpretando sua mãe? (Julie Walters, que interpreta Sra. Weasley.)

R.G.: Um pouco. Julie é absolutamente histérica em qualquer papel que ela faça, e ela é uma atriz muito boa. Quando ela estava interpretando Evie, eu acreditei que ela era Evie, então não foi um problema para mim me ajustar a isso. Embora durante uma das cenas onde eu estava somente falando sobre ela, a chamei de ‘mãe’.

T.S.: Jeremy, como foram esses momentos particulares na sua vida que fizeram você escrever um filme sobre isso? Você simplesmente pensou que eles eram perfeitos e os colocou na tela?

J.B.: Não, a maioria das cenas cômicas são ficcionais. Houve dois motivos pelos quais eu quis transformar esses eventos em filme. Primeiro, minha experiência trabalhando para a Dama Peggy Ashcroft foi maravilhosa, e me tocou bastante. Eu quis consolidar isso para que o mundo pudesse ver. Segundo, minha mãe super-religiosa e suas ocupações foram os maiores eventos na minha educação.

T.S.: Como você escolheu o elenco do filme? Estava pensando em alguém em particular?

J.B.: Não realmente. Eu vi Laura em vários filmes, e ela me lembrou minha mãe, que é em quem o personagem é baseado. A única preocupação que eu tive sobre ela foi que ela não tivesse um sotaque inglês. Quando conheci Laura, essa preocupação se evaporou. Ela é um gênio. Rupert, eu peguei através de Walters, que interpreta Evie aqui e Sra. Weasley nos filmes de Harry Potter… (…)