A Ordem da Fênix ︎◆ Filmes e peças

Outra entrevista dos membros da A.D.

borda3 - Outra entrevista dos membros da A.D.ad - Outra entrevista dos membros da A.D.
Estão cansados de entrevistas com os membros da Armada de Dumbledore? Esperamos que não, pois temos outra aqui para vocês! Dessa vez Bonnie Wright (Gina), Matthew Lewis (Neville), Evanna Lynch (Luna) e Katie Leung (Cho) concederam uma entrevista ao In The News.

Eles falam sobre a diferença de idade entre os membros do elenco, como a série mudou as suas vidas, e o lançamento do último livro.

“É o fim da série, é o fim da vida de Harry, é o fim da vida de muitas pessoas”, disse Evanna, embora ela alegue que não precisará ligar para a linha de ajuda especial ‘luto-por-Harry’ que a varejista Waterstones montou para a tristeza pós Relíquias da Morte.

Você pode ler a entrevista na íntegra em notícia completa.

BONNIE, EVANNA, KATIE E MATTHEW
Não é só sobre Harry

In The News ~ Matthew Champion
26 de junho de 2007

Novos chegados ao universo Harry Potter podem ser perdoados por assumir que a série literária e sua franquia cinematográfica é toda sobre o menino bruxo de mesmo nome.

Mas enquanto o mega-star Daniel Radcliffe continua a roubar aplausos e a agarrar os holofotes de uma forma que admitidamente se auto-apague, outros membros do elenco estão se imortalizando no panteão Potter por seu próprio talento.

Bonnie Wright, 16, e Matthew Lewis, 17, são membros do elenco de Harry Potter desde o primeiro dia, interpretando o par eventual de Harry, Gina Weasley, e o compatriota da Grifinória, Neville Longbottom, em cada um dos cinco filmes até agora.

Katie Leung fez sua estréia como a garota de quem Harry gosta, Cho Chang, em Cálice de Fogo, enquanto Evanna Lynch aparece pela primeira vez como a colega da Corvinal de Cho, Luna Lovegood, em Harry Potter e a Ordem da Fênix.

InTheNews se reuniu com os quarto membros da Armada de Dumbledore no lançamento do quinto filme para perguntar a eles, entre outras coisas, como estar nos filmes mudou as suas vidas e o que o futuro estava guardando para eles agora que o a publicação do último livro estava a apenas semanas de distancia.

A primeira coisa que aparece no encontro com o quarteto é como eles já estão incrivelmente crescidos, embora suas idades estejam entre 14 e 19.

A relativamente novata Katie diz que é “inacreditável” o quanto suas colegas mais novas Bonnie e Evanna são maduras.

“É realmente estranho para mim, pensar que Bonnie e Evanna são quarto e cinco anos mais novas do que eu, porque nos damos realmente bem e temos muito sobre o que conversar”, ela nos disse.

E Bonnie concorda que embora no começo ela fosse “muito tímida e envergonhada” durante a filmagem do primeiro filme de Harry Potter em 2001, filmar os filmes subseqüentes foi tranqüilo, explicando: “Nós crescemos juntos e ficamos mais confortáveis com isso, e uns com os outros”.

Evanna lembra como seu primeiro dia no estúdio foi “impressionante”, com “tanta coisa acontecendo, tanta coisa que eu não estava acostumada”.

A menina de 14 anos, que venceu 15.000 concorrentes para o papel de Luna Lovegood, é confessadamente obcecada por Potter, e “eles me avisaram que ‘você vai fazer o teste de vídeo com Daniel Radcliffe uma semana depois da audição’”, ela lembrou. “E depois de fazer o cabelo e a maquiagem, ele chegou por trás de mim e me assustou”.

“Mas você se acostuma com ele muito rápido porque ele te faz sentir bem-vinda e em casa”, continua a adolescente.

David Yates, o diretor da Ordem da Fênix, diz que ele vê o filme como um conto sobre atingir a maturidade para Harry e, menos extensamente, seus amigos, quando eles juntam para combater Lord Voldemort.

Para Matthew, que é virtualmente irreconhecível sem seus sapatos desalinhados, sua roupa de gordo e orelhas furadas, a transformação vista em Neville, que vai de palhaço espalhafatoso a bruxo vingativo, foi uma das melhores experiências de sua carreira de ator até agora.

“O que eu amei fazer esse ano foi o lado emotivo de Neville, o drama, foi um grande desafio pra mim”, ele explicou. “Neville sempre foi um personagem leve e cômico”.

Mas enquanto o elenco e a equipe de produção aguardam a filmagem do sexto filme da série, Harry Potter e o Enigma do Príncipe, no fim desse ano, a publicação do último livro de JK Rowling sombreou o lançamento da Ordem da Fênix.

O filme está marcado para o lançamento geral em 12 de julho, com Harry Potter and the Deathly Hallows (As Relíquias da Morte), o sétimo e ultimo livro, saindo 19 dias depois.

Para o elenco jovem, especialmente aqueles que estão nos filmes desde o começo, a publicação do livro final evoca várias emoções misturadas.

Bonnie declarou que ela “não está tão nervosa” com o que vai acontecer em Relíquias da Morte, embora Rowling já tenha dito que dois personagens importantes morrem, levando a uma especulação febril entre fãs e palpiteiros.

“Acho que aconteça o que acontecer, será uma aventura para todos”, ela disse.

“Há esse medo nas pessoas de que seus personagens morram, mas para ser honesta é o ultimo livro e eu acho que cada personagem tem um senso de importância – aonde cada personagem vai”.

“É legal haver teorias sobre o que você quer que aconteça. Pessoalmente, prefiro não pensar muito nisso, então eu posso ter o entusiasmo ao ler tudo”.

Ligeiramente surpreendente, a mega-fã Evanna é filosófica sobre o fim da série, pois se ela [a série] fosse seguir adiante ela Evanna “ficaria velha e morreria sem nunca saber o que aconteceu afinal”.

Mas ela continua a dizer que “é claro que vai haver lágrimas” quando ela terminar de ler Relíquias da Morte.

“É o fim da série, é o fim da vida de Harry, é o fim da vida de muitas pessoas”, disse Evanna, embora ela alegue que não precisará ligar para a linha de ajuda especial ‘luto-por-Harry’ que a varejista Waterstones montou para a tristeza pós Relíquias da Morte.

Se uma cena definiu Ordem da Fênix mais do que qualquer outra, foi o primeiro beijo entre Harry e Cho que os fãs já estavam esperando para ler no texto desde 2003.

Katie, que faz 20 anos em agosto, disse que a cena de beijo foi algo que ela “definitivamente aguardava ansiosamente”.

Tablóides divulgaram no ano passado que foram precisas 30 tomadas para satisfazer o diretor David Yates, mas Katie insiste que o beijo “não demorou mais do que qualquer outra cena, mas que David realmente queria que ele fosse perfeito”.

“De forma alguma foi terrível”, ela continuou dizendo. “Foi pior quando nós nos conhecemos, porque sabíamos que a cena de beijo estava por vir.

“Eu estava tão preocupada que fosse sair errado e que nós acabássemos batendo as cabeças. Mas foi realmente bem e foi divertido de gravar também, ficávamos rindo antes, tipo ‘já escovou os dentes’, ‘chupou uma bala de menta para o hálito’.

“Espero que quando [o público] assista, ela satisfaça sua percepção do beijo”.

O apelo do fenômeno Potter é mundial em sua extensão, e balancear a vida cotidiana com os compromissos de filmagem já se provou problemático para todas as crianças, disse Matthew.

“Quando eu vou a festas com meus amigos – eu podia matá-los às vezes – eles ficam dizendo ‘ele está em Harry Potter’, porque é um ótimo jeito de chegar nas meninas, mas elas olham pra mim e pensam ‘ele não está em Harry Potter’.

“É um bom jeito de puxar assunto, mas eu também gosto de fugir disso, há tanta coisa mais do que Harry Potter”.

Olhando para o futuro, Katie está na posição incomum de não ter certeza se apareceu pela última vez em um filme de Potter.

Sua personagem Cho tem uma participação pequena no sexto volume e é pouco provável que volte em Relíquias da Morte.

“É estranho acreditar que eu comecei há três anos, parece que foi ontem que eu consegui o papel e tudo se passou em um piscar de olhos e eu passei a melhor fase da minha vida fazendo isso”, ela relembrou.

“É triste deixar tudo isso, mas eu conheci tantos bons amigos que eu vou guardar e eu nunca vou esquecer; é uma experiência que não há muitas pessoas que tenham vivido”.