Não categorizado

Mais um artigo extremista contra HP

Melanie Reid, escritora do The Harald, escreveu mais um daqueles artigos infelizes que apenas deterioram e deturpam os livros de Harry Potter. 

Primeiro ela cita uma afirmação de Harold Bloom, outro destes críticos ‘apaixonados’ pela obra, que havia dito que toda vez que um personagem saía para caminhar, ele ‘alongava as pernas’ (stretched his legs). Melanie confirma o que Harold havia dito, dizendo que, na leitura do livro, ela começou a marcar no verso de um envelope cada vez que a frase aparecia, mas resolveu parar depois de fazer uma dúzia de riscos. Já sabendo da não-veracidade do relato, e para efeito de experimentação, a equipe do The Leaky Cauldron resolveu testar a tese da autora, e conseguiu coletar a frase em questão exatamente uma vez, em Pedra Filosofal, que seria o livro em que Harold fez tal afirmação. Daí se conclui quão verossímil é o relato de ambos os críticos, ou talvez eles estivessem lendo alguma outra obra.

Seguindo no artigo, ela afirma que Harry Potter não leva nenhuma criança ou jovem a ler obras infantis renomadas, como Alice no País das Maravilhas e outras, fato que pode ser perfeitamente desmentido por nada mais que alguns milhares de crianças ou seus pais.

Logo após ela já diz que adultos que lêem Potter são ‘infantilizados’, comentário que nem vale uma discussão, além de afirmar que JK Rowling e “o jovem ator Daniel Radcliffe, que faz o papel de Harry nos (extremamente lamentáveis) filmes se mostraram claramente aliviados com o fim da saga”. Obviamente, podemos fazer uma aposta com a cara Melanie Reid para que ela nos mostre apenas uma declaração de Dan se declarando satisfeito com o fim da saga. Quanto a Jo, uma má interpretação feita de forma esperta e maliciosa com certeza pode levar a afirmaçoes caluniosas como as de que a autora do The Herald faz uso.

Isso apenas nos dá mais uma prova de que querer criticar a obra de JK Rowling só pode ser possível na base de mentiras e invenções. Mas que venham as críticas!