Aniversários ︎◆ As Relíquias da Morte ︎◆ Filmes e peças ︎◆ Parte 1

Lembrol: Faltam 5 dias para Relíquias da Morte Parte 1!

Potterish :: Harry Potter, o Ickabog, Animais Fantásticos e JK Rowling Lembrol: Faltam 5 dias para <em>Relíquias da Morte</em> Parte 1!

Então a fonte de luz saiu de trás de um carvalho. Era uma corça branco-prateada, um luar que brilhava e ofuscava, pisando com cautela, em silêncio, sem deixar rastros na fina poeira de neve. Ela veio ao seu encontro, a bela cabeça altiva, com os olhos rasgados e longas pestanas, no alto.

Harry fitou o animal, assombrado, não por sua estranheza, mas por sua inexplicável familiaridade. Sentiu que estivera à sua espera, mas esquecera, até aquele momento, que tinham combinado se encontrar. Seu impulso de gritar por Hermione, tão forte instantes antes, desaparecera. Ele sabia, teria apostado a vida, que ela viera buscá-lo, e a mais ninguém.

Eles se contemplaram por longos minutos e, então, a corça lhe deu as costas e se afastou.

— Não – exclamou ele, e sua voz quebrou por falta de uso. — Volte aqui!

A corça continuou a avançar deliberadamente pelas árvores, e seu fulgor não tardou a se listrar com as sombras dos troncos grossos e escuros. Por um instante, ele hesitou, trêmulo. A cautela lhe sussurrou: poderia ser um truque, um engodo, uma armadilha. O instinto, porém, o instinto soberano lhe disse que aquilo não era magia das Trevas. Ele partiu em seu encalço.

A neve rangia sobre seus pés, mas a corça não fazia ruído ao passar pelas árvores, porque era apenas luz. Sempre mais fundo pela mata, ela o conduzia, e Harry andava depressa, certo de que, quando parasse, ela o deixaria se aproximar. E Harry lhe falaria, e a voz diria a ele o que precisava saber.

Harry Potter e as Relíquias da Morte
Capítulo Dezenove, A Corça Prateada, página 286
Créditos da fanart: eidolonhawk