As Relíquias da Morte ︎◆ Filmes e peças ︎◆ Parte 1

Lembrol: Falta 01 mês para Relíquias da Morte parte 1!

19 de outubro de 2010: falta exatamente um mês para a estréia de Harry Potter e as Relíquias da Morte parte 1. Não é apenas mais um blockbuster chegando aos cinemas de todo o mundo, nem mesmo pode ser considerado como sendo “apenas mais um” da série Potter: este é o sétimo, é o começo do fim.

É a introdução do final cinematográfico de um fenômeno que explodiu nos cinemas desde novembro de 2001. E esta conclusão traz consigo muito sentimento, muitas lembranças e muita nostalgia.

Dentro de apenas um mês, veremos um único Harry tornar-se sete e cruzarem os céus de Londres, assistiremos a partida de Rony (e o seu glorioso retorno), a fuga pelas florestas do Reino Unido, a inteligência de Hermione mais uma vez salvando o dia, descobertas sobre o passado, perseguições, torturas, a morte de personagens amados… Enfim, o processo de preparação do nosso trio favorito, em especial de Harry Potter, para enfrentar Aquele-Que-Não-Deve-Ser-Nomeado.

É, daqui a um mês, toda a leva de sentimentos eclodirá em uma sala de cinema: felicidade, comoção, medo, ansiedade, raiva, orgulho, tristeza, saudade. Mas, até lá, ainda há longos (ou breves) 30 dias a serem percorridos. Portanto, continue ligado no Potterish para todas as novidades e junte-se à nossa contagem regressiva, aqui no Lembrol.

Não deixe de conferir a citação de hoje em notícia completa e os oito novos TV spots do sétimo filme na notícia abaixo. Está chegando o grande dia!

Potterish :: Harry Potter, o Ickabog, Animais Fantásticos e JK Rowling Lembrol: Falta 01 mês para <em>Relíquias da Morte</em> parte 1!

E ali estava, ao lado do lago, refletindo-se nas águas escuras. O túmulo de mármore branco, uma mancha desnecessária na paisagem familiar. Ele sentiu mais uma vez um assomo de controlada euforia, aquela sensação intoxicante de propósito na destruição.

Ergueu a velha varinha de teixo: que apropriado que este fosse o seu último grande ato.

O túmulo se abriu da cabeceira aos pés. O vulto amortalhado continuava tão comprido e magro como fora em vida. Ele tornou a erguer a varinha.

A mortalha se abriu. O rosto estava translúcido, pálido, encovado, contudo, quase perfeitamente preservado. Tinham lhe deixado os óculos sobre o nariz torto: ele sentiu desprezo e vontade de rir. As mãos de Dumbledore estavam cruzadas sobre o peito, e ali estava ela, presa sob as mãos, enterrada com ele.

Potterish :: Harry Potter, o Ickabog, Animais Fantásticos e JK Rowling Lembrol: Falta 01 mês para <em>Relíquias da Morte</em> parte 1!

Será que o velho tolo imaginara que o mármore ou a morte protegeriam a varinha? Será que pensara que o Lorde das Trevas teria medo de violar o seu túmulo? A mão aranhosa mergulhou e arrebatou a varinha de Dumbledore, e, quando a segurou, uma chuva de faíscas voou da sua ponta, salpicando o corpo do seu último dono, finalmente pronta para servir a um novo senhor.

Harry Potter e as Relíquias da Morte,
Capítulo Vinte e Quatro – O Fabricante de Varinhas, páginas 389 e 390.