fbpx
Livros

Feliz aniversário, Hermione Granger Weasley!

Será que você consegue se lembrar daquela menina irritante e mandona que, aos 11, lia Hogwarts, Uma História, respondia a todas as perguntas dos professores e torcia o nariz para cada ousadia inconveniente dos colegas de casa?

Intragável sabe-tudo, sabichona, dentuça, Herm-on-nini, Sra. Weasley, Hermione, ou simplesmente Mione é, hoje, uma mulher adulta em seus 31 anos de idade, com duas crianças e o obtuso companheiro de aventuras, seu marido Rony. Com algum cargo de prestígio no Ministério da Magia, ela deve estar, na dimensão maravilhosa da Literatura, neste momento, trabalhando em prol de um mundo melhor, seja para os seus iguais em potencial, seja para os mais necessitados.

Hermione nos faz “parar” o tempo, tal qual fizera no terceiro ano em Hogwarts, e nos traz a reflexão de que há, sempre e em todo lugar, gente necessitada e terrivelmente oprimida. São invisíveis como os elfos no castelo, ninguém precisa realmente percebê-los, mas eles sempre estão ali. Hermione fez a diferença, olhou para eles, conduziu-os à liberação através de Dobby.

A preocupação quase obsessiva com a sua formação intelectual jamais se deixou desvirtuar e pender à arrogância, como se sucede em tantos casos. O próprio Alvo Dumbledore sucumbiu, em algum momento, aos prazeres do poder – representado pela juventude prodigiosa – como dominação!

A nossa amada aniversariante é, sem favor algum, símbolo da mulher forte e engajada em suas convicções, da dedicação, da resistência, do amor à leitura e à busca do conhecimento dos livros como via de soluções para qualquer embate e da defesa em nome daqueles que já foram subjugados.

Feliz aniversário, Mione! E continue inspirando as pessoas a terem pelo que lutar, dentro de seus princípios morais.