fbpx
Sem categoria

Daniel Radcliffe na Austrália

Daniel Radcliffe apareceu no Rove Live, programa do Canal 10 da Austrália. E o DanRadcliffe.com disponibilizou o vídeo (WMV) e a transcrição da entrevista.

No vídeo ainda vemos uma cena do Hagrid mostrando os dragões ao Harry.

Daniel Radcliffe no Rove Live

Rove: O meu próximo convidado faz um dos personagens mais populares do cinema e da literatura. Vocês sabem sobre quem estou falando, é o Harry Potter. Ele está atualmente no país fazendo um filme mas não está dando nenhuma entrevista enquanto fica por aqui por isso eu conversei com ele antes de sair de Londres durante a época que ele estava no set do Cálice de Fogo.

Rove: Como vai? Você parece muito bem.

Daniel: Vou muito bem, obrigado e você?

Rove: Estou incrivelmente bem. É claro que todos conhecem Harry Potter, os livros e os filmes são um fenômeno. Quando você foi escolhido para o papel de Harry Potter, os livros eram bem conhecidos ao redor do mundo. Você já era um fã dos livros?

Daniel: Eu tinha lido só os dois primeiros então eu não era obcecado. Eu tinha gostado deles mas não era uma daquelas pessoas que ficaram doidas por cauda deles. Mas quando eu ganhei o papel e comecei a lê-los novamente, eu fui virando vagarosamente uma das milhões de pessoas obcecadas pelos livros. Agora absolutamente eu os amo mas antes eu só havia lido os dois primeiros.

Rove: E agora – deve ser estranho para você – mas, na verdade, você é Harry Potter. Você é aquele para quem as pessoas olham quando pensam em Harry Potter. É difícil para você ter uma vida normal, como simplesmente sair e ser Daniel Radcliffe?

Daniel: Não muito. Algumas pessoas se recusam a acreditar que eu possa ter uma vida normal mas este não é o caso. Às vezes pode ser ousado quando eu saio com um boné de baseball. Mas eu não entendo quando os atores reclamam por serem reconhecidos na rua, não é como as pessoas jogarem tijolos em você (risadas) ou outras coisas e serem horríveis. Quando as pessoas se aproximam de mim e são gentis, é ótimo, é muita gentileza deles.

Rove: Você é como o Super-Homem e Clark Kent quando tira os óculos, as pessoas não o reconhecem?

Daniel: Bem, eu achei que isto aconteceria porque eu acho que fico muito diferente mas é claro que isto não é verdade e as pessoas me reconhecem. Mas isso não é um grande problema e ainda acho que fico diferente.

Rove: Você mudou bastante desde o primeiro filme – onze anos quando fez a Pedra Filosofal. Você já o assistiu de novo?

Daniel: Eu tive a infelicidade, por acidente eu estava passando pelos canais da TV e o filme estava sendo exibido e fiquei tão chocado comigo! Eu era pequeno e tinha essa voz estridente e eu achei que tinha algo de errado com o som da televisão! Então eu não acho que vou assistir de novo ou qualquer um dos outros. Eu vejo uma vez na estréia e fico satisfeito por está acabado e não vou assisti-lo por dez, vinte anos.

Rove: Eu enlouqueci quando liguei a TV e me vi pequeno e com uma voz estridente.

Rove: Boa piada, Daniel.

Rove: Você já leu o Cálice de Fogo mas para aqueles que ainda não, nos conte sobre o novo filme.

Daniel: No novo filme, nós começamos – foi há muito tempo que fiz então tenho que lembrar – mas basicamente o filme é centrado no Torneio Tribruxo onde três escolas de magia – Beauxbatons, Durmstrang e Hogwarts que é a melhor! – elas meio que se juntam e tem este torneio com três tarefas. Normalmente há três competidores no torneio mas como é filme de Harry Potter, Harry é escolhido, naturalmente! (risadas) Então ele é escolhido e é sobre as tarefas que ele enfrenta e no final, ele encontra Voldemort e acho que é a parte principal do filme, certamente é para mim.

Rove: Eu teria achado que a parte mais importante para você teria sido a dança. Harry estava amedrontado com esta idéia: a grande dança. Você se sentiu nervoso por ter que dançar?

Daniel: Meus pais são ótimos dançarinos e eu queria deixá-los orgulhosos mas eu acho que os genes pularam uma geração porque eu não era bom. (risadas) Mas eu tenho que deixar claro que todo mundo ensaiou por duas ou três semanas e eu só tive dois dias. (risadas)

Rove: É claro, e falando em habilidades, conte sobre os adolescentes em Hogwarts – os hormônios estão trabalhando! Harry está começando a olhar para as garotas. E com você, Daniel, quais são suas habilidades com garotas? Como são suas habilidades com as garotas?

Daniel: Você ama esta palavra, não é? (risadas)

Rove: Garotas!

Daniel: Você ama as garotas! Não, elas são muito melhores que as habilidades do Harry. Acho que quando estou fazendo o Harry, eu represento todo garoto de 14 anos porque com essa idade nenhum é bom com as garotas. Todos nós achamos que estamos sendo legais mas não estamos! A garota deve ficar pensando “Quem é esse e por que está falando comigo?” Então fazendo o Harry, eu acho que represento todo garoto porque eu não tenho habilidades melhores que o Harry… com as garotas! (risadas)

Rove: Quantos filmes de Harry Potter você, Rupert e Emma ainda farão juntos?

Daniel: Bem, nós estamos no quinto cuja filmagem começa em fevereiro. É bem empolgante com o diretor David Yates que é britânico e ele é muito inteligente. Mas depois disso, quem sabe? Eu tento só pensar em um filme de cada vez. Eu estava lendo o sexto livro e havia momentos que eu pensava “Seria muito legal poder fazer isso”. Há algumas coisas neste livro que eu adoraria fazer mas isso tudo depende de muitas coisas. Recentemente, tem dependido se eu ainda gosto e eu ainda gosto e não vejo nenhuma razão para isto mudar.