Sem categoria

Carta de Daniel aos fãs agradece o sucesso de Equus nos EUA

Potterish :: Harry Potter, o Ickabog, Animais Fantásticos e JK Rowling Carta de Daniel aos fãs agradece o sucesso de Equus nos EUAPotterish :: Harry Potter, o Ickabog, Animais Fantásticos e JK Rowling Carta de Daniel aos fãs agradece o sucesso de Equus nos EUA
Após o fim de sua temporada de Equus na Broadway em fevereiro deste ano, e após um tempo livre durante as gravações de Harry Potter e as Relíquias da Morte, Daniel Radcliffe (Harry Potter) escreveu uma carta dedicada a seus fãs onde agradece todo o apoio dado na sua temporada em Nova Iorque com a peça.
A carta, que graças ao Snitch Seeker você pode conferir o seu scan em nossa galeria, ressalta diversos agradecimentos indispensáveis do ator ao seu sucesso em terras americanas.

Além disso, uma prova de que o trabalho de Daniel na Broadway foi recompensador são as suas duas indicações a prêmios pelo Broadway.com: o de melhor protagonista e melhor ator revelação. A peça em si também é indicada a um prêmio, o de “melhor readaptação”.

Os votos são feitos no próprio Broadway.com e o resultado será divulgado no dia 22 de maio. Na íntegra você pode conferir a tradução do scan da carta de Radcliffe.

DANIEL RADCLIFFE
Carta aos fãs

Snitch Seeker ~ Daniel Radcliffe
15 de maio de 2009
Tradução: Ricardo Olissil

Como eu agora retornei para Leavesden, eu queria esta oportunidade para agradecer a todos que me apoiaram na minha jornada em EQUUS, que começou quando eu tinha 16 anos e terminou na Broadway, no dia 8 de fevereiro.

No pequeno discurso que fiz no fim da minha última performance, quando eu falei que ninguém havia me preparado para a maravilhosa recepção que recebi durante minha temporada lá eu realmente fui bem verdadeiro. A comunidade da Broadway é incrível e eu me senti honrado em fazer parte dela por seis meses.

O elenco de EQUUS, liderado pelo meu amigo Richard Griffiths, foi excelente de se conviver e eu fiz vários novos amigos, que eu espero que continuem parte da minha vida. Todos trabalharam muito e foi bem divertido trazer EQUUS para o público de Nova Iorque pela primeira vez em 34 anos. Eu fiquei muito comovido pelas várias cartas que recebi de pessoas que não apenas foram ao teatro pela primeira vez mas que tinham feito uma incrível jornada por Nova Iorque para conhecer seu primeiro show da Broadway. Eu sinceramente espero que tenhamos dado a elas uma experiência a qual elas se lembrarão por um bom tempo e que elas retornem para Nova Iorque para verem outros dos incríveis trabalhos exibidos lá.

Um das coisas que quero ressaltar aqui é meu respeito ao evento GYPSY OF THE YEAR. Eu estou muito feliz que eles tenham reportado que a compania de EQUUS arrecadou a maior quantidade de dinheiro este ano na Broadway em prol da BROADWAY CARES/EQUITY FIGHTS AIDS – apoio dado pela Broadway na luta contra a Aids e amparo aos portadores do virus – a qual eu agradeço a todo que contribuiram generosamente por esta maravilhosa organização. Como muitos de vocês testemunharam eu me joguei, literalmente, no leilão toda noite e foi emocionante como, em uma das ocasiões, o que eu vesti em uma das apresentações arrecadou fantásticos U$ 4.000!

O GYPSY OF THE YEAR foi maravilhoso e a compania de EQUUS exibiu sua própria versão de EQUUS e nossos nossos maravilhosos cavalos realmente foram para ela! Foi a primeira vez que eu cantei e dancei em uma apresentação, na qual eu estava incrivelmente nervoso, mas se você vai começar a cantar e dançar em algum lugar o melhor é com certeza a Broadway!!!!

Eu vi várias grandes performances na Broadway – a última delas foi “A CHORUS LINE, PATTI LUPONE” no GYPSY; mas também vi a incrível “SOUTH PACIFIC” e a brilhante companhia TITTLE OF SHOW. Fora da Broadway eu vi “ARIAS WITH A TWIST” com JOEY ARIAS e “BASIL TWIST, THE GOSPEL ACCORDING TO DOLLY”, com OUR LADY J e “RITES” com JUSTIN BOND.

Como vocês podem notar eu tive uma maravilhosa aventura lá. Estava conversando com um amigo recentemente e eu disse que amei estar em Nova Iorque e sua resposta foi “Lá há muito o que se amar!” –  e eu não poderia discordar dele.

Acredito verdadeiramente que eu tenha me tornado um “Garoto da Broadway”.