fbpx
Parte 2

Refugiada de guerra atuará em Relíquias da Morte II

O The Sun noticiou que Magortu Margai, natural do país africano Serra Leoa, vitimado por uma extensa guerra civil, fugiu de lá ainda criança, instalando-se na Inglaterra. Agora, aos 20 anos, realiza o sonho de ter um papel em Harry Potter e as Relíquias da Morte parte II.

[meio-2]Sobre os extremos por que sua vida passou, ela diz:

“Em Serra Leoa, casas estavam sendo incendiadas e saqueadas e as pessoas estavam sendo mutiladas e assassinadas. É surreal. Eu li todos os livros e vi todos os filmes de Harry Potter, mas ainda estou tentando acreditar que eu consegui um papel, sabendo que eu poderia ter sido assassinada vários anos atrás”.

Magortu estudou em uma cobiçada escola de teatro britânica e conseguiu o papel de aluna de Hogwarts, da casa Lufa-Lufa. Ela conta o dia em que conheceu o astro protagonista Daniel Radcliffe:

“Eu estava almoçando e comecei a falar com Daniel. Foi por apenas alguns minutos, mas ele foi realmente legal. A primeira vez que nos falamos foi porque ele me ouviu dizer que estava nervosa, em meu primeiro dia de filmagem. Ele disse para eu não me preocupar e ajudou-me a ficar calma”.

Veja uma foto dela nos sets de “Relíquias da Morte” aqui, descansando ao ombro de uma colega, e leia o artigo completo na extensão da notícia.

Harry Potter e as Relíquias da Morte parte I estréia em 19 de novembro deste ano e a parte II em 15 de julho de 2011.

HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE
Eu fugi do horror de Serra Leoa… agora estou no novo filme de Harry Potter

The Sun ~ Ryan Sabey
09 de junho de 2010
Tradução: Flávio Jr.

Uma criança refugiada que escapou de Serra Leoa, devastada pela guerra, tem um papel no novo filme de Harry Potter.

Magortu Margai, agora com 20 anos, interpretará uma aluna de Hogwarts.

Ela viveu no país africano até os seis anos – temendo por sua vida na guerra civil de seu país.

Ela até mesmo rastejou sob uma cama com sua tia para se esconder das tropas rebeldes, enquanto eles massacravam homens, mulheres e crianças.

Emocionada, Magortu, de Barking, Leste de Londres, diz: “É surreal. Eu li todos os livros e vi todos os filmes de Harry Potter, mas ainda estou tentando acreditar que eu consegui um papel, sabendo que eu poderia ter sido assassinada vários anos atrás”.

Ela aparecerá no segundo filme de Harry Potter e as Relíquias da Morte, que chegará aos cinemas em julho do próximo ano. A primeira parte será lançada em novembro.

Magortu já conheceu Daniel Radcliffe, 20 anos, que interpreta o menino bruxo Harry, durante uma pausa das filmagens.

Ela diz: “Eu estava almoçando e comecei a falar com Daniel. Foi por apenas alguns minutos, mas ele foi realmente legal. A primeira vez que nos falamos foi porque ele me ouviu dizer que estava nervosa, em meu primeiro dia de filmagem. Ele disse para eu não me preocupar e ajudou-me a ficar calma”.

Magortu cresceu com seus tios, enquanto sua mãe, Emma, teve a permissão de ir para o Reino Unido trabalhar como enfermeira.

Ela disse: “Em Serra Leoa, casas estavam sendo incendiadas e saqueadas e as pessoas estavam sendo mutiladas e assassinadas”.

Magortu seguiu Emma, 43, até Londres em 1997, durante um período de calmaria na guerra de 11 anos.

Desde então, ela ganhou um lugar cobiçado na escola de teatro Italia Conti – previamente frequentada por Naomi Campbell e Kelly Brook.

E ano passado ela chegou à final do concurso de beleza Miss Britânica Negra.

Ela disse: “Quando eu ouvi que estaria no filme, foi como um sonho tornando-se realidade”.