Filmes e peças ︎◆ O Enigma do Príncipe

‘Omelete’ divulga prévia de sua crítica de EdP

borda1 - 'Omelete' divulga prévia de sua crítica de EdPronylil - 'Omelete' divulga prévia de sua crítica de EdP
O site brasileiro de cinema Omelete divulgou hoje o “Da Frigideira” de Harry Potter e o Enigma do Príncipe, que é uma prévia da crítica mais completa que será lançada às vésperas da estréia, assim, o texto contém apenas impressões gerais do filme, como você pode conferir abaixo.
Sobre o que os fãs devem achar do filme, Marcelo Forlani, autor da prévia, diz:

“É incerto prever o que os fãs vão achar da adaptação. Muita coisa das mais de 600 páginas originais ficou de fora e personagens foram cortados ou diminuídos para caber nas 2h30 do filme. Porém, o que sobra é uma história ‘concisa'”.

Acerca do romance, bastante presente na sexta adaptação da série Harry Potter, ele comenta:

“Beijos e abraços são agora parte importante da trama, tanto quanto as aventuras de outros dias. Faz parte do amadurecimento dos personagens. Ah, e Rony (Rupert Grint) finalmente entra para o time de quadribol de Grifinória… e salva o dia!”

E conclui:

“Vale confirmar o que está todo mundo dizendo: este é, sim, o filme mais sombrio da série até aqui”.

Você confere a crítica na íntegra em notícia completa ou clicando aqui.

HARRY POTTER E O ENIGMA DO PRÍNCIPE
Da Frigideira: Harry Potter e o Enigma do Príncipe

Omelete ~ Marcelo Forlani
06 de julho de 2009

Filme é mesmo o mais sombrio até aqui

Antes que você comece a ler este texto, saiba que já usei um contra-feitiço que previne a inveja. Sim, acabei de assistir a Harry Potter e o Enigma do Príncipe (Harry Potter and the Half Blood Prince, 2009), o filme que foi adiado do ano passado para esse, causando a ira dos fãs do bruxo mais lucrativo da história dos livros e do cinema.

E a primeira coisa que preciso dizer é que mais uma vez é incerto prever o que os fãs vão achar da adaptação. Muita coisa das mais de 600 páginas originais ficou de fora e personagens foram cortados ou diminuídos para caber nas 2h30 do filme.

Porém, o que sobra é uma história “concisa” (sim, entre aspas, pois ainda assim são 150 minutos de filme – 150 minutos bem rápidos, diga-se), que consegue passar para quem não leu os livros os caminhos que a saga está tomando agora que está quase no seu fim.

Harry (Daniel Radcliffe), mais do que nunca, está aceitando o seu papel de protagonista nessa história e tem ao seu lado Dumbledore (Michael Gambon) para guiá-lo e até mesmo tê-lo como principal aliado na luta do Diretor de Hogwarts contra o Senhor das Trevas e seus Comensais da Morte, que acabam de recrutar um poderoso aliado dentro de Hogwarts. Ou deveria dizer dois?

Uma das grandes novidades entre o corpo docente da escola é que Severus Snape (Alan Rickman) finalmente consegue o cargo de professor de Defesa Contra as Artes das Trevas, sendo substituído nas aulas de Poção por Horácio Slughorn, um antigo professor que é recrutado pessoalmente por Dumbledore e Harry Potter.

O dia-a-dia na escola também tem suas novidades. E, sim, estou falando do romance entre Harry e uma certa menininha que sempre foi apaixonada por ele, ou então entre aquele outro casal que você já deve imaginar. Que os hormônios estão cada vez mais à flor da pele em Hogwarts, você já sabia faz tempo. Mas agora, beijos e abraços são agora parte importante da trama, tanto quanto as aventuras de outros dias. Faz parte do amadurecimento dos personagens. Ah e Ronny (Rupert Grint) finalmente entra para o tim de quadribol de Grifinória… e salva o dia!

E como falar mais da história nesse ponto é bobeira para quem já leu os livros e pode trazer spoilers para os que estão acompanhando apenas pelos filmes, vale confirmar o que está todo mundo dizendo: este é, sim, o filme mais sombrio da série até aqui. Gigantes nuvens negras fecham de vez o tempo de Londres e depois conseguem tapar o sol da Escola para Magias e Feitiçarias inglesa, onde algo jamais imaginado no início de toda a história vai acontecer.

Agora, você quer mesmo saber se o filme é bom ou não? Só lendo a crítica, que vai ser publicada por aqui em breve. Afinal, o filme estreia no dia 15 de julho. Mas sabe o que mais você vai ver aqui? Entrevistas exclusivas com o elenco. Aguarde!