Livros ︎◆ Os Contos de Beedle, o Bardo

Novas capas de ‘Beedle, o Bardo’ e informações adicionais

Potterish :: Harry Potter, o Ickabog, Animais Fantásticos e JK Rowling Novas capas de 'Beedle, o Bardo' e informações adicionaisPotterish :: Harry Potter, o Ickabog, Animais Fantásticos e JK Rowling Novas capas de 'Beedle, o Bardo' e informações adicionais
A somente dez dias de seu lançamento, as editoras Sayzansha e Egmont divulgaram hoje as capas japonesa e búlgara do livro Os Contos de Beedle, o Bardo, respectivamente. E as novidades relacionados ao esperado livro de contos não param por aí!
A Sayzansha resolveu ajudar na promoção do livro de contos divulgando alguns dados ainda não-conhecidos relacionados ao escritor fictício do livro. Entre eles está a de que ele teria nascido no século XV, contradizendo a informação previamente disseminada pela Amazon, de que o seu século de nascimento seria o XVI.

Já a Egmont revelou scans das páginas 94 e 95 de sua edição, na qual podemos ver a ilustração feita por Rowling do túmulo de Ignoto Peverell. Além disso, nelas também constam os comentários de Alvo Dumbledore quanto ao Conto dos Três Irmãos. Você pode conferir o texto, com leves spoilers, em notícia completa.

A edição japonesa chegará às livrarias nipônicas no dia 12 de dezembro, enquanto a búlgara começará a ser vendida no dia 4, mesma data de lançamento da edição brasileira.

¡Muchísimas gracias, Harry Latino!

Atualizado: O site Harry Potter ES divulgou dois novos scans promocionais dos posters japoneses de Beedle, o Bardo. Eles se encontram em nossa Galeria e podem ser conferidos aqui e aqui.

OS CONTOS DE BEEDLE, O BARDO
Trecho de ‘Os Contos de Beedle, o Bardo’
Egmont ~ JK Rowling
23 de novembro de 2008
Tradução: Renan Lazzarin

Quando era pequeno, esta história provocou uma impressão profunda em mim. Escutei-a pela primeira vez de minha mãe e logo comecei a insistir que ela lesse para mim antes de dormir. Por este motivo discutia com freqüência com meu irmão pequeno, Aberforth, cujo conto favorito era Mumble, A Cabra Suja.

Parece que a moral da história é de que os esforços do homem para deter ou retardar a morte estão condenados à falha. Apenas o terceiro irmão do conto (o menor, mas o mais sábio) compreende que já escapara uma vez da Morte e o melhor a se fazer é adiar seu próximo encontro. Este irmão menor é consciente de que, enquanto todos ridicularizam a Morte (como o primeiro irmão, que usou a violência, ou o segundo, que brinca com a misteriosa arte da necromancia), ele encontra-se com um adversário que não sabe como derrotar.

O mais interessante neste caso é que certos tipos de lendas envolvem o conto de fadas, que contradiz a mensagem do original. Segundo a lenda, as Relíquias entregues pela Morte aos três irmãos (a varinha invencível, a pedra que devolve à vida e a capa de invisibilidade) são objetos invisíveis. A lenda também diz que quem se tornar o legítimo possuidor dos três objetos se tornará o “Conquistador da Morte” (também conhecido como Senhor da Morte, Vencedor da Morte, etcétera…)”