fbpx
Livros ︎◆ O Enigma do Príncipe

Ilustradora coloca um pouco dela mesma na capa de Harry Potter

GrandPre sente pressão para criar algo especial para cada novo livro

Nova York – Mary GrandPre fala maternalmente ao proferir sobre Harry. Ela se vê nele – um pouquinho nos olhos, e algo na linha do seu queixo. Mas e esta cicatriz em forma de raio? Ei, isto não veio do seu lado da família.

O Harry em questão? Harry Potter, é claro! GrandPre é a artista por trás das ilustrações da versão americana dos livros da autora J.K. Rowling. Sua última capa, feita para “Harry Potter and the Half-Blood Prince,” foi lançada na terça. O livro, o sexto na série de sete, chega no dia 16 de Julho.

É claro, que é a imaginação de Rowling que conjura a descrição do jovem bruxo – cabelos negros e rebeldes, olhos verdes por detrás de lentes, e, não se esqueça, da cicatriz em sua fronte, cortesia de Você-Sabe-Quem (se você não-sabe-quem, provavelmente não estaria, de maneira alguma, lendo este artigo).

Se você conhece o Você-Sabe-Quem, então leia o resto da matéria aqui.

Fonte: MSNBC.

MARY GRANDPRE
Ilustradora coloca um pouco dela mesma na capa de Harry Potter

GrandPre sente pressão para criar algo especial para cada novo livro

Nova York – Mary GrandPre fala maternalmente ao proferir sobre Harry. Ela se vê nele – um pouquinho nos olhos, e algo na linha do seu queixo. Mas e esta cicatriz em forma de raio? Ei, isto não veio do seu lado da família.

O Harry em questão? Harry Potter, é claro! GrandPre é a artista por trás das ilustrações da versão americana dos livros da autora J.K. Rowling. Sua última capa, feita para “Harry Potter and the Half-Blood Prince,” foi lançada na terça. O livro, o sexto na série de sete, chega no dia 16 de Julho.

É claro, que é a imaginação de Rowling que conjura a descrição do jovem bruxo – cabelos negros e rebeldes, olhos verdes por detrás de lentes, e, não se esqueça, da cicatriz em sua fronte, cortesia de Você-Sabe-Quem (se você não-sabe-quem, provavelmente não estaria, de maneira alguma, lendo este artigo).

Mas foi GrandPre, 51 anos, de Sarasota, Flórida, quem o veio desenhando para cada capa do livro arrasa-quarteirões, assim como criou as ilustrações que se encontram no início de cada capítulo. Ela o desenhou desde que era um garotinho de 11 anos no livro um até um adolescente de 16 no livro 6.

“É um desafio fazer um personagem… e ter certeza que ele se apresente de maneira coerente com sua idade e que pareça com que 1 ano tenha passado,” ela contou para a Associated Press, “Eu sinto como se fosse sua mãe, eu penteio seu cabelo ou bagunço. E o faço estar bem antes que ele ‘atravesse a porta’”!

GrandPre que vem ilustrando livros por 15 anos e trabalhando como artista por 25, não tinha a menor idéia em onde ela estava embarcando quando atendeu ao telefonema da Scholastic, a editora americana de Rowling, sobre criar a arte para o primeiro livro. Ela então pediu para ler o trabalho, para ver se lhe era conveniente. (Ela ainda continua tendo de ler todos livros antes de criar as capas, fazendo dela uma das poucas pessoas no mundo que já tenham lido o livro 6. E não adianta aborrecê-la perguntando sobre o que irá acontecer , ela não vai te contar!)

GrandPre amou o que leu “É como uma loja de doces para um ilustrador,” ela disse, “Eu rapidamente me conectei com o Harry e amei a maneira como J.K. descreve tudo, ela é uma pessoa que pensa visualmente. Não tem como não deixar de ver isso!”

GrandPre criou a arte dos livros de seu modo para cada livro subseqüente – indo através da história à procura de destaques, pincelando descrições. Então vêm os croquis, idéias distintas para a capa e os capítulos. “Eu faço muitos rascunhos”, ela diz, “Eu re-desenho e re-desenho.” GrandPre chama seu estilo “suavemente geométrico” e utiliza a combinação de linhas retas, ângulos acentuados e curvas para criar suas imagens coloridas.

Usando camadas de pinturas a pastel no papel, GrandPre cria os trabalhos que deseja e envia para os editores. Ela é cuidadosa para não criar algo que seja muito óbvio – ela só deseja dar algumas dicas para o leitor, não contar o que vêm a seguir. “Eu tenho que mostrar ao leitor a essência do livro sem mostrar algo a mais,” ela diz, “Eu tenho que seduzir o leitor a ler o livro”. Quão os livros foram mudando, adotando um tom mais sombrio, as cores da palheta foram acompanhando, de uma combinação de tons claros no livro 1 para sombras azuis no 5.

Algo que ela não faz, é discutir o livro com J.K. Rowling. Scholastic mostra os desenhos à Rowling a medida que eles são criados, mas as duas nunca colaboram. GrandPre a conheceu, quando Rowling fez uma visita aos EUA. “Ela foi maravilhosa e mostrou que aprecia bastante meu trabalho!” Disse GrandPre.

A série Harry Potter se tornou um fenômeno global, e cara, GrandPre sabe disso!

“É necessário muito foco para trabalhar neste projeto, há um pouco de pressão,” ela admite. “Eu não sei se trabalharia num outro projeto dessa magnitude.”

Mas ela amou isso, e é agridoce quanto a capa do livro final.

“Eu ficarei triste. Eu fiquei muito agarrada a Harry e todo seu mundo,” ela diz “Eu suponho que tenha aproveitado cada bocadinho disso porque será o último”.