Não categorizado

HP e a volta do latim: uma alternativa também para o Brasil?

O estado crítico da educação é apontado como maior trava para o desenvolvimento do nosso país como um todo. Porém quais críticos trazem à tona soluções para o problema? Na linha desses personagens ativos, o doutor em Letras Marco Antônio Bomfoco assina artigo, no jornalZero Hora deste domingo, sobre o propósito educativo da obra de JK Rowling.

O texto é direto e claro em relação ao tema apresentado. Escolas americanas e britânicas, segundo dados de Marco, fazem uso dos livros para melhorar o ensino, através da leitura e, quem diria, até mesmo pelo estudo do Latim.
Leia abaixo um pequeno trecho:

“Exemplo disso é que Harry Potter, a personagem de uma série de livros infanto-juvenis, está participando do esforço para elevar o nível do letramento das crianças. E há mais: ele tem feito com que estudantes dos EUA e da Inglaterra dediquem-se ao estudo do latim. São frequentes na série expressões e encantamentos em latim como impervius, accio, petrificus totalus, expelliarmus etc.”

Marco encerra o texto com uma conclusão exemplar que serve de lição para alunos e professores. E como não poderia deixar de ser, propõe uma forma democrática de acesso as mais diversas literaturas.

Artigos desse tipo costumam ser raros na mídia nacional, portanto não deixe de conferir aqui o texto completo!