Filmes e peças

Por R$ 9,90 cada, Harry Potter está disponível no Brasil em 4K; saiba como assistir

A era da alta definição começou no Brasil em 2007, com a transmissão da TV digital HD. Hoje, quase todo mundo tem uma TV full-hd em casa, que transmite imagens na resolução 1080p, além de videogames como PlayStation e Xbox, que leem discos Blu-Ray, e acesso a streamings em alta definição. Agora, estamos correndo atrás da ultra alta definição, mais conhecida como 4K. Os filmes de Harry Potter e Animais Fantásticos estão disponíveis nesta resolução.

Antes caríssimos, os modelos de TV 4K mais básicos já têm preços acessíveis, com modelos de 43 polegadas que giram em torno de R$ 1,7 mil. O problema é encontrar filmes e séries em Ultra HD: na Netflix, somente as produções originais estão disponíveis em 4K, enquanto, no Amazon Prime Brasil, não há nada. Blu-Ray em 4K tem preços inacessíveis. Eis que surge uma opção para deixar os conteúdos mais acessíveis: a Apple TV. 

Não precisa ser assinante nem ter um aparelho da Apple. Basta ter uma SmartTV Samsung, Sony ou LG para baixar o aplicativo e ter acesso aos filmes em 4K. Não confunda com a Apple TV+, que é o serviço de assinatura dentro da Apple TV. No app, estão disponíveis para compra ou aluguel um catálogo muito grande de filmes e séries em ultra alta-definição – inclusive os oito filmes de Harry Potter e os dois de Animais Fantásticos, à venda por R$ 9,90 cada.

A plataforma é o que há de mais acessível no mercado, comparado com os R$ 2 mil que seriam gastos em um leitor de Blu-ay 4K, difíceis de encontrar, mais centenas de reais em cada um dos discos. A pergunta é: vale a pena investir na ultra alta-resolução? Veja as respostas abaixo.

Tem diferença mesmo entre filmes HD e 4K?

Sim. A imagem do 4K tem o dobro da qualidade do HD comum e ainda possui a tecnologia HDR.

O que é HDR? 

Se você tem um bom smartphone, deve ter percebido que a câmera principal dele tem a opção de fotografar com HDR. Funciona assim: a câmera tira duas fotos ao mesmo tempo, uma sua e uma do céu iluminado atrás de você. A partir disso, o sistema junta as duas fotos para formar uma imagem só que tenha a mesma qualidade de visualização tanto de você quanto do céu. Desta forma, ao invés de você aparecer com cores perfeitas e o céu surgir como um completo branco vazio, tanto você quanto o céu azul aparecerão da melhor forma possível.

Imagine esta tecnologia em um filme. Para ter uma ideia de como funciona esta tecnologia na prática, veja as imagens abaixo. À esquerda, não há o uso do HDR. Ao centro e à direita, há duas intensidades de HDR.

Potterish Por R$ 9,90 cada, Harry Potter está disponível no Brasil em 4K; saiba como assistir
(Imagens: Adobe/Divulgação)

Como filmes antigos, gravados antes da existência do 4K, conseguem ser lançados com esta resolução?

Os filmes eram gravados em película, de forma analógica. Isso significa que eles têm capacidade de atingir níveis de qualidade de imagem digital muito altas, desde que exista a tecnologia para digitalizar e, claro, que o estúdio que produziu o filme tenha guardado com carinho o rolo de filme original.

Todos os filmes gravados hoje são 4K?

Não, porque gravar em 4K custa muito caro. Se o filme tiver muitos efeitos visuais, sai mais caro ainda. Para se ter uma ideia, alguns filmes gravados em 4K não criam as cenas de efeitos visuais nesta qualidade, mas em HD padrão.

Até pouco tempo atrás, somente Power Rangers, de 2017, havia sido gravado em 6K com efeitos visuais criados em 4K. Nem Vingadores: Guerra Infinita e Ultimato fizeram isto. Harry Potter muito menos. Mas os dois Animais Fantásticos, sim.

O que é Dolby Vision?

Dolby Vision é uma tecnologia de HDR aprimorada, que oferece ainda mais intensidade nas cores e na iluminação do LED da TV, o que torna o 4K mais impactante. Poucas TVs têm este recurso. Para ter esta experiência, é preciso que tanto o filme quanto a TV tenham a tecnologia. Por isso, as TVs com Dolby Vision também têm o HDR comum, para reprodução de filmes ou seriados que não têm esta tecnologia especial.

Todos os filmes lançados em Blu-Ray 4K são 4K de verdade?

Não – inclusive Harry Potter. Nas últimas duas décadas, filmes gravados em películas eram pós-produzidos – com a inserção de cortes, efeitos visuais e sonoros – no formato digital. Muitos destes filmes, como Harry Potter, foram pós-produzidos em 2K, porque custa mais barato e, na época, não existia reprodução 4K nos cinemas ou nas casas. Não fazia sentido, portanto, gastar este dinheiro à toa.

Mesmo hoje, muitos filmes gravados digitalmente em 4K são pós-produzidos em 2K para evitar altos custos. É o caso de todos os filmes da Marvel Studios, mesmo os mais recentes.

O trio de Harry Potter durante as gravações do primeiro filme
O trio de Harry Potter durante as gravações do primeiro filme

E como estão os filmes de Harry Potter?

Apenas Harry Potter e a Pedra Filosofal e Harry Potter e a Câmara Secreta têm versões 4K reais, ou seja, gravadas e pós-produzidas em 4K. Todos os demais foram pós-produzidos em 2K, o que significa que o Blu-Ray 4K caríssimo na verdade é um 4K fake, editado para simular um efeito de imagem 4K.

Por que os produtores fizeram isso?

Ninguém sabe. É tudo especulação. Pode-se afirmar que, a partir de Harry Potter e Prisioneiro de Azkaban, a complexidade dos efeitos visuais era muito maior, o que exigiria um custo bem mais alto para pós-produzir em 4K.

E Animais Fantásticos?

Animais Fantásticos e Onde Habitam foi gravado e pós-produzido em 4K, enquanto Os Crimes de Grindewald foi filmado em 6K e pós-produzido em 4K, com efeitos visuais em 4K e tecnologia Dolby Vision.

Grindelwald, Newt e Dumbledore em Animais Fantásticos, à frente do castelo de Hogwarts
Grindelwald, Newt e Dumbledore em Animais Fantásticos (Imagem: Warner Bros. Pictures/Divulgação)

Então não vale a pena comprar os outros filmes de Harry Potter em 4K – na Apple TV ou em Blu-Ray 4K?

Não exatamente. Apesar de ser um 4K fake, existe uma melhora na qualidade da imagem. Não tão grande quanto nos dois primeiros, mas há. De qualquer forma, o HDR está lá e, no caso da Apple TV, o Dolby Vision foi aplicado a todos eles.

No site 4K Media, há uma lista com todos os filmes lançados em 4K e a avaliação se o 4K é real ou fake, além da disponibilidade de HDR e Dolby Vision.

Existe possibilidade de um dia termos os filmes de Harry Potter em 4K real?

Existe. Para isso, a Warner Bros. teria que remasterizá-los do zero. Isso implica em reinserir, um a um, todos os efeitos visuais e sonoros, reajustar a coloração e salvar em 4K. Custaria milhões.

No vídeo abaixo, é possível comparar o Blu-Ray de Harry Potter e a Câmara Secreta com o Blu-Ray 4K. É nítido que as cores são mais vivas. Como o vídeo está em 4K, você só conseguirá perceber a diferença se o monitor do computador, celular ou TV em que estiver assistindo também tiverem suporte ao 4K. 

Como posso comprar os filmes de Harry Potter em 4K?

O preço mais acessível está na Apple TV. Ao preço de R$ 9,90 cada, você terá acesso tanto à versão 4K quanto à versão HD comum. O app escolhe automaticamente qual das duas versões irá reproduzir de acordo com a TV e a qualidade da conexão com a internet.

Os filmes podem ser baixados no celular, computador ou tablet somente na versão HD comum. A versão em 4K só pode ser assistida por streaming, conectado à internet.

Leia também:

Veja mais notícias sobre Harry Potter no POTTERISH