Filmes e peças

Emma Watson fala sobre Hermione e sua carreira no futuro

A atriz Emma Watson, que recentemente finalizou suas gravações como Hermione, concedeu uma entrevista, a algum tempo atrás, para a Sky Movies Magazine em promoção do filme Harry Potter e o Enigma do Príncipe, que estreiará no canal Sky Movies no dia 22 de Outubro.Emma comentou sobre sua tensão ao gravar as útlimas películas da série:

Você se sente como se estivesse no final de uma jornada?
Me sinto muito pressionada porque sinto que esta é minha última vez, minha última chance. Eu não quero ter nenhum arrependimento. Eu quero que essa seja a melhor performance que eu já dei. Eu quero saber que eu fiz o melhor que podia. É muito estranho”.

Quando perguntada sobre sua relação com os livros da saga, Emma responde:

“Eu amo o trabalho da Rowling. Sempre amei os livros. Sou a primeira pessoa a dizer, “Isso não está tão bom quanto estava no livro”. E também, “Esta fala é muito melhor, está no livro!”

Confiram a capa da revista com uma foto antiga de Emma neste link, e a tradução completa da entrevista logo abaixo. Continuem ligados no Ish para mais notícias.

EMMA WATSON
A Estrela de Harry Potter se forma em Hogwarts com estilo

Sky Movies Magazine
01 de setembro de 2010
Tradução: Juliana Torres e Gabriel Amaral

Gente, olhem para ela! Com a estréia de Harry Potter e o Enigma do Príncipe chegando na Sky Movies Premiere / HD em 22 de outbro, “Sky Movies Magazine” conversa exclusivamente com a resoluta bruxa Emma Watson e, na próxima página, seus colegas Daniel Radcliffe e Rupert Grint, falam sobre crescer sob os holofotes, o lado ruim da fama e o que vem depois…

Hermione é “o máximo”, de acordo com a atriz que a interpreta.

Emma Watson percorreu um longo caminho desde que apareceu nas telas de cinema como a colega angelical (porém precoce) de Harry Potter, em 2001. Com seis filmes que quebraram os recordes em seu histórico e mais o final duplo, “Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 1 e 2” estreando em novembro deste ano e julho do ano que vem, respectivamente, Watson, com 20 anos, tem sido ferozmente produtiva. Você esperaria que ela não tivesse tempo para nada além de agitar sua varinha.

Mas você pode estar errado; enquanto Hermione Granger é sem dúvida o cérebro do trio, ela não é em hipótese alguma a única inteligente. A esforçada Emma foi de “Potter” para um nível de sucesso avançado e está estudando na Brown University, nos EUA.

Como se não bastasse, ela virou um ícone da moda. Lá se foi a desengonçada adolescente e, em seu lugar, surgiu uma jovem mulher sofisticada que raramente não está nas primeiras fileiras das passarelas. Ela até já tentou a carreira, assinando um contrato para a linha de moda Burberry.

Hoje, Watson está novamente trabalhando como Hermione Granger: coleção de Outdoors. Com a segurança de olhos abertos para fotógrafos de tablóides, nós nos encontramos com ela e o resto do elenco “Potter” num dia agitado de filmagem em Burnham Beeches.

Dando um tempo para as lentes e o carpete sem fim de neve falsa para poder conversar e conseguir se aquecer um pouco, Watson é tão fácil de se conversar quanto é comprometida com o que faz. O que fica claro é que ela amou cada minuto da jornada até agora, mas com muitas opções a sua frente – atuação, moda, vida acadêmica – a estrela está indecisa sobre onde o futuro a levará…

Você se sente como se estivesse no final de uma jornada?
Me sinto muito pressionada porque sinto que esta é minha última vez, minha última chance. Eu não quero ter nenhum arrependimento. Eu quero essa seja a melhor performance que eu já dei. Eu quero saber que eu fiz o melhor que podia. É muito estranho.

Você tem pensado no que vai fazer depois?
Eu realmente preciso recarregar minhas baterias e ir ser eu mesma por um tempinho.

Você vai continuar atuando?
Eu realmente não sei. Acho que preciso encontrar outras coisas que eu possa fazer e confiar em mim mesma, longe da atuação. Sei que posso interpretar Hermione, mas sei lá… veremos.

Quando você encontrava tempo pra estudar?
Era algo que eu queria muito. Se você quer muito alguma coisa, você arruma tempo para ela. A maior parte da leitura eu fazia quando estava sentada no caminhão da maquiagem. Eu sentava e escrevia e tinha meu laptop no colo, trabalhava nos fins de semana. Era exaustivo. Mas valeu a pena, estou muito orgulhosa.

Quais foram os desafios envolvendo a filmagem de “Enigma do Príncipe”?
Tem muito mais o que ser feito na relação de Hermione e Ron. Hermione ficou muito mais séria nos últimos dois filmes então foi muito legal fazer algumas cenas engraçadas com Rupert e ele é ótimo nisso. Hermione é aquela que pensa em tudo e faz todo o planejamento. Às vezes olho para ela e penso, eu não sei como ela não entra em colapso… Vocês devem estar cansados de ouvir “Eles estão ficando sombrios”, mas está indo nessa direção!

Você tem alguma cena favorita?
A cena de Quadribol com Ron. Eu não pude acreditar o quão engraçada ela foi, ele simplesmente me matou. Eu não conseguia parar de rir. Dito isso, foi minha cena favorita de filmar – foi em um dos dias mais frios do ano e nós ficamos fora por horas!

Como você acha que mudou ao longo da série?
Eu mudei muito em alguns aspectos e não muito em outros. A série ocupou-me dos nove aos vinte anos e desse modo foram 10 anos. Acho que fiquei muito mais confortável com a produção de filmes. Era tudo tão novo para mim, mas agora já é da minha natureza. Cheguei ao ponto de ser capaz de ser muito mais criativa com isso. Eu conheço a personagem como se fosse a palma da minha mão.

Você sempre mantém os livros de Harry Potter por perto?
Sim, eu amo o trabalho da Rowling. Sempre amei os livros. Sou a primeira pessoa a dizer, “Isso não está tão bom quanto estava no livro”. E também, “Esta fala é muito melhor, está no livro!

Você tem um favorito?
Amo o terceiro. Lembro do meu pai lendo-o para mim e eu adorei. Também é meu filme preferido e havia uma grande parte para Hermione nele. Em uma delas eu pude me aprofundar bastante. Gosto do aspecto menininho da Hermione, quando ela faz parte da ação.

O que você gosta na Hermione?
Ela tem um coração de ouro. É a primeira simpatizar com qualquer um em oposição a ela. É tão determinada, leal e uma garota tão forte… mulher! Ela é o máximo.

Como você conseguiu lidar com o público?
Eu costumava morar em Oxford, mas agora moro em Londres para ficar próxima dos sets. As viagens diárias eram simplesmente loucas. Desde que me mudei para Londres eu comecei a sentir uma certa tensão ao sair de casa. “Harry Potter” tem um alto nível de interesse, qualquer coisa – mesmo que não seja nada – é notícia.

Você imaginava que seria tão grande?
Mesmo que o produtor David Heyman soubesse, como você explicaria isso para uma criança de 9 anos? Eu era tão ingênua. A primeira vez que alguém me pediu para autografar um livro eu achei a coisa mais estranha no mundo.

Com qual dos grandes atores você se relacionou mais?
Eu descobri que muitos dos artistas estão envolvidos com a arte – algo que eu amo e passei com A. Eu acabei conversando com Alan Rickman porque ele é formato em arte, assim como Robbie Coltrane, Chris Columbus e Judi Dench. Também me dei muito bem com Emma Thompson. Amava como ela era realista, tão normal e gentil, e não ignora ninguém, presta atenção em todo mundo desde o cara do som até o diretor. Eu realmente amava cada detalhe dela. Maggie (Smith) é um doce. Ela me mandou chocolate e uma carta no Natal.

E com J. K. Rowling?
Ela participa mais dos filmes agora que parou de escrever os livros, mas mesmo assim é muito ocupada. Ela tem uma família, está escrevendo e tudo mais. Ela se envolve mais agora, o que é muito legal e sempre que eu a vejo nos damos muito bem. Ela é bem engraçada – muito, muito sagaz.

Ela é muito parecida com Hermione?
Definitivamente. Você pode perceber. Ela é tão inteligente!