J. K. Rowling ︎◆ Lumos

J. K. Rowling pede que jovens não façam trabalho voluntário em orfanatos

A escritora J. K. Rowling lançou uma campanha contra o trabalho voluntário em orfanatos durante uma aparição surpresa no evento One Young World, voltado a jovens líderes, que ocorreu na quinta-feira (24).

A campanha, que usa a hashtag #HelpingNotHelping (#AjudandoSemAjudar), é liderada pela ONG Lumos, criada e presidida por Rowling. A instituição busca fechar as portas de todos os orfanatos ao redor do mundo e diz que oito a cada dez crianças que vivem em orfanatos têm pai, mãe ou um familiar vivo que poderiam cuidar delas, se tivessem algum apoio financeiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Lumos explica que grande parte dos pais não gostaria de abandonar os filhos em orfanatos, mas acabam por fazê-lo devido à pobreza extrema provocada por guerras e desastres naturais. Em discurso no evento, a autora de Harry Potter criticou os orfanatos:

“Alguns orfanatos são montados literalmente para explorar crianças. As crianças são a isca para doações estrangeiras.”– J. K. Rowling

Alerta

Ainda durante o discurso, a escritora fez um alerta para os jovens que fazem intercâmbio para trabalhar voluntariamente em orfanatos durante as férias. Rowling também pediu para que viajantes não visitem orfanatos em hipótese alguma. “Muitas vezes, esses jovens vão embora acreditando que fizeram o bem e ficam horrorizados quando percebem que podem ter contribuído para a perpetuação do abuso”, afirmou.

A campanha #AjudandoSemAjudar pede que empresas, escolas e universidades interrompam doações para orfanatos e garantam que eles não promovam ou participem de viagens a orfanatos.

J. K. Rowling durante o evento One Young World, que ocorreu em Londres na quinta-feira (24)

Leia também: