Chapéu Seletor

Um Chapéu Seletor em O Rei Leão

Por Gabriela Benevides

Vinte e cinco anos após o lançamento da animação, o live-action de O Rei Leão estreou nos cinemas. Em comemoração, o POTTERISH levou o Chapéu Seletor até a savana africana para descobrir para quais casas de Hogwarts os animais seriam selecionados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Simba: Grifinória
Filho único e herdeiro do trono, Simba gosta de ser o centro das atenções e não vê a hora de se tornar rei. Ele é muito corajoso e impulsivo. Nunca avalia se é realmente necessário colocar a vida em risco; pelo contrário: na maioria das vezes, faz só para se gabar, impressionar os outros e, por fim, encher o peito para dizer que “ri na cara do perigo”.

(Imagem: Walt Disney Pictures/Divulgação)

Mufasa: Corvinal
Mufasa foi um governante que se destacou por uma sabedoria digna de Rowena Ravenclaw. Ele avaliava as situações para escolher quando precisava ser valente ou quando precisava apenas trocar algumas palavras para resolver um problema.

(Imagem: Walt Disney Pictures/Divulgação)

Nala: Sonserina
Nala é tão corajosa quanto Simba, mas não é impulsiva. A leoa se arrisca só quando necessário, como na ocasião em que partiu em busca de ajuda para os problemas do reino tomado por Scar. Para ela, seu objetivo, salvar a savana, é mais importante do que qualquer outra coisa. Por isso, apesar de ficar chateada, ela não vê problema em deixar Simba para trás e correr o risco de perder uma amizade tão importante quando o leão se recusa a voltar à Pedra do Rei.

(Imagem: Walt Disney Pictures/Divulgação)

Timão: Sonserina
Apesar de não ter grandes objetivos além de sobreviver e curtir a vida, o pequeno suricato é muito ambicioso. Como está em desvantagem física, a inteligência é o que garante sua sobrevivência na savana a partir do momento em que ele se aproxima de Pumba e, mais tarde, de Simba, que são maiores e podem protegê-lo.

(Imagem: Walt Disney Pictures/Divulgação)

Pumba: Lufa-Lufa
Inocente e bem-humorado, tudo que Pumba quer na vida é relaxar. Tendo o famoso Hakuna Matata como lema, o javali não se importa em obedecer aos caprichos de Timão. Ele não é corajoso por natureza, mas, quando Simba corre perigo ao desafiar Scar pelo trono, Pumba faz questão de ir à Pedra do Rei para ajudá-lo, demonstrando uma lealdade característica da Lufa-Lufa.

(Imagem: Walt Disney Pictures/Divulgação)

Scar: Sonserina
Amargurado por não ter herdado o trono, Scar monta vários planos para se livrar do irmão e do sobrinho. Sua esperteza é voltada apenas para seu objetivo, que é assumir o trono. Esta ambição, digna da Sonserina, é o que o leva a conseguir tomar a Pedra do Rei – mesmo que não por muito tempo.

(Imagem: Walt Disney Pictures/Divulgação)

Rafiki: Corvinal
O mais sábio do reino, Rafiki consegue interpretar sinais que outros animais sequer conseguem perceber, como quando descobre que Simba está vivo. Sem julgar o leão, ele consegue convencê-lo a retornar à Pedra do Rei de maneira inteligente, mostrando que o caminho de volta para casa pode ser trilhado a partir do aprendizado, em vez da culpa.

(Imagem: Walt Disney Pictures/Divulgação)

Zazu: Lufa-Lufa
O conselheiro e assistente de Mufasa é muito leal. Embora seja mais frágil do que os outros animais com quem convive, o pássaro é capaz de desafiar Simba até mesmo Scar para que a palavra e a memória de Mufasa permaneçam relevantes e respeitadas.

Foto: Disney/Divulgação

Sarabi: Lufa-Lufa
Apesar de ser uma personagem coadjuvante, a mãe de Simba comprova sua lealdade lufana. Mesmo após perder o marido, o filho e o reino, Sarabi permanece leal aos três, sem ceder aos caprichos de Scar, que tentou a todo custo fazer que ela abandonasse o passado para se tornar sua companheira.

(Imagem: Walt Disney Pictures/Divulgação)

Leia outras listas de Chapéu Seletor no POTTERISH