Artigos

A determinação e a ousadia dos gêmeos Weasley

Fred e Jorge Weasley são responsáveis pela maior parte das gargalhadas durante a leitura de Harry Potter. Eles são aqueles que todos gostariam de ter como amigos e poucos professores gostariam de ter como alunos. No entanto, apesar de serem conhecidos por este senso de humor, os gêmeos iam além do alívio cômico. Eles foram exemplos de determinação e coragem.

Os gêmeos eram membros genuínos da Grifinória: leais à família e aos amigos, dedicados aos seus projetos e corajosos. Em Hogwarts, participaram ativamente da Armada de Dumbledore em oposição à tirania de Dolores Umbridge e, na Segunda Guerra Bruxa, lutaram tão bravamente que Jorge perdeu a orelha, e Fred, a vida. Ao mesmo tempo, nunca deixaram que os tropeços e a desaprovação da família os impedissem de seguir o sonho de viver de uma loja de logros e brincadeiras.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O estudo formal nunca foi o foco deles, apesar de que tinham notas boas, de modo geral. Suas aptidões estavam ligadas à criação e ao comércio de brincadeiras, o que não era apreciado pelos adultos. A família esperava que eles “criassem juízo” e conseguissem empregos fixos no Ministério da Magia, como o pai e os irmãos mais velhos. Molly, por exemplo, queimou formulários de pedidos que encontrou escondidos, alegando que as invenções eram perigosas e não lhes dariam futuro.

Fora de casa, os gêmeos também tiveram um grande obstáculo: a falta de dinheiro. Por serem ambiciosos, as pessoas se aproveitavam deles, como Ludo Bagman, com quem apostaram todas as economias que tinham guardado na intenção de arrecadar verba para a fundação da loja física da Gemialidades Weasley, mas foram pagos com ouro de Leprechaun, um dinheiro que simplesmente sumiu após algum tempo.

A loja Gemialidades Weasley no Beco Diagonal (Imagem: Warner Bros. Pictures/Reprodução)

Estas adversidades, no entanto, não foram fortes o suficiente para que eles perdessem o entusiasmo. Com muita competência para empreender e o pouco dinheiro que tinham, Fred e Jorge conseguiram construir uma loja para trabalhar com o que amavam. Aos poucos, o que começou com testes em um pequeno quarto na Toca se tornou uma conquista lucrativa e cheia de personalidade.

Depois de alcançarem esta vitória pessoal, Fred e Jorge se voltaram para o bem coletivo. Lutaram na Batalha dos Sete Potter, em que Fred perdeu a orelha, e na Batalha de Hogwarts, onde Fred perdeu a vida. No entanto, nada foi em vão, pois eles não eram simples soldados que atendiam a comandos. Fora do campo de guerra, os gêmeos participavam do Observatório Potter, um programa de rádio que funcionava como resistência ao terror de Lord Voldemort e dos Comensais da Morte. Sob os codinomes de Rapier e Rodent, eles encorajavam a comunidade bruxa a apoiar Harry Potter e noticiavam o que era abafado pelo Ministério da Magia e pelo Profeta Diário, sem nunca perder a alegria, mesmo em tempos sombrios.

No livro As Relíquias da Morte, Fred morre em uma explosão enquanto duelava com o Comensal da Morte Pio Thicknesse junto com seu irmão Percy dentro do castelo de Hogwarts (GIF: Warner Bros. Pictures/Reprodução)

No dia 1º de abril, aniversário de Fred e Jorge Weasley, é preciso reconhecer a maior lição que os gêmeos ensinaram: é preciso lutar com muita ousadia e determinação pelos seus sonhos e por aquilo que você acredita ser o certo, mesmo que grandes obstáculos apareçam para atrapalhar a jornada.

Colaboraram: Marina Anderi e Pedro Martins