Atores

Daniel Radcliffe relembra que bebia para lidar com problemas da fama

O ator Daniel Radcliffe relembrou o período em que recorreu ao álcool para escapar dos problemas causados pela fama da saga Harry Potter. O assunto surgiu durante uma entrevista ao programa norte-americano Off Camera With Sam Jones, exibido na quarta-feira (20), mas em 2012 ele já havia admitido o vício em bebidas durante a adolescência.

Radcliffe, que se tornou famoso ainda criança, disse que ficar bêbado era a única forma que encontrava para ignorar a atenção que as pessoas prestavam nele e fingir para si mesmo que não estava sendo observado. “Quando você fica bêbado, toma consciência de que as pessoas estão te olhando ainda mais por estar bêbado, então você bebe mais para ignorar isso”, disse.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

À revista britânica Heat, em 2012, ele disse que já tinha aparecido alcoolizado em algumas gravações de Harry Potter. “Eu não quero entrar em detalhes, mas eu bebi muito e diariamente. Eu posso dizer com orgulho que nunca bebi enquanto trabalhava. Eu ia para o trabalho alcoolizado, mas nunca bebi lá. Posso apontar muitas cenas onde eu estava mal”, contou.

Daniel detalhou o problema com alcoolismo à revista britânica GQ, também em 2012. Ele diz que foram necessários alguns anos para superar os problemas com o álcool. “Eu acordei de manhã, depois de uma noitada, e percebi que aquilo não era bom”, relembrou.

O último trabalho de Daniel Radcliffe foi a série de TV Miracle Workers, que estreou nos Estados Unidos no início de fevereiro e deve ser exibida no Brasil pelo canal TBS (Imagem: TBS/Divulgação)

O ator reconhece que recorrer ao álcool foi uma maneira irresponsável de lidar com os problemas, mas critica a pressão para que famosos estejam felizes a todo momento. “Você tem um bom trabalho; você tem saúde; você não tem o direito de se sentir triste”, reclamou.

Esta experiência o ajudou a ser mais compreensível com outros artistas. “Não há um guia para fazer esse negócio certo, ainda mais quando você é tão novo. Por isso, quando as pessoas pegam no pé do Justin Bieber por fazer corridas clandestinas ou coisas assim, eu digo: ‘Sim, mas nunca se sabe. As coisas podem estar muito loucas para ele neste momento’.”

Radcliffe assegurou, no entanto, que sempre deu grande importância ao trabalho, mesmo com as dificuldades. “Mesmo no momento mais crítico, eu ainda amava muito meu trabalho e adorava ir para o set. Nunca houve um momento em que eu desejei não ser Harry Potter.”

Colaborou: Pedro Martins