Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald ︎◆ Direto do set

Os Crimes de Grindelwald | Por que o filme se passa em Paris?

Ainda há muito mistério em torno do enredo de Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald. No entanto, em conversa com os atores e os produtores durante nossa visita ao set de filmagem, descobrimos o quê – ou melhor, quem – levará Newt Scamander e o restante dos personagens a Paris.

ATENÇÃO: O texto traz algumas revelações sobre os personagens e o enredo do filme.

Após sobreviver à tentativa do MACUSA de destruí-lo, Credence é quem leva a maioria dos personagens à capital francesa ao encontrar emprego no Circo Arcanus, um espetáculo de aberrações mágicas que está a caminho de Paris. Nos meses que se passaram entre o primeiro filme e este, o garoto desenvolve a habilidade de controlar totalmente o Obscurus que carrega dentro de si – o que é surpreendente, visto que não há relatos de um Obscurial que tenha sobrevivido para além da infância. Para muitos, a energia destrutiva desta força maligna significa perigo, mas, aos olhos de Grindelwald, trata-se uma imensa fonte de poder.


Foto: Warner Bros. Pictures/Divulgação

“Grindelwald acredita que Credence é a chave para o seu poder.”
– David Heyman, produtor

No início deste filme, o bruxo das trevas escapará do MACUSA e irá para Paris, onde estabelecerá uma nova base de operações. O que o leva à cidade das luzes, no entanto, não são baguetes, croissants ou a elegância francesa. Grindelwald está simplesmente caçando a sua tão desejada fonte de poder. Desde o primeiro filme ele está atrás de Credence. Afinal, o motivo de sua ida a Nova York disfarçado de Graves foi o Obscurial.

Em Paris, Grindelwald expandirá sua influência sobre a comunidade bruxa. Em um anfiteatro sob um cemitério, o bruxo fará discursos. “Ele é muito sedutor e carismático. Consegue fazer com que as pessoas o sigam”, explica o produtor David Heyman ao POTTERISH. “Ele acredita na superioridade dos bruxos sobre os trouxas e faz um discurso persuasivo a respeito disso. Não um discurso no qual eu ou vocês fôssemos acreditar, mas é possível entender por que algumas pessoas acreditam – e isso é assustador.”


Foto: Warner Bros. Pictures/Divulgação

Sabendo que Grindelwald está em Paris, é para lá que Dumbledore mandará seu aliado, Newt. “Ambos estão usando as pessoas – um para o bem, outro para o mal”, conta o supervisor de arte Martin Foley.


Foto: Warner Bros. Pictures/Divulgação

Enquanto isso, Queenie não superou sua paixão pelo no-maj Jacob. Sabendo que as leis britânicas são mais permissivas com as relações entre bruxos e trouxas, Queenie decide deixar Jacob inconsciente e levá-lo para Londres. O que ela não sabia é que seu plano cairia por terra. Ao descobrir que de repente está do outro lado do mundo, Jacob não fica nada feliz. Mesmo que ele não verbalize esse sentimento, Queenie o descobre devido à habilidade de ler mentes (legilimência), o que a deixa triste o suficiente para deixá-lo. Jacob, então, precisará da ajuda de Newt para encontrá-la e, por isso, terá que acompanhar o magizoologista em sua missão em Paris.


Foto: Warner Bros. Pictures/Divulgação

E Tina? Onde está?

Também em Paris.

Apesar de ter controle absoluto de seu Obscurus, Credence continua vulnerável e sozinho. Por isso, Tina parte para a França em uma investigação secreta e não autorizada para encontrá-lo. “O calcanhar de Aquiles dela – o que consegue fazê-la ignorar as regras – é este jovem indefeso em apuros. Ela tem uma espécie de obsessão por Credence e se sente muito responsável por ele”, explica Katherine Waterston, que interpreta Tina, ao BuzzFeed. No entanto, quando Tina estiver se aproximando do garoto, precisará enfrentar outras forças poderosas que o estão caçando – seja para destruí-lo ou… para se aproveitar de seus poderes.


Foto: Warner Bros. Pictures/Divulgação

Leia também:

Roteirizado por J. K. Rowling e dirigido por David Yates, Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald chega aos cinemas brasileiros em 15 de novembro de 2018.

Pedro Martins é estudante de jornalismo e editor-chefe do Potterish. Ele viajou à Inglaterra a convite da Warner Bros. Pictures

Revisão: Renato Ritto e Vinícius Bonafé

Atualizado em 8/11/2018