Animais Fantásticos ︎◆ Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald

Animais Fantásticos 2 trata dos perigos do absolutismo, diz produtor

Em entrevista à edição de agosto da revista britânica EMPIRE, o produtor David Heyman discutiu as questões políticas que envolvem Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald. “É sobre os perigos do absolutismo e do fundamentalismo”, disse, referindo-se ao vilão Gerardo Grindelwald, que escapa da prisão no Congresso Mágico dos Estados Unidos (MACUSA) e passa a conquistar seguidores para sua causa da supremacia bruxa.

“Para mim, Grindelwald é um vilão mais assustador [do que Voldemort]. Ele é muito persuasivo. É possível encontrar lógica em seus argumentos — o que não significa que sua metodologia seja correta.”


À época professor de Hogwarts, Alvo Dumbledore surge para derrotar Grindelwald, por quem já foi apaixonado e conhece melhor do que ninguém. No entanto, ele utilizará o magizoologista Newt Scamander nesta jornada. “É importante lembrar que Dumbledore é um mestre no que diz respeito à manipulação. Ele manipulou Harry”, completou.

A EMPIRE também revelou uma foto inédita do filme, que mostra Newt junto à sua maleta mágica. Dentro, há um recorte de jornal revelando que Tina Goldstein retornou ao cargo de Aurora e, ao lado, há desenhos de um rato marsupial e de um caracol. As anotações estão ilegíveis devido à resolução da imagem.

Leia também:
+ 8 criaturas mágicas que aparecerão em Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald se passa em Nova York, Londres e Paris, com referências às histórias de Harry Potter. O filme estreia no Brasil em 15 de novembro de 2018.