JK Rowling ︎◆ JKRowling.com

A rotina de J.K. Rowling

J.K. Rowling publicou em seu site uma sessão de perguntas e respostas sobre os bastidores de seu processo criativo. A autora acabou de terminar o quarto livro da série policial que escreve sob pseudônimo de Robert Galbraith, Lethal White (Branco Letal, em tradução literal). No momento, está trabalhando no roteiro do terceiro filme da franquia Animais Fantásticos e, assim que terminá-lo, começará a escrever um livro infantil. “Estou brincando com essa história há seis anos. Está na hora de pôr no papel”, diz.

Rotina de escrita

Para J.K. Rowling, escrever é uma necessidade – não financeira, obviamente. “Eu não me sinto eu mesma se não estiver escrevendo rotineiramente. Me sinto inquieta e estranha se não tiver nada para escrever, o que nunca acontece ultimamente porque, por escolha, tenho muitos projetos em andamento”, explica.

A autora tenta começar a trabalhar antes das nove da manhã, porque, quanto mais cedo começa, mais produtiva é. Ela normalmente escreve durante o dia, mas nos últimos dois anos virou algumas noites trabalhando nos roteiros de Animais Fantásticos. Quando começa às nove, geralmente escreve até às três da tarde. “Durante esse período de escrita, eu geralmente bebo oito ou nove xícaras de chá. Por ser tão desajeitada, prefiro comer coisas que não vão estragar o teclado se eu deixar cair. Pipoca é ideal”, brinca.

Sua sala de escrita, que fica no jardim de casa, é provavelmente seu lugar favorito no mundo – há uma sala central, uma chaleira, uma pia e um banheiro do tamanho de um armário. Ela geralmente escreve ao som de música clássica, porque vozes humanas a distraem facilmente, “embora sussurros ao fundo, como num café, sejam reconfortantes”. Não é segredo que Rowling amava escrever em cafés. Com a fama, porém, precisou abandoná-los. “O ponto de estar sozinha em uma multidão era ser anônima e livre para observar as pessoas. Quando é você quem está sendo observado, você fica muito constrangido”, relembra.

J.K. Rowling sentada em um café enquanto escreve

Antes da fama, J.K. Rowling escrevia Harry Potter em cafés

“Como escritor, seu maior desejo é emocionar as pessoas, conectar-se a elas, diverti-las ou consolá-las. Existe coisa mais maravilhosa do que ouvir que seu livro ajudou alguém a enfrentar períodos difíceis? Eu penso nas vezes em que livros foram o meu melhor conforto, de onde tirei força, e meu orgulho vai além das palavras quando ouço que alguma coisa que escrevi fez o mesmo por outras pessoas.”

Próximas publicações

Apesar de tê-lo finalizado, J.K. Rowling não revelou quando será o lançamento de Branco Letal, o quarto volume da série Cormoran Strike. O roteiro que escreveu para Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald, por sua vez, será publicado, em inglês, simultaneamente ao lançamento do filme, em 16 de novembro de 2018.

Feita pelos designers gráficos Miraphora Mina e o brasileiro Eduardo Lima, do estúdio MinaLima, a capa do roteiro de Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald destaca a cidade de Paris, onde grande parte da história acontece

Leia também:
+ J.K. Rowling explica sua função na produção de Animais Fantásticos
+ J.K. Rowling explica seu envolvimento na criação da peça Cursed Child