Listas

5 motivos pelos quais Lupin é o melhor professor de Hogwarts

Remo Lupin é um dos personagens mais amáveis de Harry Potter. Ele permanece bondoso e empático mesmo diante do sofrimento trazido pela licantropia, uma condição de vida extremamente mal-vista pelos bruxos. No dia em que Lupin completaria 58 anos, o Potterish listou cinco motivos pelos quais ele foi o melhor professor que Harry teve em Hogwarts. Leia a seguir!

1. Ele é competente

Logo depois de se formar em Hogwarts, Remo Lupin se juntou à Ordem da Fênix, onde lutou ao lado de grandes bruxos, como Alvo Dumbledore, Alastor Moody e Quim Shacklebolt, além dos amigos Tiago Potter, Sirius Black e Lílian Evans. Durante o terceiro ano de Harry Potter em Hogwarts, Lupin foi convidado por Dumbledore para ensinar Defesa Contra a Arte das Trevas, tornando-se o melhor professor que a disciplina teve.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Professor Lupin sendo aplaudido em Hogwarts.

2. Ele trata todos seus alunos como especiais

Empático, Lupin reconhece as fraquezas de cada aluno e os ajuda a superá-las. Quando Neville Longbottom revela que seu maior medo é o professor Snape, Lupin o encoraja a enfrentar o bicho-papão e não economiza nos elogios quando o garoto obtém sucesso.

“– Para a frente, Neville, e acabe com ela! – mandou o professor quando o bicho-papão aterrissou no chão sob a forma de uma barata. Craque!
E Snape reapareceu. Desta vez, Neville avançou parecendo decidido.
– Riddikulus! – gritou. […]
– Excelente! – exclamou o Prof. Lupin enquanto a classe aplaudia com entusiasmo. – Excelente, Neville. Muito bem, pessoal… Deixe-me ver… cinco pontos para a Grifinória para cada pessoa que enfrentou o bicho-papão… dez para Neville porque ele o enfrentou duas vezes.”

– Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban

Lupin enfrentando o bicho-papão.

3. Ele dá aulas extras para quem precisa

Quando percebe que os dementadores afetam Harry mais do que os outros, Lupin não poupa esforços para ajudá-lo a dominar o Feitiço do Patrono. No entanto, mesmo sabendo da urgência com que Harry precisa aprender, o professor respeita os limites e a saúde do aluno.

“– Excelente! – exclamou Lupin, aproximando-se do garoto. – Excelente, Harry! Decididamente foi um começo!
– Podemos tentar mais uma vez? Só mais umazinha?
– Agora, não – disse Lupin com firmeza. – Você já fez o bastante por uma noite. Tome…
E deu a Harry uma enorme barra do melhor chocolate da Dedosdemel.
– Coma bastante ou Madame Pomfrey vai querer me matar. À mesma hora na semana que vem?”

– Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban

Lupin ensinando o Feitiço do Patrono a Harry.

4. Ele respeita os sentimentos dos alunos

Apesar de Harry ter apenas 13 anos quando conheceu Lupin, o professor sempre tratou o aluno com respeito. Ao perceber a vulnerabilidade de Harry, Lupin o conforta, explicando que seus medos são sensatos e oferecendo o apoio necessário para encorajá-lo a enfrentar suas dificuldades.

“– Logo no começo, eu realmente pensei em Voldemort – disse Harry honestamente. – Mas depois, eu… eu me lembrei daqueles dementadores.
– Entendo – falou o professor, pensativo. – Bem, bem… Estou impressionado. – Ele sorriu brevemente ao ver a expressão de surpresa no rosto do garoto. – Isto sugere que o que você mais teme é o medo. Muito sensato, Harry.”

– Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban

Lupin conversando com Harry.

5. Ele admite seus erros e aprende com os alunos

Quando descobriu que Tonks estava grávida, Lupin, em pânico, tentou fugir e se juntar a Harry, Rony e Hermione. No entanto, Harry o impediu, dizendo que Tiago, que havia morrido tentando proteger ele e Lílian, ficaria decepcionado ao ver o melhor amigo fugindo da família. Tomado por vergonha, Lupin volta para Tonks e, mais tarde, agradece Harry convidando-o para ser padrinho do filho.

“– Tonks estará perfeitamente segura, eles cuidarão dela – respondeu Lupin, com uma firmeza que beirava a indiferença. – Harry, tenho certeza que Tiago iria querer que eu estivesse ao seu lado.
– Bem – disse Harry, lentamente –, eu não. Tenho certeza que o meu pai iria querer saber por que você não vai ficar ao lado do seu próprio filho.”

– Harry Potter e as Relíquias da Morte

Lupin e Tonks dando a mão.

BÔNUS: Ele é respeitoso até mesmo com Snape

Por causa dos Marotos, a relação entre Lupin e Snape é conturbada. Quando Lupin se tornou professor em Hogwarts, os ressentimentos de Snape só aumentaram. No entanto, mesmo depois de Snape fazê-lo ser demitido do único emprego que tinha conseguido em toda sua vida, anunciado para os alunos que ele era um lobisomem, Lupin continuou tratando Snape com civilidade e gratidão.

“– O Prof. Snape teve a bondade de preparar esta poção para mim – explicou ele. – Nunca fui um bom preparador de poções e esta aqui é particularmente complexa. […]
– Por quê…? – […]
– Tenho me sentido meio indisposto. Esta poção é a única coisa que me ajuda. Tenho a sorte de estar trabalhando ao lado do Prof. Snape; não há muitos bruxos que saibam prepará-la.”

– Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban

Lupin e Snape conversando.

+ Leia também o artigo que J.K. Rowling escreveu para o Pottermore sobre Remo Lupin.

Colaboraram: Gabriela Benevides, Pedro Martins e Renata Ventura, autora da série A Arma Escarlate.