J. K. Rowling

J.K. Rowling esclarece bloqueio de fãs no Twitter

Desde o ano passado, J.K. Rowling tem sido motivo de críticas após ter bloqueado um fã no Twitter. Segundo o usuário, o motivo teria sido um questionamento sobre a escalação de Johnny Depp como Gerardo Grindelwald. A autora, no entanto, publicou uma nota em seu site esclarecendo os motivos deste e de outros bloqueios que realiza.

“Eu tenho uma regra simples quando bloqueio pessoas no Twitter, algo que faço raramente. Eu bloqueio quando meu limite pessoal é ultrapassado em termos de agressividade ou linguagem ofensiva.


O fato de eu ter bloqueado um fã no Twitter gerou alguma publicidade recentemente. Ao contrário do que afirma o fã em questão, ele não foi bloqueado por ter perguntado sobre Johnny Depp estar interpretando Grindelwald.

Eu vi vários tweets desse indíviduo em particular por acaso, e ele estava dizendo coisas para e sobre mim, e sobre alguém com quem eu trabalho com muita proximidade, que ultrapassaram os limites do que estou preparada para aceitar. A questão sobre Grindelwald não foi um desses tweets e eu não a vi até que a pessoa em questão começou a afirmar que essa havia sido a razão do bloqueio.

O Twitter me trouxe de volta uma maneira de falar diretamente com os leitores e me permite uma conexão profunda com um fandom que é, em geral, gentil, tolerante e amigável. No entanto, eu também tenho um dever com a minha própria saúde mental e felicidade. O botão de bloqueio é uma última alternativa útil quando alguém se esquece, ou talvez não se importe, de que está falando com um companheiro da raça humana.”

Johnny Depp foi acusado pela atriz Amber Heard, sua ex-exposa, de violência doméstica. Em outro post em seu site, a autora já havia defendido a permanência do ator no elenco de Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald.

Além de ter estreado como roteirista em 2016 com Animais Fantásticos e Onde Habitam, Rowling também escreveu o roteiro da sequência, Os Crimes de Grindelwald, que estreia no Brasil em 15 de novembro de 2018, sob direção de David Yates. Para além das fronteiras do Mundo Bruxo, ela prepara o quarto volume da série policial Cormoran Strike, que assina sob pseudônimo Robert Galbraith.