J. K. Rowling

“Estou muito orgulhosa dessa peça”, diz J.K. Rowling sobre “Criança Amaldiçoada”

Em entrevista à rede televisiva norte-americana CBS, J.K. Rowling comentou a chegada da peça Harry Potter e a Criança Amaldiçoada aos palcos da Broadway, em 4 de maio de 2018.

Mais de um ano após a estreia da peça em Londres e com dezenas de milhões de cópias do roteiro vendidas ao redor do mundo, a autora mostrou-se ciente da insatisfação de alguns fãs com relação à oitava história. No entanto, continuou a defender o projeto, e aproveitou para reiterar: a história de Harry acabou.


“Você tem que proteger sua visão. Eu não tenho o menor interesse em fazer coisas que sei que seriam muito populares com o fandom. […] ”A história de Harry… agora eu acabei. Eu precisei ser persuadida para fazer os 19 anos depois e estou realmente feliz de ter sido convencida, porque estou muito orgulhosa dessa peça. Mas não, nós não veremos o filho de Alvo ir para Hogwarts. Bem, não sob meu comando! Daqui 100 anos, vou voltar e assombrar quem fizer isso.”

Em paralelo, Rowling comentou mais uma vez sobre Robert Galbraith, pseudônimo sob o qual escreve os livros policiais da série Cormoran Strike, agora adaptados para TV pela rede britânica BBC:

”Eu não sou idiota. Tenho total consciência de que eu poderia escrever um romance muito ruim e as pessoas provavelmente diriam ‘Sabe, provavelmente vai vender umas cópias por causa do nome dela’. E isso não era o que eu queria fazer. Eu queria merecer. Então fiz isso. Consegui uma oferta de alguém que não sabia que era eu.”

Além da estreia da peça em Nova York, Rowling prepara o lançamento da continuação de Animais Fantásticos e Onde Habitam para o 15 de novembro de 2018. A autora também produz Strike, que estreia sua terceira parte, Vocação para o mal, no ano que vem, e escreve Lethal White (Branco Letal, em tradução livre), quarto livro da série Cormoran Strike.

Assista: Por que os Dursley odeiam tanto magia?
Sorteio: Box da série Cormoran Strike com livro AUTOGRAFADO por J.K. Rowling