Seção Granger

Seção Granger: “Sete Minutos Depois da Meia-Noite”, de Patrick Ness

Na última Seção Granger de Janeiro, traz a crítica de Sete Minutos Depois da Meia-noite, um dos mais recentes lançamentos da editora Novo Conceito.

“Histórias são importantes – disse o Monstro – Elas podem ser mais importantes do que tudo. Se forem sinceras.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para ler a crítica na íntegra, acesse a extensão deste post.

“Sete Minutos Depois da Meia-noite”, de Patrick Ness
Crítica por Ana Luisa Constantino
Certas vezes, exatos 7 minutos após a meia-noite, um monstro surge em uma árvore de teixo que está plantada no cemitério ao lado da casa de Connor. Este é só mais um dos fatos aterrorizantes da vida do garoto, que tem muito mais a temer.

Escrito pelo americano Patrick Ness, o livro fala sobre a caótica vida do jovem Connor, que ajuda a mãe – que sofre de um câncer terminal –  enquanto lida com problemas na escola e na família, composta ainda pela avó materna e pelo pai, que vive um novo casamento em outro país.

Inicialmente, a história é chocante por sua complexidade, uma vez que se espera que a atmosfera de terror venha do monstro que aparece após a meia-noite para contar três histórias para o garoto. Entretanto, a narrativa comprova que os maiores medos não são aqueles fundamentados em imaginação, mas sim as histórias em que não se compreende as atitudes tomadas pelas partes envolvidas.

Com poucas personagens, a interação do leitor com cada uma delas é espontânea e direta. É fácil, também, encontrar nas atitudes dos personagens um reflexo muito claro de nossas próprias ações em situações similares. Com isso, percebe-se o efeito que cada um dos dilemas do livro pode gerar em outras pessoas. O autor deixa claros os sentimentos por trás de cada ação realizada por Connor, causando impacto ao mostrar como o medo pode afetar cada pessoa.

De forma eficiente, o livro, cuja adaptação chegou aos cinemas em Janeiro deste ano, permite ao leitor compreender que o medo é um sentimento que caminha mais próximo da humanidade do que se pensa, e que até mesmo pequenas pessoas carregam em si grande coragem.

157 páginas, editora Novo Conceito, publicado em 2016.
Título original: “A Monster Calls”.
Autor: Patrick Ness.

Ana Luisa Constantino é formada em Biblioteconomia pela UNESP e editora do Potterish.