Animais Fantásticos e Onde Habitam ︎◆ Atores ︎◆ Eddie Redmayne ︎◆ Filmes e Peças ︎◆ Katherine Waterston

Eddie Redmayne e Katherine Waterston contam os aspectos mais interessantes de “Animais Fantásticos”

[borda1]http://cdn.potterish.com/wp-content/2016/08/12052827/Still_EW_Agosto2016_AnimaisFant%C3%A1sticos_Borda1.jpg[meio]Em uma coletiva que aconteceu nesta segunda-feira, 14, os atores Eddie Redmayne e Katherine Waterston falaram sobre seus personagens em Animais Fantásticos e Onde Habitam.

Vencedor do Oscar de melhor ator em 2015 (A Teoria de Tudo), Redmayne revela que, na época da universidade, fez o teste de elenco para viver Tom Riddle na franquia Harry Potter: “Eu sobrevivi a mais ou menos três falas do texto. Então pensei que não teria outra chance, especialmente depois que os filmes terminaram.”

Na época, isso entristeceu o ator britânico, que citou Game of Thrones e Downtown Abbey: séries de seu país nas quais ele não está presente.

Já para Katherine, sua escolha para o papel de Porpentina Goldstein foi ainda mais surpreendente: “Eu sabia que não faria parte do elenco. Sou americana.”

Quando perguntado sobre o futuro de seu personagem, Eddie revela que teve uma longa conversa com J.K. Rowling na semana anterior às filmagens. Ele conta, porém, que só recebeu poucas dicas sobre o que espera Newt Scamander nos próximos filmes da franquia: “O que foi muito interessante para mim nesse roteiro é que Newt é, para mim, apenas uma introdução a uma história muito maior.”

Especificamente sobre esse longa, o ator de 34 anos conta um aspecto intrigante do seu personagem e dos demais: “Eles começaram de um jeito e mudaram completamente no final. O Newt começa a sentir confiança no relacionamento com pessoas.”

Eddie comenta que desenvolveu, com a ajuda de um rastreador de animais, a forma de caminhar e a característica mais reclusa do Magizoologista Newt Scamander. Segundo Katherine, esse é o diferencial do filme: os personagens são bem fundamentados e verossímeis. Eddie completa: “O que eu realmente amo é que Newt tem essa particularidade de ser bastante tímido com as pessoas. Com suas criaturas, porém, ele se liberta!”

Katherine Waterston revela que Porpentina Goldstein é uma mulher com grandes certezas, mas com inseguranças maiores ainda. A atriz compara sua personagem à J.K. Rowling, que em algumas entrevistas revelou se sentir, por muitas vezes, insegura em seu processo de escrita, apesar de todo o sucesso.

Outro questionamento diz respeito à permanência dos atores nos próximos filmes. Eddie e Katherine assinaram contrato para três deles, mas, como os fãs, foram surpreendidos pela existência de mais dois roteiros. Kat descontraiu: “Eu ouvi de um jornalista que a história se estenderá por dezessete anos! Só consegui pensar no meu envelhecimento. Eu, de bengala, lutando contra o mal!”

Sobre a maleta com a qual foi visto no aeroporto no dia anterior, Redmayne afirmou se tratar de uma peça antiga de seus itens de viagem: “Essa é minha maleta velha, e agora tenho esse problema. Ando por aí com ela, e parece que estou sendo Newt o tempo inteiro.”

E com a confirmação de Jhonny Depp para dar vida a Gellert Grindewald, a pergunta final não poderia deixar de ser sobre o intérprete do jovem Dumbledore nos filmes futuros. Os atores, contudo, se esquivaram da resposta, evitando um clima ruim caso as suas apostas não fossem escolhidas para o elenco.

Como não somos atores, podemos especular à vontade. Por isso, escrevam nos comentários sobre quem vocês gostariam que interpretassem o jovem Alvo.

Dirigido por David Yates e produzido por David Heyman, Animais Fantásticos e Onde Habitam chega aos cinemas brasileiros em IMAX e 3D nesta quinta-feira, 17. O filme marca a estreia de J.K Rowling como roteirista.

Entrevista: Marcelo Neves.
Redação: Kaio Rodrigues.
Tradução: Aline Michel.
Edição: Aryanne Valenzuela.