A Pedra Filosofal ︎◆ Livros ︎◆ Série Cormoran Strike

Robert Galbraith, pseudônimo de J.K. Rowling, também foi recusado por editoras

Todos sabem que o manuscrito de “Harry Potter e a Pedra Filosofal” foi recusado mais de dez vezes antes de encontrar a Editora Bloomsbury, à época pequena. O que poucos sabem é que “O Chamado do Cuco”, primeiro livro de J.K. Rowling escrito sob pseudônimo de Robert Galbraith, também fora recusado. Rowling levantou o assunto em uma conversa inspiradora hoje pela manhã em seu Twitter.

Tudo começou quando uma fã e escritora não publicada chamada Dianne Brubaker tuitou “Não vou desanimar… porque isso VAI acontecer. É apenas o começo. J.K. Rowling foi rejeitada, eu também serei. Está tudo bem. Estou escrevendo”. Rowling viu o tweet e respondeu:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Eu preguei a minha 1ª carta de rejeição na parede da minha cozinha porque isso me deu algo em comum com todos os meus escritores favoritos!”

Continuando o assunto, outro usuário pediu para ver fotos das cartas de rejeição de Rowling, quando ela respondeu:

“As de Potter estão em uma caixa no meu sótão, mas eu poderia te mostrar as de Robert Galbraith?”

E então Rowling tuitou uma foto com duas cartas de rejeição relativamente recentes das editoras Constable e Crème de la Crime:

“A pedido de vocês, 2 das cartas de rejeição de Robert Galbraith! (Para inspiração, não vingança, então eu removi as assinaturas.)”

Um fato interessante é que a primeira editora que recusou “Harry Potter” também cometeu o mesmo erro com “O Chamado do Cuco”:

“O editor que primeiro recusou Harry também enviou a Robert Galbraith uma rejeição grosseira (por e-mail)!”

Quando questionada sobre o que a manteve motivada e se ela em algum momento pensou em desistir, Jo disse:

“Eu não iria desistir até que todas as editoras me recusassem, mas frequentemente eu temia que isso aconteceria.”

A conversa terminou quando um fã perguntou de onde ele poderia tirar coragem para arriscar tudo nas coisas que ama, e Rowling sabiamente disse: “Eu não tinha nada a perder, e às vezes isso o torna corajoso o bastante para tentar”.

Quem diria que após tamanho estrelato e talento a obra de Rowling seria recusada? Isso realmente é inspirador para todos os escritores que tanto dedicam às suas histórias e muitas vezes demoram anos e anos para conseguirem ser publicados – algo extremamente comum no Brasil, por exemplo.

Atualmente, Galbraith tem três livros publicados, sendo que o terceiro, “Vocação para o mal”, será lançado no próximo dia 18 pela Editora Rocco. Para mais informações sobre o título, acessem este link.