Alan Rickman ︎◆ Atores ︎◆ Daniel Radcliffe ︎◆ Eventos ︎◆ Filmes e Peças ︎◆ Swiss Army Man

Daniel Radcliffe: “Alan Rickman me fortaleceu”

Em entrevista ao The Daily Beast, no Sundace Film Festival, estrela dos filmes Harry Potter, Daniel Radcliffe, fez questão de mencionar Alan Rickman como um dos responsáveis por lhe fortalecer na carreira como ator.

“No terceiro filme nós tínhamos muitas coisas para fazermos juntos e ele me tratou apenas como um ator. E o sentimento de ter o respeito de alguém que era muito mais velho e melhor que você realmente te fortalece.”

Daniel tinha apenas onze anos quando foi escolhido para viver Harry Potter em “Pedra Filosofal”. Agora, com 26 anos, Radcliffe encara outros desafios, como “Swiss Army Man” (“Homem do Exército Suíço”, em tradução literal), e elogia os diretores Dan Kwan e Daniel Scheinert, conhecidos por dirigir o clipe viral “Turn Down For What”:

“Eles são o tipo de diretores que, se você apenas falar sobre suas ideias, se você falar ‘No vídeo de Turn Down For What, todos irão trepar com as coisas e depois atravessar o chão’, você pensaria, isso é estranho! Mas é parecido com essa história – você pensa que é estranho, mas ela realmente funciona de formas que não deveria.”

A entrevista na íntegra, traduzida pela nossa equipe, pode ser conferida no modo notícia completa.

Daniel Radcliffe: Alan Rickman me fortaleceu.
The Daily Beast – Jen Yamato

Traduzido por: Caroline Dorigon em 24/01/2016.
Revisado por: Aline Michel em 24/01/2016.

A estrela de “Harry Potter” conversou com o The Daily Beast no Festival Sundance de Cinema, onde ele está estreando seu tão esperado musical Swiss Army Man.

Estreando seu Segundo filme no Festival Sundance de Cinema depois de Versos de um Crime em 2013, Daniel Radcliffe deu créditos à colega de elenco de “Harry Potter” Alan Rickman por “fortalecê-lo” como um jovem ator carregando nos ombros umas das maiores franquias de todos os tempos.

“Muitos dos atores mais velhos naqueles filmes me conhecem desde que eu era muito novo, assim como Alan”, disse Daniel ao The Daily Beast antes da première mundial de “Swiss Army Man” com fãs, críticos, compradores, e até mesmo Lena Dunham estavam na fila para ver um dos filmes mais badalados do festival.

“No terceiro filme nós tínhamos muitas coisas para fazermos juntos”, continuou Radcliffe, que tinha 11 anos quando ganhou o papel do icônico menino bruxo de J.K. Rowling. “E ele me tratou apenas como um ator. E o sentimento de ter o respeito de alguém que era muito mais velho e melhor que você realmente te fortalece”.

Radcliffe, agora com 26 anos, interpreta o papel mais incomum de sua carreira até agora em “Swiss Army Man”, a estreia de curtas e vídeos musicais dirigidos pela dupla conhecida como Daniels (Dan Kwan e Daniel Scheinert). Paul Dano estrela como Kent, um náufrago que tinha perdido todas suas esperanças de sair de sua ilha deserta quando encontra o corpo de um homem à beira da praia, interpretado por Radcliffe, que está morto e possui poderes especiais. Obviamente, a dupla embarca em uma aventura mágica para unir Hank e a mulher de seus sonhos (Mary Elizabeth Winstead).

Eu mencionei que Swiss Army Man também é um musical?

Antes do Festival Netflix fez caras negociações com vídeos sob demanda para dois filmes alternativos: os filmes de Paul Rudd “The Fundamentals of Caring” e “Tallulah”, estrelando Ellen Page. Na sexta-feira à tarde, o teatro Sundance Eccles ficou lotado para a primeira exibição o que alguns acreditam será, graças ao poder de Daniel Radcliffe e algo excêntrico, outro líder de bilheteria desse ano. Do lado de fora, aqueles sem convite procuravam cambistas desesperadamente, influenciados pelo roteiro sarcástico e o poder da estrela único.

Dentro do Eccles, Daniel apoiou seus diretores, comparando o enredo simplório de Swiss Army Man com o vídeo clipe do sucesso do DJ Snake e Lil Jon’s “Turn Down For What” que até então deu ao Daniels cerca de 369 milhões de visualizações no YouTube.

“Eles são o tipo de diretores que, se você apenas falar sobre suas ideias, se você falar ‘No vídeo de Turn Down For What, todos irão trepar com as coisas e depois atravessar o chão’, você pensaria, isso é estranho!”. Ele admirou-se. “Mas é parecido com essa história – você pensa que é estranho, mas ela realmente funciona de formas que não deveria”.

A apresentação é mais ou menos Náufrago encontra Um Morto Muito Louco, mas Daniel e Paul alegam nunca terem visto a comédia clássica de praia de 1989 – e nunca irão.

“Eu nunca vi Um Morto Muito Louco e acredito que nossos diretores também não”, disse Radcliffe. “Todo mundo começou a fazer essa piada, então dissemos, ‘não vamos assistir, caso realmente estejamos fazendo Um Morto Muito Louco novamente’”.

Segundo ele, Swiss Army Man é sobre “alegria – este é o sentimento que você tira do filme”.

“É sobre alguém que está muito sozinho, que encontra afinidade” sugeriu Dano.

“E vergonha superada”, acrescentou Radcliffe, “Você apenas tem que ver. É profundamente profundo e profundamente idiota ao mesmo tempo, de maneira ótima”.