Animais Fantásticos e Onde Habitam

POTTERMORE: As maquiagens e cabelos no Set de “Animais Fantásticos”

Na manhã de ontem (24), o Correspondente do Pottermore publicou mais um relato de suas idas ao set de filmagens de “Animais Fantásticos e Onde Habitam” para observar e falar um pouco sobre as maquiagens e penteados que serão vistos nos filmes.

Como visto nas imagens divulgadas pela Entertainment Weekly no inicio deste mês, como noticiamos à época aqui, a história de “Animais Fantásticos” se passa em 1926, assim, as mulheres possuem uma forma única de se arrumar. E isso seria diferente para a comunidade bruxa americana?! Absolutamente não!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“A maquiagem é um trabalho realmente delicado e sensível. Minha equipe é escolhida a dedo por mim e eu tenho que escolhê-los por suas sensibilidades, por sua capacidade de saber fazer um ator se sentir seguro. Em alguns dias o ator vai querer conversar e fazer piadas, em outros não vai querer dizer nada”.

Confiram a tradução na íntegra no modo notícia completa!

Maquiagem e cabelo no set de “Animais Fantásticos”
24/11/2015 – Correspondente do Pottermore
Traduzido por: Gabriela Oliveira em 21/11/2015.
Revisado por: Rodrigo Cavalheiro em 24/11/2015.

“Há uma terrível ideia antiquada de que maquiadores apenas aparecem e aplicam pó em seu nariz com uma esponja”, diz a maquiadora e cabeleireira Fae Hammond. “Mas é muito mais do que isso”.

Fae está na minha frente em uma cadeira dobrável na tenda de maquiagem de “Animais Fantásticos”. Ela está segurando uma xícara quente de chá preto com ambas as mãos, sorrindo com uma espécie de orgulho maternal ao ver seus artistas divagando. Seu cabelo grisalho foi cortado em estilo bob desde que a vi pela última vez, podendo ter um pouco a ver com fazer intermináveis pranchas de temperamento inspiradas nos anos 1920, como essa.

FBmoodboard1

“A maquiagem é um trabalho realmente delicado e sensível. Minha equipe é escolhida a dedo por mim e eu tenho que escolhê-los por suas sensibilidades, por sua capacidade de saber fazer um ator se sentir seguro. Em alguns dias o ator vai querer conversar e fazer piadas, em outros não vai querer dizer nada”.

“Eu preciso que minha equipe perceba isso, que lide com qualquer humor, que saiba quando ficar quieta”, ela diz. “Nós somos as últimas pessoas que eles vêem antes de virarem seus rostos e irem para a frente da câmera. Às vezes, eles precisam de você fora de vista para que possam entrar em cena”.

Mais tarde, no mesmo dia, no interior de um enorme estúdio requintado, eu posso ver que ela está absolutamente certa. A última pessoa que a atriz Alison Sudol (que interpreta Queenie) vê antes de atravessar os pisos de mármore lisos já caracterizada é a sua maquiadora, Rachel.

Há muito mais de 100 pessoas no estúdio, correndo e sussurrando e fazendo seus trabalhos mas naqueles últimos momentos antes de a câmera começar a filmar, ela apenas respira e olha para o rosto de Rachel enquanto sua maquiagem é retocada. Há um extraordinário nível de confiança ali.

“Rachel é acostumada a trabalhar com as protagonistas, ela é muito divertida e leal,” diz Fae, que a escolheu justamente para cuidar de Alison. “Elas iniciaram uma relação fantástica imediatamente, elas têm mais ou menos a mesma idade, gostam da mesma música, elas se entendem. Elas têm a energia certa, juntas. Eu nem posso te dizer o quão isso é importante”.

“Quando eu encontro um ator, eu sei imediatamente como ele será, como será seu humor, do que eles precisam. Eu venho fazendo isso há muito tempo, então eu confio no meu instinto para colocar o artista certo com o ator certo.”

Fae começou na maquiagem com 21 anos e, agora, ela tem quase 60 anos. Você pode dizer quase imediatamente o que faz dela uma lenda: sua bondade. Fae não maquia muitos rostos ou coloca muitas perucas hoje em dia – seu trabalho é mais a supervisão geral. Ela cuidadosamente capacita cada um de seus maquiadores para pesquisar, aprender e ser criativo com o seu trabalho, o que explica por que eles parecem tão entusiasmados de estar lá.

Esses maquiadores, a maioria deles com menos de 30 anos, gastam mais de 12 horas por dia de trabalho. Se estão trabalhando com atores principais, eles chegam a entrar às 6h, verificar se está quente e confortável dentro de seu trailer, colocar a música certa e passar até 40 minutos maquiando um ator. Se eles estão maquiando figurantes, eles têm que maquiar quantas pessoas puderem a tempo das cenas com multidões. É um trabalho enorme, cheio de pressão. Mas eles adoram tudo, eles vivem tudo, respiram tudo, eles são uma família.

“Um monte de gente na indústria fica assustada com os jovens,” diz Fae. “Eu não. Eu amo os jovens, eu amo a sua alegria e sua energia. Não há nada mais maravilhoso do que os jovens – eles têm muito para dar”.

Isso é provavelmente a razão de, enquanto Fae e eu subimos no pequeno buggy para para viajar pelo estúdio, uma de suas jovens estagiárias me agarra pelo braço e diz: “Eu amo Fae como eu amo a minha própria mãe. Ela é a melhor chefe que você jamais poderia ter e eu me sinto tão sortuda”.

Trabalhar com cabelo e maquiagem é muito mais do que batom e base. É mais do que manter os cachos em uma peruca ou colocar a cicatriz perfeitamente em uma bochecha com uma espessa maquiagem vermelha. É sobre humildade, tato e instinto. E pranchetas de temperamento. Muitas pranchetas de temperamento.