Animais Fantásticos e Onde Habitam

“Animais Fantásticos” apresentará um novo termo para “Trouxa”

E aos poucos novidades estão sendo reveladas pela revista Entertainment Weekly! Após a revelação da capa e das primeiras imagens do filme, a revista trouxe uma matéria curiosa sobre o quão grande é a diferença cultural entre os bruxos ingleses e estadunidenses.

Uma das diferenças está ligada a palavra “Trouxa” (Muggle, no original), criada por J.K. Rowling e usada durante a série “Harry Potter” para denominar pessoas não-mágicas e não-bruxas. Nos Estados Unidos, as pessoas não dizem “Muggle”, dizem “No-Maj” (pronunciado como “no madge”), um espécie de abreviação para “No magic” (não-mágico, em tradução literal).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ambientado em 1926, o termo será usado com frequência pelos personagens americanos do filme, tudo com um sotaque característico da década e da região que o personagem vem.

Jo é muito conhecida por sua criatividade com nomes para feitiços, objetos e personagens e inventou para seu próprio mundo palavras como “Quidditch” (Quadribol) e “Muggle” (Trouxa). Esta última palavra chegou a ser incluída no dicionário de Oxford em 2003 com o significado de “Uma pessoa não familiarizada com uma atividade ou habilidade particular.”

Mais novidades sobre o filme estão por vir quando a matéria especial da revista Entertainment Weekly for revelada na edição do dia 13 de novembro. Até lá, mais novidades poderão ser reveladas pela revista, então fiquem atentos às nossas redes sociais no Twitter, Facebook e Instagram!

“Animais Fantásticos e Onde Habitam” estreia nos cinemas brasileiros em 17 de novembro de 2016 com a direção de David Yates e roteiro original de J.K. Rowling.