Artigos do Pottermore

POTTERMORE: A sagacidade e a sabedoria de Rúbeo Hagrid

Estamos traduzindo todos os artigos que a equipe de editores do Pottermore escreve e publica no site oficial, em inglês. As traduções, que saem todas as tardes no Potterish, permitem que os leitores não fluentes na língua inglesa também possam ter acesso a esse conteúdo incrível do novo Pottermore.

“– Sabe o que eu adoraria, Harry? Eu adoraria ver você vencer, realmente adoraria. Você iria mostrar a eles todos… não é preciso ser puro-sangue para fazer isso. Você não tem que se envergonhar do que é. Mostraria a eles que Dumbledore é quem tem razão quando deixa qualquer um entrar desde que seja capaz de fazer mágica.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

– “Harry Potter e o Cálice de Fogo

Rúbeo Hagrid de fato é uma figura que todos nós amamos na série “Harry Potter”. A editoria do Pottermore separou algumas citações das vezes em que ele conseguiu ver o melhor lado das coisas, confiram no modo notícia completa!

9 vezes que Rúbeo Hagrid viu o lado bom das coisas


Traduzido por: Bruna Lopes em 29/09/2015.
Revisado por: Aline Michel em 02/10/2015.

Todo mundo ama o Hagrid. Ele é um gigante gentil, o primeiro amigo verdadeiro de Harry, e o que a maioria das pessoas considera serem monstros horripilantes, ele considera fascinante.

Hagrid sempre levou a vida com uma atitude positiva, até mesmo quando tempos sombrios se aproximavam. Aqui podemos dar uma olhada em algumas das vezes que Hagrid viu o lado bom das coisas.

Hagrid_Prisioneiro_de_Azkaban

1. Quando se recusou a ver Norberto como algo que não fosse seu querido bichinho de estimação

A visão de Hagrid do que se constitui um bom animal de estimação era às vezes um pouco equivocada. Afinal, ele concedeu o nome “Fofo” a um cachorro enorme de três cabeças. Um destes animais era, é claro, Norberto, o dragão norueguês. Hagrid sempre quis ter um dragão, então adquirir um foi o que ele fez.

“— Deus o abençoe, olhem, ele conhece a mamãe!”

– “Harry Potter e a Pedra Filosofal

2. Quando defendeu Aragogue contra todas as acusações

A fé de Hagrid em seu amigo peludo foi, talvez, difícil de entender, e ele superestimou Aragogue quando disse a Harry e Rony para ‘seguir as aranhas’ direto para o ninho da Acromântula. Mas quando Tom Riddle tentou culpar Aragogue por ser o monstro da Sonserina, Hagrid ficou do lado da sua companheira, certo de que Aragogue nunca mataria ninguém.

“– Vamos, Rúbeo – falou Riddle, aproximando-se ainda mais. – Os pais da garota morta estarão aqui amanhã. O mínimo que Hogwarts pode fazer é garantir que a coisa que matou a filha deles seja abatida…

– Não foi ele! – rugiu o garoto, a voz ecoando no corredor escuro. – Ele não faria isso! Nunca!”

– “Harry Potter e a Câmara Secreta

3. Quando ele não se incomodou com o problema de vomito de lesmas de Rony

“Harry e Mione ajudaram Rony a entrar na cabana sala e quarto, que tinha uma cama enorme em um canto, uma lareira com um fogo vivo no outro. Hagrid não pareceu perturbado com o problema das lesmas de Rony, que Harry explicou em poucas palavras enquanto baixava o amigo em uma cadeira.

– Melhor para fora do que para dentro – disse Hagrid animado, baixando com ruído uma grande bacia de cobre na frente do menino. – Ponha todas para fora, Rony.”

– “Harry Potter e a Câmara Secreta

Rony_Weasley_B2C7M1

4. Quando ele nos mostrou o poder do amor fraternal

Quando Hagrid descobriu que seu meio irmão Grope estava sofrendo bullying pelos outros gigantes, uma combinação de sentimentalismo e proteção fraternal o levou a pegar Grope, mesmo que contra sua vontade, para morar na Floresta Proibida.

”– Eu sabia que se o trouxesse comigo – disse Hagrid, que também parecia prestes a chorar – e… e o ensinasse a se comportar… poderia mostrar ao mundo que ele é inofensivo!

– Inofensivo! – exclamou Hermione se esganiçando, e Hagrid fez gestos frenéticos quando a enorme criatura à frente deles resmungou alto e mudou de posição dormindo… – Esse tempo todo ele tem batido em você, não é? É por isso que você está nesse estado!

– Ele não sabe a força que tem! – disse Hagrid, convicto. – E está melhorando, não está mais brigando tanto…

– Então foi por isso que você levou dois meses para chegar! – disse Hermione, espantada. – Ah, Hagrid, por que você o trouxe se ele não queria vir? Ele não teria sido mais feliz com o povo dele?

– Estavam abusando dele, Hermione, porque ele é muito pequeno!”

– “Harry Potter e a Ordem da Fênix

5. Quando sua fé em Snape não vacilou

A atitude positiva de Hagrid significava que ele sempre via o melhor das pessoas até que elas o dessem uma razão para não fazer isto. Ele também era inabalavelmente fiel a Dumbledore, e àqueles em quem o diretor confiava.

Snape?

– É, vocês não continuam insistindo naquela ideia, ou continuam? Olhem, Snape ajudou a proteger a Pedra, não está prestes a roubá-la.”

– “Harry Potter e a Pedra Filosofal

6. Quando ele quis que Harry vencesse o Torneio Tribruxo por todas as razões corretas

Naturalmente, quando o nome de Harry saiu do Cálide de Fogo, só havia um campeão que Hagrid estaria, bem, defendendo. Hagrid queria que Harry mostrasse ao mundo magico que heroísmo e sucesso não têm nada a ver com o quão “puro” ou o que quer que seu sangue seja.

“– Sabe o que eu adoraria, Harry? Eu adoraria ver você vencer, realmente adoraria. Você iria mostrar a eles todos… não é preciso ser puro-sangue para fazer isso. Você não tem que se envergonhar do que é. Mostraria a eles que Dumbledore é quem tem razão quando deixa qualquer um entrar desde que seja capaz de fazer mágica.”

– “Harry Potter e o Cálice de Fogo

7. Quando ele tentou aliviar a dor de Harry

Harry ficou com o coração partido e cheio de culpa depois da morte de seu padrinho, Sirius Black. Hagrid estava ao seu lado para lembrar Harry que Sirius iria querer morrer lutando.

“– Escute… – Hagrid se curvou para ele por cima da mesa – conheci Sirius mais tempo do que você… ele morreu lutando, e é assim que teria querido partir… Mas ainda assim, Harry… ele nunca foi de ficar sentado em casa deixando os outros lutarem por ele. Não teria se perdoado se não tivesse ido ajudar…”

– “Harry Potter e a Ordem da Fênix

8. Quando ele encorajou Hermione a ignorar as cartas de ódio

Hermione encontrou muito ódio em seu caminho graças à caneta envenenada de Rita Skeeter, e a negatividade ameaçou tomar conta dela. Hagrid aconselhou Hermione a não deixar isso abatê-la.

“– Que foi que você fez com as suas mãos, Mione? – perguntou Hagrid, com o ar preocupado.

A garota lhe contou sobre as cartas anônimas que recebera àquela manhã e sobre o envelope cheio de pus de bubotúberas.

– Aaah, não se preocupe – disse Hagrid brandamente, fitando-a. – Recebo cartas assim desde que a Rita escreveu sobre minha mãe. “Você é um monstro e devia ser morto.” “Sua mãe matou gente inocente e se você tivesse alguma decência se atiraria no lago.”
– Não! – exclamou Hermione chocada.

– Sim! – respondeu Hagrid, erguendo os caixotes de pelúcios para guardá-los junto à parede da cabana. – É gente que não bate bem, Mione. Não abra mais cartas quando as receber. Jogue todas direto na lareira.”

– “Harry Potter e o Cálice de Fogo

9. Quando vestiu sua faceta mais corajosa

Dumbledore disse que ele somente deixaria Hogwarts de verdade quando mais ninguém lá fosse fiel a ele. Depois de sua morte, quando o futuro da escola estava em dúvida, Hagrid declarou que ele não iria a lugar nenhum.

”– Hagrid, você ainda não disse nada – observou a professora McGonagall. – Qual é a sua opinião, Hogwarts deve permanecer aberta?

Hagrid, que, durante a conversa, estivera chorando silenciosamente no grande lenço manchado, agora ergueu os olhos inchados e vermelhos e respondeu, rouco:

– Não sei, professora… os diretores das Casas e a diretora da escola é que devem decidir…

– O professor Dumbledore sempre prezou as suas opiniões – tornou a professora McGonagall gentilmente –, e eu também.

– Bem, eu vou continuar aqui. – Grandes lágrimas ainda vazavam pelos cantos de seus olhos e escorriam para a barba emaranhada. – É a minha casa, tem sido minha casa desde os treze anos. E se tiver garotos querendo aprender comigo, eu vou ensinar.”

– “Harry Potter e o Enigma do Príncipe

Hagrid nos ensinou lealdade real e a manter nossas cabeças erguidas ao encararmos os tempos sombrios.

”– Não adianta a gente ficar sentado se preocupando. O que tiver que ser será, e nós o enfrentaremos quando vier. Dumbledore me contou o que você fez, Harry.”

– “Harry Potter e o Cálice de Fogo