Animais Fantásticos e Onde Habitam ︎◆ Filmes e peças

Conheça o set de filmagens de “Animais Fantásticos” e o cão Teddy Redmayne

“O coração online do Mundo Mágico de J.K. Rowling”, o Pottermore, trouxe hoje por meio do seu Correspondente uma matéria no site sobre os sets de filmagens de “Animais Fantásticos e Onde Habitam” e revelou o cão Teddy Redmayne. Não Eddie Redmayne (intérprete de Newt Scamander). Teddy Redmayne mesmo.

Ele reporta que “Não há nada glamouroso em estar num set de filmagens”, mas continua:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“É lamacento, é esborrachado, é tão grande que merece seu próprio código postal. Você tem que usar sapatos fechados, um chapéu duro e uma daquelas vestes de alta visibilidade laranja neon. E aonde quer que vá, você está tão dolorosamente maravilhado que quase se esquece de respirar.

É fabuloso.

O set de filmagens de “Animais Fantásticos e Onde Habitam” cheira a mogno e pipoca. Não sei por que ou como, ele simplesmente tem esse cheiro. Há centenas de pessoas, milhares de fantasias, centenas de milhares de adereços. Há fileiras e fileiras de chapéus em prateleiras, ruas de paralelepipedo construídas pela metade e uma cafeteria com bancos de vinil vermelho como uma lanchonete dos anos 50.”

E sobre Teddy?

“Ele é uma coisinha desajeitada (uma mistura de raças fofas, possivelmente genes de Terrier) que vem trabalhar duas vezes por semana com o seu humano, que está atualmente restaurando 49 carros antigos para o filme. Durante toda a sua vida, esse cachorrinho foi conhecido pela família e amigos como “Ted”. Porém, desde que seu amigo humano especial conseguiu um trabalho neste filme, ele foi rebatizado de “Teddy Redmayne” em homenagem ao seu astro.”

Teddye_Redmayne

Não, Teddy não é aquele da foto acima, “mas é tão adorável quanto” e “captura muito bem a sua essência”, de acordo como Pottermore.

O dono de Teddy, Alex, está trabalhando na produção do longa-metragem com roteiro original de Rowling:

O humano de Teddy Redmayne, Alex, me leva para ver os seus carros. “Estes são os meus bebês”, diz ele, com um aceno das mãos sujas de graxa. Ele alisa carinhosamente o capô de um dos carros e explica o funcionamento de um motor dos anos 20 com tantos detalhes que eu saio me perguntando se já posso ser um mecânico. Ele abre a porta e eu subo no banco do motorista – transportado, como um dia os espectadores também vão ser, para outra era. É mágico.

Mas Alex não é apenas cativantemente apaixonado pelo que faz. Ele é o melhor do mundo no que ele faz. Isso ocorre a mim de novo e de novo quando encontro pessoas no set; que todo mundo aqui é extraordinário.

O Correspondente do Pottermore, que tem cativado os fãs ao redor do mundo, ainda diz que voltará com mais histórias dessas:

“Cada pessoa aqui tem uma história e eu queria poder contar todas: o homem polindo uma maleta de couro direto de uma era que já se foi, a mulher colocando gel na cabeça de um figurante até fazer a franja perfeita, o jovem andando de um lado para o outro fora de um estúdio fechado sussurrando logísticas em um fone de ouvido. O motorista que me busca, o técnico de som, o segurança, o fotógrafo, o operador de boom*, o maquiador, os assistentes de diretores um, dois e três. O cara grandão que serve purê de batata no almoço, os trabalhadores da construção ouvindo ‘Destiny’s Child’ enquanto derrubam um prédio.

Esqueça, por um momento, que este é um filme sobre bruxos e bruxas. Há muita magia na sua criação. Eu quero trazer essas histórias a você antes mesmo de conversarmos sobre varinhas, feitiços ou atores vencedores do Oscar com gloriosas sardas. Fique comigo…”

* Microfone boom: um cabo extenso que tem um microfone na sua ponta para captura do som ambiente.

Traduções e revisões por: Luiza Miranda, Marina Anderi e Pedro Martins.

“Animais Fantásticos e Onde Habitam” se passa na cidade de Nova Iorque, 70 anos antes da jornada de Harry Potter. Dirigido por David Yates e produzido por David Heyman, o longa-metragem marca a estreia de J.K. Rowling como roteirista e chega aos cinemas brasileiros em 3D e IMAX no dia 17 de novembro de 2016.

O que vocês acharam desta matéria, Potterheads? Fez vocês ficarem mais ansiosos ainda pelo filme?!