J. K. Rowling ︎◆ Não categorizado

Instituição de caridade de Rowling, Lumos, desmascara o mito de crianças vivendo em orfanatos

A queda do Muro de Berlim completou vinte anos no último domingo (09). Na época, constatou-se que os orfanatos, que estavam cheios de crianças que se pensavam ser órfãs, na verdade eram várias que estiveram separadas de suas famílias devido à pobreza, deficiência e até mesmo discriminação.

A organização de caridade Lumos, fundada por J.K. Rowling, tem tentado reunir essas crianças com suas famílias e dar o devido cuidado a elas. A Lumos produziu um curta-metragem, “Behind the Walls” (“Por trás das Paredes”, em tradução livre), que mostra verdadeiramente a vida das crianças que vivem em instituições e orfanatos ao redor do mundo. No filme, J.K. afirma:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Este é um enorme problema global, oito milhões de crianças presas em instituições ao redor do mundo. Mas é um problema que podemos solucionar.”

Sabendo que muitos dos nossos leitores gostariam de assistir ao filme, mas não poderiam porque não dominam a língua inglesa, nós entramos em contato com a Lumos via Twitter e nos dispusemos a legendar o vídeo. A instituição agradeceu pela gentileza e assim tivemos a oportunidade de ajudar esta campanha chegar a mais pessoas! Para assistir, basta iniciar o vídeo, ativar as legendas, ir em “Detalhes” e mudá-las para a opção “Português”, caso apareça em inglês. Para melhor visualização, assista ao vídeo no modo “Tela inteira”.

Transcrito por: Aline Michel.
Revisado por: Bruna Lopes.
Legendado por: Pedro Martins.

Georgette Mulheir, CEO da instituição, afirmou:

“Crianças que crescem em instituições demonstram atrasos em todas as áreas do desenvolvimento. Elas têm dificuldades para formar laços saudáveis com seus sobrecarregados cuidadores de cada turno. Em instituições de baixa renda, as crianças podem até mesmo não ter a habilidade de sentar, ficar em pé, andar e falar aos quatro anos de idade. A falta de contato físico e emocional, estímulos regulares e interação resultantes disso leva a uma debilitação significativa do desenvolvimento do cérebro de crianças criadas em instituições. Aquelas que permanecem ali por mais de seis meses apenas recuperam-se parcialmente, e demonstram dificuldades contínuas do desenvolvimento e do emocional ao longo da infância e adolescência.”

Traduzido por: Luly Miranda.

A Lumos é uma organização internacional não-governamental que trabalha para acabar com a institucionalização de crianças em todo o mundo, ajudando diversos países a transformarem seus sistemas de educação, saúde e assistência social, para que assim as crianças possam ser retiradas das instituições e receberem apoio nas famílias e na comunidade.

Para saber mais sobre a Lumos, visite: www.wearelumos.org
Siga a Lumos no Twitter: www.twitter.com/lumos
Junte-se a Lumos no Facebook: www.facebook.com/lumos.at.work