Não categorizado

Carolina Munhóz e Raphael Draccon estreiam o selo de fantasia da Editora Rocco

A Editora Rocco, responsável pela publicação da série “Harry Potter” e dos livros da série “Cormoran Strike” no Brasil anunciou esta semana um novo selo editorial, o Fantástica, que reunirá obras de literatura fantástica, terror e ficção cientifica.

“Da fantasia épica à urbana, sem deixar de lado – é claro – grandes clássicos cult, o novo selo promete trazer o melhor da literatura fantástica nacional e internacional. ” Começando com o pé direito, a Fantástica estreará em agosto com a publicação de “Cemitério de Dragões”, do escritor Raphael Draccon, e “O Reino das Vozes que Não se Calam”, escrito por Carolina Munhóz e Sophia Abrahão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Carol entrou no Potterish em 2007, onde estreou sua participação na equipe com a cobertura da première de “A Ordem da Fênix”, direto de Los Angeles, e logo após não parou mais de cobrir os eventos dos anos que se seguiram, ajudando assim o Ish a crescer e ficar reconhecido internacionalmente. Nós acompanhamos a carreira literária brilhante dela desde seu início; agora, juntamente com a atriz Sophia Abrahão, ela estréia o novo selo editorial da Rocco, editora que publica “Harry Potter” no Brasil. Sentimos um orgulho imenso de você, Carol! Toda a equipe do Ish te parabeniza e deseja muito sucesso a você e ao Raphael!

Continuem no modo notícia completa e confiram as capas das obras citadas acimas, assim como suas sinopses e informações adicionais!

Cemiterio_de_Dragoes

Cemitério de Dragões
Raphael Draccon

Um soldado de elite do exército americano desaparecido em uma missão no Afeganistão.

Uma africana guerrilheira crescida em meio a conflitos étnicos de Ruanda.

Uma garçonete irlandesa praticante de artes marciais mistas.

Um hacker brasileiro descendente de orientais.

Um dublê francês mestre em Parkour.

Cinco realidades distintas.

Um fenômeno desconhecido faz cinco pessoas, sem qualquer conexão e espalhadas pelo planeta Terra, acordarem em diferentes regiões de uma realidade devastada por um império de reptilianos e assolada pela escravidão. Os cinco iniciam uma jornada em busca de respostas para sobreviverem no centro de uma guerra envolvendo criaturas fantásticas e demônios dispostos a invocar perigosos seres abissais para servirem a seus propósitos.

Porém uma entidade pretende conectar o destino dos cinco humanos e armá-los com uma tecnologia construída à base de metal-vivo, magia e sangue de dragões. Uma tecnologia jamais vista naquela ou em qualquer outra dimensão, capaz de gerar heróis de metal.

Batalhas empolgantes, romance e magia. Esse é o universo épico de Cemitérios de Dragões, inspirado em uma visão adulta e sombria das antigas séries Tokusatsu, como Jaspion, Changeman, Flashman, Ultraman e tantas outras, que marcaram a infância de toda uma geração.

O_Reino_das_Vozes_que_Nao_se_Calam

O Reino das Vozes que Não se Calam
Carolina Munhóz e Sophia Abrahão

Se você encontrasse um lugar onde todos o aceitassem seria capaz de abandoná-lo? Sophie se esconde de todos e de si mesma: insegura, não consegue enxergar sua beleza e talento, e sente dificuldade em se relacionar com os outros. Seu dia a dia se perde entre os caminhos tortuosos dos que convivem com a depressão e o bullying e a jovem aos poucos vai se fechando na escuridão de seus pensamentos. Desamparada e sem coragem de lidar com seus problemas, ela acaba descobrindo um lugar mágico: um Reino onde as vozes não se calam e as criaturas encantadas se tornam reais. Um local colorido onde ela finalmente poderá se encontrar. Dividida entre a realidade e a fantasia, Sophie contará com a ajuda preciosa de um rapaz comum e uma guardiã encantada, que lhe mostrarão os segredos da alma e a farão decidir se vale a pena enfrentar seus medos ou viver em um eterno conto de fadas.

Confira um trecho da obra através deste link.

Os livros serão lançados na Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que acontece do dia 22 a 31 de agosto. Abaixo vocês podem conferir as agendas da Carol e do Raphael na Bienal.

Bienal_SP_Carol_e_Draccon

 

Vocês vão ler os livros? Vão a Bienal? Conte nos comentários!