J. K. Rowling ︎◆ The Making of Harry Potter

Inauguração do WB Studio Tour conta com J.K. Rowling e trio Real

Conforme noticiamos na última semana, aconteceu hoje a inauguração do Warner Bros. Studio Tour, em Leavesden, e entre os convidados estavam J.K. Rowling, o Duque e a Duquesa de Cambridge, Príncipe William e Kate Middleton, e o Príncipe Harry, da Família Real Britânica.

No The Making of Harry Potter, William Kate e Harry se divertiram experimentando as varinhas, que contou com demonstrações de efeitos especiais, e andaram pelos sets do Salão Principal e o Salão Comunal da Grifinória.O trio também se encontrou com Jo, o produtor David Heyman e os diretores David Yates e Mike Newell. Veja as fotos clicando aqui.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além do The Making of Harry Potter, os membros da Família Real visitaram também o tour dedicado à nova franquia do Batman. Vejas três fotos: 123.

Antes de entrarem na atração, o Duque deu um belíssimo discurso onde elogiou a autora de Harry Potter.

A jornada até o dia de hoje começou obviamente com a agora lendária história de uma escritora ambiciosa – J.K. Rowling – traduzindo sua imaginação fenomenal para o papel, na forma da série Harry Potter. Mas em outro sentido, a jornada até hoje começou bem antes, já que este país possui uma longa e admirável história na literatura e nas artes visuais – uma história que é inigualável no mundo pela sua variedade, seu sucesso comercial e sua longevidade.

A tradução completa do discurso pode ser lida clicando aqui.

DISCURSO DO PRÍNCIPE WILLIAM NA INAUGURAÇÃO DO WARNER BROS STUDIOS – LEAVESDEN
Um discurso do Duque de Cambridge na inauguração do Warner Bros. Studios, Leavesden

Duque de Cambridge, Príncipe William ~ 26 de abril
Tradução: Gabriel Amaral

Obrigado, Barry.

Nós três estivemos ansiosos para estar aqui com vocês hoje, e até agora tudo fez jus às nossas expectativas.

Para ser honesto, estou muito feliz só por ter visto o Batmóvel e o Batpod reais – Josh, Barry, vocês não fazem cadeiras de bebê para esses carros, por acaso, fazem? Por outro lado, Harry está muito animado para ver uma coruja falante em vida real nos estúdios de Harry Potter. Eu ainda não o contei que Harry Potter é fictício, então por favor mantenham o segredo por mais um tempo.

Barry e Josh, vocês falaram orgulhosos sobre o investimento da Warner Brothers no Reino Unido, na forma desses estúdios magníficos. Tenho enorme orgulho, como Presidente do BAFTA, de poder repetir isso.

A jornada até o dia de hoje começou obviamente com a agora lendária história de uma escritora ambiciosa – J.K. Rowling – traduzindo sua imaginação fenomenal para o papel, na forma da série Harry Potter. Mas em outro sentido, a jornada até hoje começou bem antes, já que este país possui uma longa e admirável história na literatura e nas artes visuais – uma história que é inigualável no mundo pela sua variedade, seu sucesso comercial e sua longevidade.

O antigo berço de talentos que é esse país deu origem a ótimos dramaturgos Jacobitas¹ e os mestres da literatura Vitorianos². Nossa capacidade de produzir obras brilhantes continuou no século XX com os grandes pioneiros britânicos do cinema e da televisão, tanto aqui quando em Hollywood.

A Cerimônia de Abertura das Olimpíadas de Londres nos lembrou, como uma nação, o quão diversas, talentosas e interessantes as indústrias criativas britânicas sempre foram.

A capacidade extraordinária da nossa nação para o talento não é algo do passado. É válido nos lembrarmos de que a série de livros Harry Potter se tornou a mais popular já impressa, e a franquia de filmes Harry Potter – rodada aqui – é a mais bem sucedida da história. Então, e o futuro? Como podemos continuar esses sucessos do passado?

Tenho o orgulho de dizer que, como Presidente do BAFTA, há uma grande quantidade de projetos sendo desenvolvidos para nutrir o talento de amanhã. O inspirador programa Guru, do BAFTA, é um que eu encorajaria todos na indústria a apoiar. Estou também imensamente orgulhoso das bolsas de estudo que o BAFTA anunciou hoje, e que a Warner Brothers está generosamente apoiando. Essas bolsas levarão jovens talentosos, que caso contrário não teriam a chance de progredir suas carreiras, a alcançarem seus potenciais máximos.

Catherine, Harry e eu estamos muito ansiosos para o Harry Potter Studio Tour, que chega em breve, e agradecemos a Warner Brothers por acolher centenas de crianças de instituições de caridade das quais somos sortudos o suficiente para sermos Patrono.

Minha gratidão também a Amanda Barry e ao suporte contínuo e generoso do BAFTA aos nossos Charities Forum. Resta a mim fazer um último agradecimento – à Warner Brothers, por esse investimento em Leavesden. Você esteve certa em fazê-lo, e nós três esperamos que tenha uma longa e próspera estadia aqui. E, por favor, faça outro da série Cavaleiro das Trevas, e outro… e outro!

De Catherine, Harry e eu – obrigado.

(Notas do tradutor)
1 – Relativo ao reinado de Jaime I na Inglaterra.
2 – Relativo a Rainha Vitória da Inglaterra ou à sua época (1819-1901).