Livros ︎◆ O Prisioneiro de Azkaban

Pottermore Insider revela o processo de produção dos momentos

Respondendo a muitos jogadores, a equipe do Pottermore publicou na quinta-feira passada, dia 24, no Pottermore Insider, como funciona o processo de produção dos momentos escolhidos para serem publicados no projeto.

Tudo começa com a seleção dos momentos potenciais, realizada pela equipe do projeto, que seleciona passagens importantes ou interessantes das estórias. Depois disso, cada uma dessas cenas é pesada contra vários critérios, desde a importância da narrativa até a inclusão de funções e conteúdo.


A equipe também contou que gosta de realçar as cenas que foram omitidas nas adaptações cinematográficas dos livros da série.

E o momento escolhido para exemplificar todo o processo de produção foi o “A Loja Animais Mágicos”, o segundo do quarto capítulo de “Prisioneiro de Azkaban, “O Caldeirão Furado”, escolhido principalmente devido à vivacidade da descrição de Jo a respeito da loja, além disso, a cena não foi incluída nos filmes e nela há a primeira aparição de Bichento.

Assim como todos os momentos do Pottermore, “Animais Mágicos” ganha a vida primeiramente em um esboço em preto e branco, para depois passar pela primeira e rigorosa revisão, cuja finalidade é fazer com que o desenho fique completamente fiel ao livro.

Nesse estágio várias partes da ilustração foram alteradas, como o tamanho da loja, que teve de ser diminuído devido ao fato de que no livro ele não é tão grande; a posição da tartaruga com joias encrustadas em seu casco; o tamanho de Bichento, o qual estava muito pequeno; e a mão da vendedora da loja, que teve de ser reposicionada para acomodar a fuga de Perebas de seu aperto.

Já na segunda revisão todos os detalhes são conferidos e as menores incoerências ao livro corrigidas – a loja recebe mais animais mágicos engaiolados e encaixotados para ficar com o aspecto de lotada; os pufosos são aumentados; e a gaiola dos ratos saltitantes também – para que então o desenho possa ser colorido.

Na etapa de coloração, a equipe artística do projeto estabelece uma base de iluminação e sombra, permitindo-lhes assim aplicar detalhes mais precisos, sendo então feita uma nova revisão que aplica mudanças relacionadas a cores, com o mesmo objetivo que as anteriores: o tônico de rato passa de uma garrafa transparente com um líquido vermelho para uma pequena garrafa vermelha; os pufosos não eram tão amarelos e passam por um novo revestimento de tinta; uma maior variedade de cores é acrescentada às joias na casca da tartaruga, para fazer a cena mais brilhante e animada; e Hermione recebe um tom de pele um pouco mais bronzeado, visto que ela acaba de voltar das férias neste ponto da estória.

Após esta fase, a equipe do Pottermore adiciona individualmente animações e efeitos em cada parte da imagem que os hospedará. Quando completado este passo, os efeitos sonoros da cena são gravados no estúdio – neste caso, os do gato, do rato, do sapo, do pufoso, entre outros -, concluindo assim os toques finais do momento.

Terminado o desenho deste momento, o mesmo já pode ser publicado e a equipe do Pottermore começa a trabalhar no próximo, o qual passará pelo mesmo processo de seleção e produção.

E lembrando que você pode encontrar todo o conteúdo do Pottermore traduzido em nosso hotsite do projeto!