A Pedra Filosofal ︎◆ As Relíquias da Morte ︎◆ J. K. Rowling ︎◆ Livros ︎◆ Morte Súbita

J.K. Rowling fala sobre literatura, escritores e seus livros favoritos ao The New York Times

A romancista J.K. Rowling foi entrevistada pelo jornal diário estadunidense The New York Times, onde tratou de diversos temas relacionados à literatura, revelando seus livros favoritos, preferência em gêneros literários, leitura durante sua infância e outras coisas.

Para começar, em resposta ao jornalista, Jo disse que “The Song of Achilles”, de Madeline Miller, foi o melhor livro que ela leu neste verão e que o último excelente livro que leu foi “Team of Rivals”, de Doris Kearns Goodwin.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sobre gêneros literários, Rowling falou que é bastante tolerante e que não lê livros de chick lit (gênero ficcional que aborda questões da feminilidade moderna, muitas vezes com humor e despreocupadamente), fantasia e ficção-científica, mas sempre dá uma chance ao livro, independente de sua classificação. E ao ler poesia, ela sente que sua resposta é inadequada, mas amaria gostar deste gênero, contudo, sua paixão é a história.

Em relação à literatura em sua infância, a autora revelou que a sua personagem heroína favorita, tanto quando criança quanto adulta, é Jo March, protagonista de um de seus livros prediletos quando criança, “Little Woman”.

A autora discutiu conversou sobre suas obras e disse que seus livros favoritos, dentre os quais escreveu, são: “Harry Potter e a Pedra Filosofal”, “Harry Potter e as Relíquias da Morte” e “Uma Morte Súbita”.

Por fim, a britânica disse que se pudesse ser qualquer personagem da literatura, seria Elizabeth Bennet, de “Orgulho e Preconceito”.

Lembrando que esta entrevista será publicada em breve completamente traduzida, e, enquanto isso, você já pode ler em notícia completa uma prévia em português da mesma!

J.K. Rowling
J. K. Rowling: Pelo Livro

The New York Times
11 de outubro de 2012
Tradução: Gabriel Guimarães

Qual foi o último livro que fez você chorar?
A resposta honesta é “Uma Morte Súbita”. Eu chorei ao escrever o final, ao relê-lo e ao editá-lo.

O último livro que te fez rir?
The Diaries of Auberon Waugh”. Está no meu banheiro, e é sempre bom para uma risadinha.

Quais foram seus livros favoritos quando criança?
O Cavalinho Branco”, de Elizabeth Goudge; “Little Woman”, de Louisa May Alcott; “Manxmouse”, de Paul Gallico; tudo de Noel Streatfeild; tudo de E. Nesbit; “Beleza Negra”, de Anna Sewell (na verdade, qualquer coisa com um cavalo nele).

Você teve um personagem favorito ou herói quando criança? Você tem um herói literário como adulta?
Minha heroína literária favorita é Jo March. É difícil enfatizar o que ela significava para uma pequena, menina simples chamada Jo, que tinha um temperamento quente e uma ambição ardente de ser uma escritora.

Você se lembra da melhor carta de fã que você já recebeu? O que fez de especial?
Houve muitas cartas extraordinárias de fãs, mas eu vou terei que dizer que foi a primeira que eu já recebi, de uma jovem chamada Francesca Gray. Significou o mundo para mim.