Filmes e peças

Emma Watson responde perguntas de fãs no Facebook

Recentemente, Emma Watson tem estado muito presente na internet e interagido muito mais com seus fãs, seja no Twitter, ou no Facebook.

No começo de junho, sua página do Facebook foi atualizada com a notícia de que os fãs poderiam lhe escrever perguntas, e que ela iria escolher suas favoritas e responder. Feito isso, ela respondeu algumas e você pode conferir todas elas na íntegra dessa notícia, graças ao nosso parceiro, EWBR.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em meio à várias questões, Emma fala sobre a personagem que interpretou durante dez anos de sua vida, sobre seus planos futuros de carreira, e ainda comenta sobre seus trabalhos recentes, como Sete Dias com Marilyn, The Perks of Being A Wallflower e Beauty and the Beast.

No Twitter, a atriz confirmou o rumor de que estaria escalada para fazer o filme Noah, de Darren Aronofsky.

EMMA WATSON
Emma Watson responde perguntas de fãs

Emma Watson BR
05/06 á 29/06

O que está acontecendo com ‘Beauty and the Beast’?

Guillermo Del Toro, o diretor, acabou de terminar de editar o seu último filme e está trabalhando no roteiro e na pré-produção de ‘Beauty and the Beast’.

Você estaria interessada em dirigir/produzir?

Absolutamente. Eu ainda tenho muito para aprender, mas eu definitivamente gostaria de fazer algo assim no futuro.

Há mais alguma colaboração para o comércio equitativo mais à frente?

Tem muitas especulações sobre minhas coleções da People Tree, com histórias dizendo que elas ‘falharam’ ou que eu não estava contente com elas. Isso foi muito estranho porque eu me senti o oposto disso. Das duas coleções que eu fiz para a People Tree, o total de vendas foi de £446,000 , o que foi uma grande surpresa. As coleções geraram trabalho para 400 agricultores, artesãos e alfaiates! Para mim, a parte mais importante da colaboração foi que eu pude elevar o perfil do comércio equitativo de moda, o qual eu acho que cumpri com sucesso. Eu visitei Bangladesh para ver as roupas serem feitas e falei com os trabalhadores da fábrica em primeira mão para entender quais eram os verdadeiros problemas, assim eu poderia falar sobre eles de um jeito informal e real. Em termos de outras colaborações, eu decidi que quero colocar toda minha energia na minha carreira de atriz, mas aquilo foi algo que eu realmente gostei de fazer, aprendi muito e estou contente porque fiz.

Por qual tipo de papel no cinema você se sente atraída? Você faria outra franquia de sucesso?

Eu estou definitivamente ficando longe de franquias de sucesso por um tempo! Em termos do tipo de peças que eu me sinto atraída, eu preciso estar interessada no personagem, e com quem eu estaria trabalhando. A visão do diretor é a chave. As vezes o que está nas páginas não é sempre a representação do que a peça por fim pode se tornar e um grande diretor pode levar um bom roteiro para outro nível e fazer com que ele seja incrível.

Lucy em ‘Sete Dias com Marilyn’ foi um papel pequeno – por que você não tem pego papéis principais ultimamente?

O motivo pelo qual nesse momento eu não tenho pego nenhum papel muito grande nem feito nenhum trabalho como modelo é porque eu não tenho tido tempo para me dedicar a isso enquanto tenho estudado para a faculdade. Esses papéis pequenos também têm me dado o tempo de aprender alguns métodos diferentes no cinema. Filmes mais independentes às vezes me permitem ter mais espaço para aprender e crescer.

O que Harry e Rony diriam ao ver Hermione em ‘The Perks’?

Harry e Rony não são pessoas reais e acho que isso talvez seja complicado para alguns entenderem, eu espero que Daniel e Rupert gostem do filme! Eu não faço mais o papel da Hermione, mesmo assim a amo muito! Eu fiz o papel dela por muito tempo e é claro que vai ser difícil para as pessoas nos diferenciarem, mas eu, Emma, uma atriz, espero encontrar muitas outras histórias dentro de mim. Se for sortuda, Hermione vai ser uma dentre várias personagens da minha vida!

Qual o melhor conselho que alguém já lhe deu em relação a fama?

Minha mãe me disse no começo da carreira, “Nunca dê informações a ninguém que você não esteja confortávem em discutir a qualquer hora, em qualquer lugar ou com qualquer pessoa – uma vez que você abre as portas para um assunto, é muito difícil fechá-la.” Isso é muito verdade e eu sou uma pessoa muito reservada. Não é sempre tão fácil seguir o conselho mas eu tento manter em minha mente. Um crítico de cinema me disse uma vez que atuar era diferente do que qualquer outra coisa na indústria de entretenimento – o trabalho do ator é contar história para as pessoas; deixar uma platéia incrédula e fazer eles acreditarem que você é aquele personagem que está interpretando. Esse trabalho se tornou quase impossível quando a platéia sabe muito sobre você, o ator, como pessoa. Isso sempre esteve comigo e quanto mais eu fico mais velha, mais consigo entender com sabedoria. Entretanto, assim como eu gostaria de pensar, eu tenho que reconhecer que não é totalmente possível da forma como a minha carreira se tornou. Pessoas que me assistiram crescer e eu acho que Harry Potter se tornou mais famoso que eu, penso que ninguém esperava por isso.

Qual conselho você daria para o seu “eu” de nove anos de idade?

Eu acho que eu faria mais perguntas para alguns dos incríveis atores dos filmes Potter – Maggie Smith, Michael Gambon, Gary Oldman, Emma Thompson, Helena Bonham Carter, Kenneth Branagh – todo mundo – mas eu só tinha nove anos!