Livros

Acadêmicos estudam méritos literários dos livros Potter

Fãs da série Harry Potter já viram toda espécie de ataque e descaso aos livros de J.K. Rowling. Alguns religiosos fundamentalistas acreditam que as páginas da obra contém mensagens que poderiam levar crianças ao ocultismo; por outro lado, docentes, escritores e críticos literários consideram a série superficial e não-digna de atenção pelo simples fato de ter virado um fenômeno e alcançado milhões. Contudo, um artigo do Scotsman prova que eles não representam a totalidade.

60 acadêmicos do mundo todo estão desde ontem na Universidade de St. Andrews em um evento chamado ‘Uma Marca de Magia Ficcional: Lendo Harry Potter como Literatura‘ com objetivo de discutir os livros de J.K. Rowling. O encontro conta com 50 palestras, cujos tópicos incluem o papel do paganismo, da empatia, da influência de escritores como C.S. Lewis e J.R.R. Tolkien, a identidade nacional britânica e a abordagem na morte na série.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

John Patrick Pazdziora, um dos organizadores, declarou:

Não podemos evitar o fato de que Harry Potter é a experiência narrativa principal de toda uma geração – crianças que literalmente cresceram com Harry Potter. Os livros de Harry Potter são simplesmente os livros infantis mais importantes e influentes à época do século XX e início do século XXI. Para muitas pessoas, esta é a primeira experiência com a literatura. Então elas querem analisá-los e falar sobre eles. É importante porque as pessoas se preocupam com isso e se importam profundamente.”

John Granger, o orador principal do evento, comentou:

A saga Hogwarts é a mais amada na história da publicação, com uma margem vantajosa e, consequentemente, é um assunto natural e importante de estudos para qualquer interessado nas artes literárias. Eu abro uma exceção para a hipótese não examinada e mal informada de que os livros são uma luz no mérito literário. As obras da Sra. Rowling são cômicas, certamente, mas é um grande erro pensar que são histórias simples ou casuais. Hogwarts, nos é dito, está escondida em algum lugar na Escócia, a autora também vive aqui, e a mãe da Sra. Rowling era meio escocesa. De algum modo, é adequado e apropriado que a primeira conferência acadêmica de qualquer tamanho seja realizada na universidade mais antiga da Escócia, a St. Andrews. A qualidade das universidades de todo o mundo que estarão representadas na conferência tornam o evento marcante.

A reunião encerrou hoje e uma antologia baseada na conferência está planejada para ser publicada em 2013. Continue ligado no Ish para mais informações!