A Ordem da Fênix ︎◆ As Relíquias da Morte ︎◆ Filmes e peças ︎◆ Livros ︎◆ Parte 2

Lembrol: Faltam 91 dias para Relíquias da Morte parte 2!

Como é possível eu ter visto através dos olhos da cobra se são os pensamentos de Voldemort que estou partilhando?

Não pronuncie o nome do Lorde das Trevas! – ralhou Snape.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fez-se um silêncio desagradável. Os dois se encararam por cima da Penseira.

O Prof. Dumbledore diz o nome dele – contestou Harry calmamente.

Dumbledore é um bruxo extremamente poderoso – murmurou Snape. – Embora ele possa se sentir seguro em usar o nome… os demais… – Ele esfregou o braço esquerdo, aparentemente sem perceber, no lugar em que Harry sabia que a Marca Negra estava gravada a fogo em sua pele.

Eu só queria saber – recomeçou Harry, se esforçando para falar com polidez – por que…

Você parece ter visitado a mente da cobra porque era onde o Lorde das Trevas estava naquele determinado momento – vociferou Snape. – Estava possuindo a cobra na hora, então você sonhou que estava dentro dela, também.

E Vol… ele… percebeu que eu estava ali?

Parece que sim – respondeu Snape tranquilo.

Como é que sabe? – perguntou o garoto pressuroso. – Essa é a suposição do Prof. Dumbledore ou…?

Já lhe pedi – disse Snape, empertigado na cadeira, os olhos apertados – para me chamar de “senhor”.

Sim, senhor – disse Harry impaciente -, mas como é que o senhor sabe…?

É suficiente que nós saibamos – disse Snape cortando a conversa. – O importante é que o Lorde das Trevas agora tem consciência de que você está conseguindo ter acesso aos seus pensamentos e emoções. Ele também deduziu que o processo provavelmente pode ser invertido; ou seja, percebeu que talvez possa acessar os seus pensamentos e emoções…

E ele poderia tentar me levar a fazer coisas? – perguntou Harry. – Professor? – acrescentou precipitadamente.

Poderia – respondeu Snape, em tom aparentemente frio e desinteressado.

Harry Potter e a Ordem da Fênix,
Capítulo Vinte e Quatro – Oclumência, página 435.