As Relíquias da Morte ︎◆ Filmes e peças ︎◆ Parte 2

Lembrol: Faltam 83 dias para Relíquias da Morte parte 2!

A professora McGonagall voltou sua atenção para Harry, Rony e Hermione.

— Que aconteceu quando Cátia tocou o colar?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

— Ela subiu no ar – respondeu Harry, antes que os outros dois pudessem falar. — E então começou a berrar e perdeu os sentidos. Professora, posso ver o professor Dumbledore, por favor?

— O diretor estará ausente até segunda-feira, Potter – informou ela, parecendo surpresa.

— Fora? – repetiu ele com raiva.

— É, Potter, fora! – enfatizou a professora com sarcasmo. — Mas qualquer coisa que você tenha a dizer sobre este horrível incidente certamente poderá ser dito a mim!

Por uma fração de segundo, Harry hesitou. A professora McGonagall não inspirava confidências; embora Dumbledore fosse, sob muitos aspectos, assustador, parecia menos inclinado a desprezar uma teoria, por mais mirabolante que fosse. Mas era uma questão de vida ou morte, e não era hora de se preocupar que risse dele.

— Acho que Draco Malfoy deu aquele colar à Cátia, professora.

(…)

— Potter, eu agradeço ter me contado isso, mas não podemos acusar Malfoy simplesmente porque ele visitou a loja onde o colar poderia ser comprado. Isto provavelmente se aplicaria a centenas de pessoas…

— … foi o que eu falei – murmurou Rony.

— … e, seja como for, este ano implantamos medidas de segurança rigorosas na escola, não creio que o colar pudesse ter entrado sem o nosso conhecimento…

— … mas…

— … e além disso – disse a professora McGonagall com um ar inabalável -, o sr. Malfoy não esteve em Hogsmeade hoje.

Harry olhou-a boquiaberto e menos seguro.

— Como é que a senhora sabe, professora?

— Porque ele estava cumprindo uma detenção comigo. É a segunda vez seguida que não termina os deveres de casa. Portanto, obrigado por ter me contado suas suspeitas, Potter – concluiu passando decidida pelos três -, mas preciso ir à ala hospitalar me informar sobre Cátia Bell. Bom-dia para todos.

Ela segurou aberta a porta da sala. Os garotos não tiveram escolha senão sair calados.

Harry Potter e o Enigma do Príncipe
Capítulo Doze – Pratas e opalas, páginas 199, 200 e 201