Aniversários

Lembrol: Faltam 102 dias para Relíquias da Morte parte 2!

— Por favor, Profa. Minerva, eles vieram me procurar.

— Senhorita Granger!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Hermione conseguira finalmente se levantar.

— Saí procurando o trasgo porque achei que podia enfrentá-lo sozinha. Sabe, já li tudo sobre eles.

Rony deixou a varinha cair. Hermione Granger, contando uma mentira deslavada a um professor?

— Se eles não tivessem me encontrado eu estaria morta agora. Harry enfiou a varinha no nariz do trasgo e Rony derrubou ele com o próprio bastão. Não tiveram tempo de chamar ninguém. O trasgo ia acabar comigo quando eles chegaram.

Harry e Rony tentaram fingir que a história não era novidade para eles.

— Bom… nesse caso… – disse a Profa. Minerva encarando os três -, senhorita Granger, que bobagem, como pôde pensar em enfrentar um trasgo montanhês sozinha?

Hermione abaixou a cabeça. Harry perdera a fala. Hermione era a última pessoa do mundo que desobedeceria ao regulamento, e ali estava fingindo que desobedecera, para tirá-los de uma enrascada. Era o mesmo que o Snape começar a distribuir balinhas.

— Hermione Granger, Grifinória vai perder cinco pontos por isso – disse a Profa. Minerva. — Estou muito desapontada. Se não estiver machucada é melhor ir embora para a torre de Grifinória. Os alunos estão acabando de festejar o Dia das Bruxas em suas casas.

Hermione se retirou.

[…]

Mas daquele momento em diante, Hermione Granger tornou-se amiga dos dois. Há coisas que não se pode fazer junto sem acabar gostando um do outro, e derrubar um trasgo montanhês de quase quatro metros de altura é uma dessas coisas.

Harry Potter e a Pedra Filosofal
Capítulo Dez – O Dia das Bruxas, páginas 155 e 156.