As Relíquias da Morte ︎◆ Filmes e peças ︎◆ Parte 2

Lembrol: Faltam 115 dias para Relíquias da Morte parte 2!

E então Harry ouviu.

“… rasgar… romper… matar…”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Era a mesma voz, a mesma voz gélida e assassina que ouvira na sala de Lockhart. Ele parou quase tropeçando, apoiando-se na parede de pedra, escutando com toda a atenção, olhando para os lados, apertando os olhos para ver nos dois sentidos do corredor mal iluminado.

Harry, que é que você…?

É aquela voz de novo, fiquem quietos um minuto…

“…tanta fome… tanto tempo…”

Ouçam! – disse Harry com urgência, e Rony e Mione pararam, observando-o.

“… matar… hora de matar…”

A voz foi ficando mais fraca. Harry tinha certeza de que estava se afastando – se afastando para o alto. Uma mistura de medo e excitação se apoderou dele ao fixar o olhar no teto escuro; como é que ela podia estar se afastando para o alto? Seria um fantasma, para quem tetos de pedra não faziam diferença?

Por aqui – gritou ele e começou a subir correndo as escadas para o saguão. Não adiantava querer ouvir nada ali, o vozerio na festa do Salão Principal ecoava pelo saguão. Harry subiu correndo a escadaria de mármore até o primeiro andar, com Rony e Mione nos seus calcanhares.

Harry, que é que estamos…

PSIU!

Harry apurou os ouvidos. Longe, vinha do andar de cima e cada vez mais fraca, ele ouviu a voz:

“… Sinto cheiro de sangue… SINTO CHEIRO DE SANGUE!”

Sentiu um aperto no estômago…

Vai matar alguém! – gritou ele, e sem dar atenção aos rostos perplexos de Rony e Mione, subiu correndo o lance seguinte de escada, três degraus de cada vez, tentando escutar apesar do barulho que seus passos faziam…

Harry Potter e a Câmara Secreta
Capítulo Oito – A festa do aniversário de morte, páginas 120 e 121.