Filmes e peças

Daniel Radcliffe comenta seu novo musical na Broadway

O ator Daniel Radcliffe, que em breve estrelará a peça How to How to Succeed in Business Without Really Trying, concedeu uma entrevista falando sobre seu personagem e os desafios de estar em um musical. Confira o vídeo neste link, via Snitch Seeker. Algumas fotos dos bastidores do musical também foram liberadas, visualize-as em nossa Galeria.

Além disso, a segunda foto de Emma Watson para a grife People Tree, coleção primavera/verão 2011, foi liberada hoje. Emma contribui pela terceira e última vez com a marca, que é conhecida por seu baixo custo e por fabricar peças orgânicas. Confira a imagem aqui.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia a transcrição do vídeo de Daniel na extensão da notícia e continue ligado no Ish!

DANIEL RADCLIFFE
Radcliffe sobre nova peça

25 de fevereiro de 2011
Tradução: Otávio Bergamini e Sylvia Souza

Rob Ashford: O que fez você querer estar em um musical?
Dan Radcliffe: Sempre foi algo que eu pensei que quisesse fazer, eventualmente. Provavelmente eu nunca pensei que faria isso tão cedo, e certamente eu não pensei que estaria dançando.

Rob: Eu me lembro especificamente de você me dizer, “Só para você saber, eu não sou um dançarino.”
Dan: Sim, sou certamente uma referência para a expressão ‘Não sei dançar’, porque esse era meu problema. Se você se esforçar o suficiente, vai chegar lá.

Rob: É verdade, você trabalhou duro. É emocionante ver como você está animado sobre isso, também.
Dan: Estou animado para possivelmente surpreender as pessoas. Não somente o público normal, mas os amigos íntimos que falarão, “Você não pode dançar. EU SEI que não pode dançar.” Haha – esperem, eu vou mostrar para vocês agora.

Rob: De que jeitos você acha que Dan e Finch são semelhantes?
Dan: Acho que a ambição está em nós dois. Não se manifesta da mesma profunda e maquiavélica maneira que acontece com Finch em mim, mas acho que ambos somos personagens ambiciosos. Bom, Finch certamente é, e eu tenho ambição.

Rob: Caras que olham depois de pular ao invés de antes. Tão “para frente” e atrevidos que você está pelo caminho, se dando conta do que acontece ao chegar, em oposição a descobrir antes de chegar.
Dan: Absolutamente. Definitivamente. Eu penso que a vida é muito mais excitante desse jeito.

Rob: O que você acha que será mais desafiante sobre a peça?
Dan: Muito do que ele faz não é bem visto em nenhuma escala moral, mas a audiência está com ele o caminho todo, espero. Nós esperamos. Então acho que fazer ele simpático enquanto ele faz todas essas coisas bem desagradáveis. Ele é um jovem assustado, em certos momentos. Particularmente perto de ‘I Believe in You’. Não há razão para cantar ‘Eu acredito em você’ a não ser que ele esteja perdendo crença em si mesmo. Então acho que os momentos nos quais você mostra vulnerabilidade serão os momentos mais importantes porque eles são o que, ultimamente, atraem o público para seu lado e o fazem parecer como um ser humano em vez de uma criatura.

A atriz que contracena com Daniel fez alguns comentários sobre a peça:

“Ele é um Finch mais jovem do que nunca”, Hemingway diz sobre Radcliffe, “mas faz sentido que Finch seja um cara pelos seus 20 anos que é realmente ansioso e ambicioso.” E esse amor-a-primeira-vista no roteiro funciona bem para ela: “Nós definitivamente temos uma forte ligação,” diz a atriz. “Desde o começo, nos tocamos e tivemos uma grande harmonia. Daniel é um cara fácil de conviver – ele é tão realista e divertido; ele não tem nenhuma presunção. Quando você está trabalhando com alguém que tem esse tipo elevado de perfil, espera que eles dificultarão, mas ele é o oposto em todos os sentidos. Ele é simplesmente um encanto.”

“Com toda seriedade, eu certamente não sinto que estou atuando em frente a uma criança,” ela fala do ator mais conhecido por dar vida ao bruxo Harry Potter. “Nossos personagens tem uma doce jornada juntos, Daniel vai surpreender as pessoas.”