As Relíquias da Morte ︎◆ Filmes e peças ︎◆ Parte 2

Felton, Yates e Heyman falam sobre a Parte 2 e o final

O intérprete de Draco Malfoy, Tom Felton, o diretor David Yates e o produtor David Heyman concederam pequenas entrevistas ao USA Today falando sobre Relíquias da Morte Parte 2, a divisão do sétimo livro em dois filmes e do final do fenômeno Harry Potter.

“O último mesmo é um grande épico, com muitas batalhas, dragões e duendes. Vai ser grandioso. E então se acaba.”

Confira as entrevistas completas na extensão da notícia e continue ligado no Potterish para mais notícias.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

TOM FELTON, DAVID YATES E DAVID HEYMAN
Relíquias da Morte Parte 2 e divisão dos filmes

USA Today
07 de janeiro de 2011
Tradução: Victor Garcia e Otávio Bergamini

“Um dos maiores presentes que Jo Rowling e toda a franquia deu (os atores) é que nós realmente podemos terminar fazendo a noite de uma criança em só dizer oi,” diz Felton “Tinha 12 anos quando comecei a filmar; 13 quanto foi às telas. Estou com 23 agora. Foi uma longa jornada.”

“Você não vê pessoas crescendo, não quando você não está lá. Somente quando você dá uma olhada nos filmes… Olha pro Daniel! Ele era muito pequeno. Minha cara parecia uma bola de basquete! Mas aquelas feições angelicais parece que me foram embora,” ele brinca.

“O último mesmo é um grande épico, com muitas batalhas, dragões e duendes. Vai ser grandioso. E então se acaba,” diz o diretor David Yates.

“Não acho que o desmerecemos. Às vezes gostávamos de brincar sobre o que faríamos quando tudo tivesse terminado. Nunca teremos essa quantidade de fontes de novo. Retornaremos ao mundo real, depois de viver nessa bolha.”

“A decisão de dividir em dois foi puramente criativa. Fazendo dois, há mais detalhes e mais tempo para compreendermos os personagens do jeito que fazemos,” disse o produtor David Heyman. “Dá mais tempo ao público para se envolver com isso. O público terá tempo para projetar seus próprios sentimentos e se envolver com os personagens.”

“O último filme será isso. Nunca mais será assim novamente. Você nunca leva isso em consideração,” diz Heyman. “Você quer finalizar de uma forma justa, então há um pouco de ansiedade.”