Jogos

[Atualizado] Trailer e fotos do game de Relíquias da Morte parte I!

O Mugglenet noticiou que a Electronic Arts, responsável pela produção dos jogos da série Harry Potter, divulgou as quatro primeiras imagens do game de Relíquias da Morte parte I. Confira as quatro imagens abaixo ou direto deste álbum em nossa galeria.

[meio-2]

Continue after the AD

Harry escondido, em duelo com Comensais
Comensal conjurando um feitiço
Harry pronto para um duelo
Um dos cenários do jogo

Além disso, o trailer do jogo já está disponível na internet. Clique aqui ou aqui para vê-lo! No trailer, muitas cenas de ação, com lutas contra Inferi, Comensais da Morte, Sequestradores e Dementadores. Vemos ainda imagens da sequência no Ministério da Magia e dos Sete Potter.

Lembrando que o jogo guarda muitas semelhanças com o filme. Será então que teremos este duelo em um prédio abandonado, esse cenário sombrio da última foto ou ainda alguma dessas sequências inventadas que vimos no trailer?

Continue no Ish para mais novidades. O filme Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte I estréia em 19 de novembro deste ano!

Atualizado: O IGN divulgou novas imagens do jogo, que já estão disponíveis neste álbum. Em breve, as impressões do IGN.uk sobre o jogo serão traduzidas e postadas nessa notícia.

Atualizado: A tradução já está disponibilizada na extensão desta notícia.

HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE
Análise do videogame de Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte I

IGN UK Edition ~ Greg Miller
01 de junho de 2010
Tradução: Jenifer Cestari

Nos últimos jogos de Harry Potter, a diversão era investigar Hogwarst, misturar poções e achar centenas de itens pelos corredores. De fato, se havia uma parte que sempre pareceu “mais-ou-menos”, era a do combate com varinha. Parecia que Harry plantava os pés, vomitava alguns encantamentos e você saía pra fazer coisas mais legais. Sabendo de tudo isso, foi um pouco chocante jogar o último jogo do Escolhido.

Harry Potter e as Relíquias da Morte — Parte 1 é um jogo armado em terceira pessoa em que sua varinha é o substituto para o revolver. Acredite.

Não tem mais Hogwart nesse e você fica por trás dos óculos de Harry enquanto ele corre pela Inglaterra lutando contra Comensais da Morte e localizando Aquele-que-não-deve-ser-nomeado. Melhor que comer sapos de chocolate e descobrindo como voar na vassoura, o Relíquias da Morte é sobre vida ou morte, então a EA decidiu fazer o jogo seguir a direção mais séria do filme e do livro.
Quando a demo começou e eu peguei o controle, e a cena parecia um jogo Potter clássico. Eu joguei Harry numa construção esquisita, ele estava bonito, e o local era o regular plano de fundo (a maior parte verde) da Inglaterra. De repente, um cara malvado aparece. Vestido em roupas rasgadas, ele parecia um mendigo, mas me foi explicado que este era um dos Sequestradores, o mais baixo clâ do Império sombrio de Voldemort. Eu peguei minha varinha, limpei o retículo na tela e mandei alguns tiros de Estupefaça contra o inimigo.

Segui em frente, encontrei um bando de Sequestradores e Comensais da Morte, então corri para uma viga de aço. Com um clique de um botão, Harry se jogou contra a viga e estava coberto para que eu pudesse planejar a salvo meu próximo movimento. Atirei mais algumas vezes antes de pular atrás de uma caixa de madeira. Os Comensais da Morte atiraram, destruíram a caixa de madeira e o pobre orfão Potter estava correndo de novo. Depois, me abriguei numa passarela e o pedaço de metal em que eu me escondia caiu depois de um certo número de acertos.

Há um número de feitiços a seu favor em Harry Potter e as Relíquias da Morte — Parte 1 e você pode seleciona-los ao pausar a ação e girar seu círculo de armas. Agora, o que é interessante nesses feitiços é que eles não são como nos outros jogos – eu não vi ninguém ficar completamente duro ou virar de ponta cabeça quando minha mágica os acertou. Ao invés, cada magia que sai da varinha é uma energia colorida e é como uma arma diferente no jogo armado normal. Estupefaça é a sua pistola confiável que pode atirar loucamente mas não faz muito efeito, Crucio é como uma metralhadora de mão quando jorra magia negra, Expelliarmus precisa carregar antes de atirar como uma magnum e Cofringo manda um tiro roxo como se fosse um lança foguetes.

Claramente, o impacto de Cofringo vai derrubar o Sequestrador e até um acerto na cabeça com Estupefaça vai derrubar os malvados, mas nem todo feitiço é apenas uma mudança de efeito. Quando uso Leviosa, eu podia pegar barris e caixas que eu usava pra me esconder e levita-los como sendo um forte móvel pra mim ou atira-los em várias direções como um ataque. Enquanto isso, Confundo engana qualquer inimigo que atinge e faz o malvado lutar a seu favor.

Minha demo foi curta. Caminhei entre as construções, usei Leviosa para abrir um caminho e lutei contra muitos Comensais da Morte. Ainda não estava completo e houveram vários visuais borrados enquanto Harry se movia, e as animações ainda não estavam no ponto, mas foi interessante ver Comensais da Morte desviando de feitiços e usando seus próprios ataques. Mais legal ainda, o jogo terminou com Dementadores descendo em alguns magos que eu tentava salvar, e ao aproximar-me da cena, a tela começou a congelar enquanto o mundo se tornava frio.

Harry Potter e as Relíquias da Morte — Parte 1 é definitivamente um olhar diferente na franquia e isso é muito empolgante. Tem muito trabalho a ser feito no jogo, mas é legal entrar nesses tiros de mágica em que feitiços ricochetam dos barris e os malvados desaparecem entre nuvens de fumaça negra. Eu duvido que será um Gears of War Killer, mas os fãs não devem esperar o mesmo de sempre quando Harry Potter e as Relíquias da Morte — Parte 1 chegar junto com o filme nesse outono.